Nós sabemos que é difícil agradar a todos. Apesar disso, alguns tipos de viajantes acabam sendo bastante irritantes por onde passam. Se você quer descobrir quais são eles para evitar fazer igual, essa lista é exatamente para você! Confira quais são as atitudes que mais irritam os habitantes locais mundo afora.

8 tipos de viajantes mais irritantes

Leia com bastante atenção o texto abaixo.  Sabe por que? Quando você for fazer sua viagem dos sonhos, lembre-se de tudo isso e evite ser um desses tipos de viajantes. Sua experiência será muito melhor se você evitar reproduzir essas atitudes. Pode acreditar!

O viajante monolíngue

Aprender uma nova língua pode não ser a coisa mais fácil do mundo. E aplicar esse conhecimento com habitantes locais é ainda mais difícil, mas não é uma tarefa impossível! Mesmo assim, muitos viajantes simplesmente desistem de tentar e esperam que os nativos dos países mundo afora se comuniquem no idioma de quem está viajando. Isso é bastante irritante para algumas pessoas.Isso porque essa atitude pode pode ser vista como desrespeito ou desinteresse pela cultura local. Aprender pelo menos o básico do idioma do seu país de destino antes de embarcar é fundamental. 

O viajante ignorante

Normalmente, quando as pessoas vão para o exterior, elas pesquisam sobre o país que estão visitando, sobre a cultura local e sobre os monumentos que planejam ver. Não é o caso desse viajante. Ele não sabe nada sobre a história, o governo ou mesmo quais idiomas são falados no país anfitrião. Ele externa sua ignorância com comentários ofensivos que poderiam ser facilmente evitados com uma rápida pesquisa no Google!

O viajante comparador

Essa pessoa não pode desfrutar nada do país em que está sem comparar com a maneira como as coisas são no seu país de origem. Em vez de aproveitar uma nova cultura, ela precisa lembrar constantemente a todos como a sua própria cultura e seu país são incríveis. Isso vale para diversos quesitos, como culinária, transporte e tradições.

O viajante ofensivamente desavisado

Fazer um sinal positivo (como o “joinha”), não é um gesto positivo em todos os países. Mas essa pessoa nunca se preocupou em aprender isso. Ela está exibindo os polegares para cima como se não houvesse amanhã, completamente inconsciente de quão ofensivo isso possa ser. Mas isso não importa para ela: sua única preocupação é ficar bem nas fotos. E isso vale também pra outros gestos e comportamentos que no Brasil são considerados normais, mas em alguns países do exterior não. Então mais uma vez: pesquise! 

tipos-de-viajantes

Não exagere nas fotos!

O viajante que ignora as regras de etiqueta

Essa pessoa não fez sua pesquisa sobre as regras de etiqueta da cultura local antes de se aventurar pelo país. Sendo assim, ela pode acabar ficando perto demais ou muito longe durante as conversas. Ela pode ainda cumprimentar com um beijo em uma situação que exige um aperto de mão. Ela também começa a comer antes que todos estejam à mesa… Enfim, nesse caso, claramente algumas lições precisam ser aprendidas.

O viajante que tira fotos demais

Tirar fotos é uma parte importante de qualquer experiência de viagem. Algumas pessoas entendem quando é apropriado tirá-las. Mas esse cara não! Ele vai parar o trânsito para tirar uma foto de uma ponte. Ele também vai pedir aos clientes de um restaurante para tirar uma foto dele com a comida. Quando essa pessoa visitar monumentos históricos, ela vai ignorar os sinais que proíbem as câmeras. Aparentemente, para esse viajante nenhuma aventura é bem-sucedida a menos que sejam tiradas pelo menos 3 mil fotos.

O viajante intrometido

É bom ser sociável e querer fazer amizade com os habitantes locais, mas esse viajante passa dos limites. Ela quer conversar e trocar telefone com cada pessoa que conhece. Por ser estrangeiro, ele se sente com direito à amizade de todos. Afinal, quem não gostaria de ser amigo de alguém de fora?

O viajante que não sabe como se vestir

Esse tipo de viajante pode pender para os dois lados: o que exagera e o que ignora. No caso do que exagera, ele imerge tanto na cultura do país anfitrião que começa a se vestir demais como os nativos, virando quase uma caricatura. No segundo caso, o viajante simplesmente ignora todas as regras de etiqueta de vestimenta do país que está visitando. E sabe o que isso causa? Constrangimentos aos habitantes locais.

Intercâmbio com a UDI

Agora você já sabe quais são os tipos de viajantes mais irritantes. O próximo passo é planejar sua viagem sem medo de fazer feio lá fora. E se você ainda estiver em busca da sua oportunidade no exterior, a nossa mentoria está a postos para te ajudar a conquistá-la. Clique aqui e faça agora mesmo seu teste de perfil!

Quer acompanhar todos os nossos conteúdos? Então cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos