Muitos devem saber que atualmente, uma das características mais valorizadas e discutidas em qualquer processo seletivo, nacional ou internacional, é a capacidade de liderança. Esse é um componente extremamente importante e altamente desejado pelas instituições de ensino ao redor do mundo.

Mas o que seriam essas características de liderança tão requisitadas nesses programas internacionais?

Para começar, você não necessariamente precisa ter sido o presidente da turma no Ensino Fundamental, Médio ou na Faculdade. Da mesma forma, você também não precisa ter feito 1500 voluntariados para poder dizer que tem características de liderança. Há coisas que fazemos em nosso cotidiano que demonstram essas qualidades e as vezes nem percebemos.  Por exemplo, ser membro da banda da escola ou fazer parte de algum acampamento de verão. Assim como ter participado no conselho estudantil de sua escola.

Se no seu período de escola ou faculdade você dava aulas de apoio aos seus colegas ou os ajudava com as lições de casa, você pode ter demonstrado sua habilidade de liderança através de tutoria. Sendo que, além disso, essa atividade mostra também empatia.

Outras atividades como participação em grupos de jovens ou clubes, campanhas escolares e trabalhos no jornal da escola também contam.

Outro aspecto que sempre é deixado de lado são os esportes. Se você treinava algum esporte ou era capitão de algum time da escola, isso também demonstra características de liderança.

Em outras palavras, atividades que comprovam características de liderança costumam ser atividades que estão atreladas ao envolvimento comunitário do candidato.

Autoconhecimento é fundamental

Portanto, se conheça bem para saber quais atividades que você desempenha podem ser úteis para mostrar que você é um líder.  Pode ser uma atividade chamativa, que ganhe a capa do jornal da cidade, assim como pode ser uma atividade sem um título oficial mas que impactou sua comunidade de alguma forma. Se você já foi líder de um evento ou já fez parte de algum grupo de debate, isso conta também!

Revise sua escola e seu envolvimento na comunidade ao longo dos anos. É provável que você lembre de algo que na época você não considerou como uma experiência de liderança. Você também pode conversar com um mentor sobre que tipo de atividades seriam interessantes destacar na inscrição para a faculdade ou bolsa no exterior.

Se autoconheça e se dedique! Não é fácil mas valerá a pena no final

Universidade do Intercâmbio 

Quer encontrar a sua oportunidade dos sonhos no exterior? Então procure o apoio da nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.