A Itália é famosa por sua história, cultura e arquitetura. Mas, se tem uma coisa que o mundo todo aprecia é a culinária italiana. Porém, como nem tudo se resume a pizza e macarrão. Trouxemos 9 pratos italianos que você deve provar quando for fazer o seu intercâmbio ou viajar por lá!

9 pratos italianos para provar

9 pratos italianos para provar 1

Cotoletta alla Milanese (Lombardia)

Esse prato gera muito debate, desde que foi criado. Seria uma invenção de Milão ou de Viena? Segundo as escrituras de monges antigos, foram as tropas austríacas que copiaram a receita quando chegaram em Milão e criaram o Wiener Schnitzel, não o contrário. A costeleta típica vem com o osso (ou seja, o da costela) e é feita à milanesa e frita na manteiga.

9 pratos italianos para provar 2

Pesto alla Genovese (Gênova)

Hoje em dia, você acha pesto na prateleira de qualquer supermercado, até mesmo aqui no Brasil. No entanto, você vai se surpreender quando provar o original, na região da Ligúria. Se quiser fazer em casa, também é fácil: você só precisa manter um pequeno vaso de folhas de manjericão na varanda e seguir a receita tradicional.

9 pratos italianos para provar 3

Arrosticini (Abruzos)

Arrosticini são simples espetos de carne de ovelha em tamanho pequeno. Não há quem passe por Abruzos, que não experimente e se delicie com esse espetinho. Quantos você acha que consegue comer de uma vez só?

9 pratos italianos para provar 4

Piadina Romagnola (Rimini)

A piadina é uma comida italiana de rua. Depois de experimentar, você vai ficar se perguntando como um círculo achatado feito de farinha e água, recheado com queijo squacquerone cru e rúcula pode ser tão bom.

9 pratos italianos para provar 5

Fegatini alla Veneziana (Veneza)

O bife de fígado não é uma unanimidade entre os paladares. Mas se você quiser experimentar pela primeira vez, uma ótima dica é começar pela receita típica veneziana. O prato é tão antigo que remonta ao tempo do Império Romano. No entanto, o tempo passou, e hoje o fígado cozido com cebola é um símbolo de Veneza.

9 pratos italianos para provar 6

Canederli (Trentino-Alto Adige)

Esse prato é típico da região da fronteira italiana com a Áustria e a Suíça. Inclusive é bem difícil encontrá-lo fora dessa área. De qualquer forma, deve estar no topo da sua lista se você passar por lá. São bolinhos grossos feitos de pão com sal e queijo, servidos com um caldo ou com manteiga derretida.

Pratos-italianos-para-provas-Maialino SardoMaialino Sardo (Sardenha)

O porceddu da Sardenha, feito com leitão assado, é uma experiência única, quase um monumento à gastronomia italiana. Como de costume, a preparação deve seguir regras rígidas: o porco deve ser alimentado com leite, cozido verticalmente e sem especiarias e marinadas. Com certeza deve ser experimentado pelo menos uma vez na vida!

pratos-italianos-para-provar-CannoliCannoli Siciliani (Sicília)

Agora vamos para as sobremesas, embora um verdadeiro cannoli siciliano quase conte como uma refeição completa. Esses tubos fritos cheios de ricota têm uma variedade de sabores e cores, mas os clássicos são aqueles com uma pitada de pistache, chocolate ou laranja cristalizada.

Gianduiotto (Torino)

Esse prato é definitivamente um símbolo de Turim. O gianduiotto é um pequeno chocolate em forma de navio de cabeça para baixo, feito de gianduia, que, por sua vez, é o resultado da mistura de cacau com avelã da região do Piemonte. O nome e o formato desse doce vêm do chapéu de Gianduja, um famoso personagem da região.

Pratos-Italianos-para-provar-Gianduiotto

E esses são apenas alguns dos pratos italianos para provar…

Pode falar a verdade: depois de tanta comida boa deu até mais vontade de estudar na Itália não é? E olha que esses são apenas alguns dos pratos italianos para provar. Agora só falta mesmo conquistar a sua oportunidade na terra do Coliseu. Mas com a nossa mentoria especializada isso pode ser mais fácil do que você imagina. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  

 

 


Matheus Tomoto

Matheus Tomoto

Estudou em escola pública, aprendeu inglês sozinho em 3 meses, foi aceito nas 10 melhores faculdades dos Estados Unidos, trabalhou no MIT (melhor faculdade de tecnologia do mundo), é embaixador da Youth Assembly no Brasil, recebeu proposta da NASA e é ex-fellow de HARVARD. É escritor, palestrante e mentor de pessoas que desejam buscar sua oportunidade no exterior.