Aqui no Brasil estamos sempre preocupados em aprender inglês, e com razão. É uma língua fundamental para quem quer crescer acadêmica e profissionalmente. Mas existem outros idiomas que também merecem atenção e que muitas vezes não consideramos tanto. O espanhol é um deles. Em um mundo onde cada vez mais é preciso investir em educação, ter fluência em um terceiro idioma não é uma má ideia. E o espanhol pode ser o candidato perfeito para isso. Descubra agora 6 motivos que provam por que você deveria começar a estudar espanhol agora:

É uma das línguas mais faladas do mundo

O espanhol é a língua materna de mais de 400 milhões de pessoas em todo o mundo. Isso equivale a aproximadamente 6% da população mundial. Como resultado, é oficialmente reconhecido como o segundo idioma mais falado em número total de falantes nativos. Fica na frente até mesmo do inglês.

Tem status de idioma oficial em 20 países diferentes. Além disso, cerca de 550 milhões de pessoas falam espanhol com pelo menos algum grau de proficiência. E mais: é a segunda língua mais falada nos Estados Unidos. Mais um dado: 15% de todos os residentes da União Europeia são adeptos do idioma como primeira ou segunda língua.

Tendência de crescimento

Em termos de popularidade, o espanhol não mostra sinais de desaceleração, com o número total de falantes aumentando constantemente na última década.

Para se ter uma ideia, só nos Estados Unidos a previsão é que que a população latina chegue a 130 milhões até 2060. Isso tornará o país o maior de língua espanhola no mundo. Para quem sonha em viver na “Terra do Tio Sam” investir em estudar espanhol se faz cada vez mais necessário.

Perspectiva de emprego

No mercado global de hoje, o conhecimento de um terceiro idioma (além do português e o do inglês), pode ser um recurso extremamente valioso para empregadores e funcionários. As empresas modernas estão sempre dispostas a ter funcionários que possam ajudá-las no comércio internacional. E a língua espanhola é especialmente valiosa no clima atual.

Os falantes de espanhol são um enorme grupo demográfico para as empresas, e pesquisas mostram que alguns países de língua espanhola têm excelentes perspectivas de negócios. Muitas empresas do Brasil, por exemplo, estão tentando expandir seus negócios para a América Latina. Saber espanhol nesse contexto pode ser um primeiro passo para se destacar no trabalho.

Viagens inesquecíveis e sem perrengues

Viajar é uma das experiências mais enriquecedoras que você pode ter. Mas a qualidade dessa experiência será significativamente aumentada pela capacidade de falar espanhol. A lista de países em que o espanhol é a língua oficial e predominante inclui destinos populares como Espanha, Argentina, México e Colômbia.

É perfeitamente possível desfrutar das férias em um país de língua espanhola sem o conhecimento do idioma. Mas isso restringirá os locais para onde você pode ir e com quem você pode se comunicar. Em geral, aqueles que não têm a habilidade de falar a língua precisarão se ater a áreas turísticas. E isso muitas vezes significa perder aspectos inteiros da cultura de um país.

E não se esqueça que o inglês ainda não é muito falado pela maioria da população em países da América Latina, por exemplo. Então ele pode não ser tão útil como você espera nesses lugares. E o “portunhol” pode até funcionar, mas às vezes mais atrapalha que ajuda.

Trabalhar ou estudar no exterior

Enquanto viajar pode ser excitante por si só, aprender espanhol também abre a possibilidade muito real de trabalhar em um país de língua espanhola ou estudar em uma instituição acadêmica baseada no espanhol. Sair da sua zona de conforto e passar longos períodos em um país estrangeiro pode ajudá-lo a se desenvolver profissional e pessoalmente.

Estudar espanhol é fácil se comparado a outros idiomas 

Em comparação com muitos outros idiomas, o espanhol é bastante simples para um falante de português aprender, contanto que você esteja disposto a se esforçar. O idioma não exige que os alunos aprendam um alfabeto completamente novo e há menos ênfase no tom do que muitos outros idiomas.

O português, assim como o espanhol, tem muitas palavras que derivam do latim. Isso significa que muita coisa é semelhante. As palavras em espanhol também são escritas foneticamente. Ou seja: menos tempo gasto aprendendo regras de ortografia complicadas e confusas e uma melhor chance de obter a pronúncia correta.

Quer saber como estudar espanhol em casa sem precisar recorrer a escolas caras? Consulte nossa equipe de consultoria que vai te dar todo o apoio necessário.

Matheus Tomoto

Matheus Tomoto

Estudou em escola pública, aprendeu inglês sozinho em 3 meses, foi aceito nas 10 melhores faculdades dos Estados Unidos, trabalhou no MIT (melhor faculdade de tecnologia do mundo), representa o Brasil na Delegação Brasileira de Jovens da ONU, recebeu proposta da NASA e atualmente trabalha como pesquisador em HARVARD. É escritor, palestrante e mentor de pessoas que desejam buscar uma oportunidade no exterior.

Leave a Reply