A cidade de Nova York tem o skyline mais famoso do mundo, por isso é fácil esquecer que, embaixo de tantos edifícios icônicos, existe uma cidade repleta de arte, cultura, pessoas e, sim, muitos segredos ocultos. Não, não estamos dizendo para você não conhecer as atrações clássicas da cidade, como a Estátua da Liberdade, o Empire State Building, o Central Park e a Times Square. Estamos falando para você dar uma chance para esses destinos turísticos desconhecidos de Nova York que, com toda certeza, merecem uma visita. Alguns, aliás, são muito mais acessíveis do que você possa estar imaginando. Vamos a lista!

1. City Hall Station

Todo o turista que pega a linha 6 do metrô no centro de Nova York tem como parada final a ponte do Brooklyn, que faz a ligação entre o distrito de mesmo nome e Manhattan. Mas se você resolver permanecer no vagão ao final da viagem terá uma grata surpresa. No caminho de volta ao centro de Manhattan, o metrô faz uma parada em uma estação muito especial, que na verdade é um dos lugares mais fascinantes e lendários de Nova York: o City Hall Station, também conhecida como a primeira estação de metrô da cidade.

Inaugurada em 1904, a pequena estação é uma das mais bem projetadas da cidade, com uma arquitetura neorromânica e abóbadas de azulejos desenhadas pelo famoso arquiteto catalão Rafael Guastavino. Ironicamente, a graciosa curva da plataforma responsável por parte do seu charme também foi sua ruína. Com o aumento do número de passageiros no metrô em meados do século 20, o número de vagões e plataformas teve que ser prolongado – um trabalho que seria difícil de concluir no City Hall Station justamente por conta de sua plataforma curvilínea. Além disso, na mesma época a ponte do Brooklyn passou a receber um tráfego muito maior de veículos, o que também ajudou a diminuir o volume de passageiros na estação.

Agora desativada, o City Hall Station é quase uma estação fantasma e uma verdadeira cápsula do tempo que transporta os visitantes para uma era muito mais elegante (e menos cheia!). Se você ficou interessado em conhecer esse lugar, fique sabendo que esse método de permanecer no trem até ele virar é considerado ilegal rs. O recomendado é se inscrever em um dos (raros) passeios liderados pelo New York Transit Museum. Fique de olho para conferir as próximas visitas.

destinos-turísticos-desconhecidos-de-nova-york

O City Hall Station é um dos mais icônicos destinos turísticos desconhecidos de Nova York

2. High Bridge no Harlem

A High Bridge é uma das primeiras visões que os visitantes têm ao chegar em Nova York. Construída em meados do século XIX como parte do aqueduto de Croton, essa ponte já transportou água de Westchester para Manhattan. Hoje, é uma atração interessante principalmente para quem curte caminhadas e parques. O acesso público à ponte para visitantes foi reaberto em 2015, depois de ficar fechados desde 0s anos 70 do século XX. Para chegar lá, pegue o trem 1 até o número 168 da estação Washington Heights. Depois caminhe até o Highbridge Park. De lá, você pode atravessar a ponte em sentido ao Bronx e se preparar para ter uma das vistas mais deslumbrantes e únicas da cidade. Não se esqueça de tirar muitas fotos!

3. Rooftop Garden no Rockefeller Center

Você provavelmente conhece o Rockefeller Center, um dos arranha-céus mais emblemáticos da cidade. Mas escondido no topo deste marco está um dos mais encantadores destinos turísticos desconhecidos de Nova York – o jardim que fica na cobertura do edifício, um verdadeiro oásis natural no topo de uma das cidades mais urbanizadas no planeta.  Para conhecer essa parte do prédio você tem duas opções: alugar o espaço para um evento privado ou participar da visita guiada do Rockefeller Center. De qualquer forma, não é possível fazer essa visita de forma gratuita, mas a segunda opção com certeza vai sair muito mais em conta.

destino-turísticos-desconhecidos-de-Nova York-Rooftop

4. “Galeria dos Sussurros” no Grand Central Terminal

A Estação Central de Nova York já é bem conhecida, sendo cenário de inúmeros filmes ao longo da história. O que pouca gente conhece é a chamada “Galeria dos Sussurros”, um arco que fica bem em frente ao famoso Oyster Bar & Restaurant, no saguão de refeições do terminal. Se duas pessoas estiverem em extremos opostos do arco, elas podem falar contra a parede e fazer com que o parceiro ouça o que está sendo dito do outro lado. Não fique muito surpreso se você se deparar com um pedido de casamento por lá, mas é mais provável que você encontre outros visitantes curiosos.

5. Ruínas do Hospital da Varíola na Ilha de Roosevelt

Existem muitos prédios abandonados ao redor da Big Apple, mas apenas alguns deles foram oficialmente designados como marcos históricos da cidade. O Hospital da Varíola Renwick, do século XIX, em Roosevelt Island é um deles, sendo um dos  destinos turísticos desconhecidos de Nova York mais charmosos hoje em dia. Mas a história desse prédio de charmosa não tem nada…

Pouca gente sabe, mas Nova York foi um dos lugares que mais sofreu com a epidemia de varíola devido à densidade de sua população e ao fato de receber muitos imigrantes da Europa todos os anos. O hospital foi construído na ilha de Roosevelt porque, na época, essa era uma área pouco povoada da cidade, o que facilitava a quarentena dos pacientes enviados pra lá. A arquitetura neogótica do edifício é maravilhosamente assustadora e sua história faz desse um lugar imperdível para  os turistas que gostam de conhecer o passado das cidades que visitam

Para chegar lá, pegue o teleférico Roosevelt Island Tramway no cruzamento da 60th Street com a 2nd Ave, e “sobrevoe” o East River até a Roosevelt Island. É uma viagem curta, mas as vistas lá de cima por si só são impressionantes e já fazem valer a pena todo o passeio. E o melhor é que a viagem custa o mesmo que uma tarifa normal de metrô.

Depois de chegar à ilha, siga na direção sul e você irá dar de cara com o antigo prédio, que é cercado por risco de desabamento. Ou seja, essa não é uma atração para ser visitada por dentro, e sim apreciada de fora, de preferência a uma certa distância.  Mas pode acreditar: a visita vale muito a pena.

destinos-turísticos-desconhecidos-de-nova-york-Hospital

As ruínas do Hospital da Varíola com certeza é um dos destinos turísticos desconhecidos de Nova York mais assustadores

6. Fragmento do Muro de Berlim na Madison Avenue

E se eu te disse que um dos destinos turísticos desconhecidos de Nova York  mais interessantes não é tipicamente nova-iorquino? Com certeza você já ouviu falar sobre o Muro de Berlim, que dividia a capital alemã em dois lados e que foi derrubado n0 final da década de 80, certo? Mas sabia que um pedaço desse muro está até hoje em exposição do outro lado do Oceano Atlântico?

Ao virar a esquina do Museu de Arte Moderna (MoMA), você verá um segmento de cinco painéis do famoso muro, localizado no saguão de entrada de um prédio no número 520 da Madison Avenue. Embora seja possível encontrar fragmentos do Muro de Berlim em todo o mundo, esta é uma das maiores seções ainda intactas. A laje, que foi comprada diretamente do governo da Alemanha Oriental pelo magnata do setor imobiliário Jerry Speyer, costumava ficar do lado de fora do prédio (como na foto abaixo). Por motivos de segurança, ela foi movida para o interior do saguão.  Mas não se preocupe: o espaço é aberto ao público 24 horas por dia, todos os dias!

destinos-turísticos-desconhecidos-de-nova-york-Muro-de-Berlim

Um dos destinos turísticos desconhecidos de Nova York na verdade é alemão!

7. Speakeasies

A proibição federal de álcool durante a Lei Seca nos Estados Unidos na década de 1920 obrigou os nova-iorquinos a levarem suas festas para o submundo e a portas fechadas. Essa tendência deu origem a alguns dos lugares secretos mais lendários de Nova York – os Speakeasies. Atualmente, a regulamentação do consumo e venda de álcool é muito mais relaxada, mas, na última década, a nova onda de bares (essencialmente pequenos bares de coquetéis com portas ocultas e/ou não identificadas) virou um dos grandes marcos da capital do mundo. Você pode encontrá-los em diferentes lugares da cidade, como o Bathtub Gin na 9th Ave, no Chelsea ou o Back Room em Lower Manhattan. Um dos mais famosos é o Please Don’t Tell (PDT), no East Village em Manhattan. O bar é tão escondido que para visitá-lo é preciso passar por uma cabine telefônica que fica dentro de uma lojinha de hot dogs chamada Crif Dogs (o cachorro-quente de lá, aliás, é muito bom!). 

Universidade de Intercâmbio

Quais desses destinos turísticos desconhecidos de Nova York mais te agradaram?E que tal, ao invés de apenas visitar, você conquistar uma ótima bolsa de estudos em uma universidade da cidade? Nós podemos te ajudar com isso através da nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui.

.


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.