Estudar no exterior é uma das experiências mais assustadoras e excitantes que você pode ter na vida. E tudo isso ao mesmo tempo. É uma montanha-russa de emoções, oportunidades e experiências que parecerem que nunca terão um fim. Mas o fim sempre chega. E quando ele chegar você irá olhar pra trás e tudo que viveu vai passar na sua cabeça como um filme. Quando seu intercâmbio acabar você terá a oportunidade de analisar tudo o que aconteceu e vai se dar conta de algumas coisas importantes. E pode ter certeza que você não será o único.

Quando seu intercâmbio acabar: 6 coisas que você irá perceber

Visitar e viver em um lugar por meses são coisas completamente diferentes

Quando temos a oportunidade de morar em um lugar por um tempo maior também temos a possibilidade de nos encaixar entre os moradores locais. E a partir disso realmente conhecer cada cantinho pelo ponto de vista de um local. Como se fosse realmente uma segunda casa.

Como turista isso é impossível. Não dá pra aprender sobre o lugar e nem sobre os seus aspectos mais interessantes. Pode até acontecer, mas estando em um lugar apenas a turismo fica difícil criar laços reais com os habitantes locais. E são eles as melhores pessoas para mostrar a cidade como ela realmente é.

Você será desafiado e vai crescer muito como pessoa

Isso vai acontecer quando seu intercâmbio acabar e sem você nem perceber. 1 semestre de intercâmbio, apesar de passar rápido, é tempo suficiente para nos desenvolver como pessoa e nos tornar mais independentes. É lá no exterior, se virando sozinho, que você será forçado a lidar com suas próprias obrigações. Ser o único responsável pela administração do seu dinheiro não é uma tarefa fácil. Principalmente quando não tem grana entrando, só saindo. E esse é o caso de boa parte dos intercambistas por aí, visto que é proibido trabalhar em muitos lugares.

Se manter em contato com os familiares e amigos de casa pode ser difícil mas vale a pena

Com as diferenças de fuso horário contatar nossos familiares pode ser difícil. E além disso ainda há o fato de que quando estamos lá fora estamos sempre fazendo alguma coisa.  Ficar longe de todo mundo pode ser complicado à primeira vista. Mas à medida que o tempo passa você vai sentindo cada vez menos essa necessidade. Você pode até se sentir culpado em não poder falar constantemente com as pessoas que ama mas eles vão entender que você estará passando por uma experiência única e incrível. E ficarão felizes em falar contigo quando for possível.

Explorar uma cidade desconhecida sozinho é uma experiência empoderadora

Essa é uma das melhores coisas que você pode fazer lá fora. Mesmo que você tenha medo pela língua diferente ou pelos lugares desconhecidos vá em frente. A sensação é libertadora. É uma mistura de alívio, orgulho e prazer inexplicável. E no final você vai notar que nem é tão complicado assim.

Fazer amigos faz parte da experiência mas é normal precisar de um tempo sozinho

No exterior é normal criarmos um “pequena família” com os novos amigos que vão surgindo pelo caminho, especialmente no início. E você provavelmente irá fazer muitas coisas com essas pessoas. Desde viagens até festas, aulas, supermercado e passeios.

Isso é ótimo para criar laços e fazer amizades que podem durar por muito tempo, mas dar um tempo às vezes é crucial até para manter a saúde dessas relações. Especialmente se você for dividir quarto com alguém. Arranjar tempo para você é fundamental!

É importante achar um balanço entre viajar para novos lugares e passar tempo na sua cidade do intercâmbio

Será que viajar todos os fins de semana realmente vale a pena? Não seria melhor aproveitar também a cidade que estará te recebendo como seu lar? Viajar lá fora é super barato e tenho certeza que você ficará louco para conhecer o maior número de cidades e países possível. Mas é bom se certificar em realmente conhecer sua host city. Esse é um dos maiores arrependimentos de quem já voltou: não ter separado tempo suficiente para conhecer verdadeiramente a cidade que os acolheu de forma tão incrível e inesquecível.

A maior verdade de todas é que quando seu intercâmbio acabar vai ser uma mistura louca de alegria, tristeza, espanto pela velocidade com que acabou, vontade de ver quem ficou pra trás no seu país de origem, saudade antecipada das amizades que foram feitas durante o intercâmbio… Será que você está pronto para isso? Que tal ir se preparando desde já com o apoio da nossa mentoria especializada? Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui.


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos