O The Law School Admission Test (LSAT) é um teste padronizado exigido para admissão em faculdades de Direito principalmente dos Estados Unidos. Mas também em algumas instituições canadenses e australianas. O teste usa três tipos de perguntas para medir  habilidades em leitura crítica, raciocínio verbal e pensamento analítico dos candidatos.

Estrutura do LSAT

O LSAT tem quatro seções que são pontuadas. Cada seção tem 35 minutos e é composta por questões de múltipla escolha.

Duas seções de Raciocínio Lógico testam a capacidade dos candidatos em analisar e avaliar argumentos. Nessa parte da prova é necessário determinar o grau de força desses argumentos. Além disso, também é necessário entender de forma precisa os motivos que os validam ou não.

Já a seção de Raciocínio Analítico avalia as habilidades em lógica básica. Algumas das questões exigem habilidades de correspondência e outras de sequenciamento. Ademais, algumas perguntas testam essas duas capacidades ao mesmo tempo.

Por sua vez, a seção de Compreensão de Leitura apresenta passagens acadêmicas. O objetivo é avaliar a capacidade de identificar ideias e detalhes principais e fazer inferências.

Ao se preparar para o LSAT, o estudante precisa concentrar suas energias em aperfeiçoar suas habilidades de raciocínio e leitura, reforçando seu conhecimento dos fatos. Também é preciso concentrar-se no desenvolvimento ou aperfeiçoamento de habilidades em leitura crítica, raciocínio verbal e pensamento analítico.

Existe ainda uma quinta seção. Essa parte do teste é chamada de Seção Experimental. Porém, ao contrário das outras, ela não é considerada na pontuação final da prova. É usada para testar novos itens para uso futuro no próprio LSAT e pode aparecer em qualquer parte do exame.

Para finalizar, a prova ainda conta com a “Writing Sample”, que é uma amostra textual que avalia a capacidade do estudante em colocar duas posições em contraponto. A ideia aqui é defender uma delas em detrimento da outra. Esta seção não é classificada. Porém, o material gerado é enviado para ás faculdades de Direito e podem ajudar no processo seletivo.

Para que serve exatamente o LSAT?

A pontuação obtida pelo candidato no LSAT é um fator decisivo para determinar onde ele estudará, ou se de fato ele chegará a cursar a faculdade de Direito. Isso significa que os comitês de admissão das universidades analisam essa nota para determinar se os candidatos têm as habilidades necessárias para desenvolverem um bom desempenho durantes os anos de curso.

A maioria das faculdades de Direito usa uma fórmula que pareia as pontuações do LSAT e do GPA para determinar a força objetiva das aplicações de cada candidato. No entanto, nesse caso a pontuação do LSAT tem um peso maior, representando mais de 50% da nota final.

Um bom diferencial para se preparar para o LSAT é buscar o apoio da nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.