Independente da razão da sua viagem para os Estados Unidos, é preciso providenciar o visto para entrar no país. No caso de estudos (como intercâmbio), ou de passeios, é necessário tirar o visto de não-imigrante. Para não ficar dúvidas nessa hora, separamos o passo a passo de como tirar o visto americano. E o melhor: vamos te contar alguns segredos para tirar o visto americano sem maiores problemas.

Esse tipo de visto permite que você vá para os Estados Unidos para turismo, estudos, negócios, tratamento médico e alguns tipos de trabalho temporário. É importante lembrar que, de acordo com a embaixada dos EUA no Brasil, a emissão do visto não garante a sua entrada no país. Ou seja, ao chegar lá, você ainda vai ter que passar por uma entrevista com um funcionário da alfândega.

Confira agora o passo a passo do processo de obtenção do visto americano:

Passo 1: Preencha o formulário de solicitação do visto americano

O primeiro passo é bem simples. Você tem apenas que preencher o formulário do visto DS-160. A solicitação é toda feita em inglês, inclusive as perguntas. Apesar disso, ao passar o cursor do mouse sobre elas,  a tradução aparece automaticamente.

Ao final de cada página do formulário, você pode salvar o que já foi preenchido para não perder. É importante guardar o número do Application ID. Isso porque ele te permite voltar para o formulário, caso tenha que sair.

Faça o preenchimento com bastante calma e atenção. Na maioria das vezes, os vistos são negados por erros nas respostas do formulário.

Depois de terminar de preencher, você vai ser redirecionado para uma página de confirmação. Portanto, uma dica é já imprimir essa página porque você vai precisar dela no futuro. Para ajudar, o governo norte-americano disponibiliza uma página para esclarecer as dúvidas sobre o formulário de solicitação.

Passo 2: Agende sua entrevista

Com o formulário preenchido, você vai precisar agendar a sua entrevista (e pode ser mais de uma!). O agendamento pode ser feito pelo site do departamento de emissão de vistos do governo americano.

Lá, você vai criar um cadastro e emitir um boleto para o pagamento da taxa do visto americano ou pagar direto com um cartão de crédito. Mas atenção: esse cartão deve ser internacional.

Depois, você já pode agendar sua entrevista no Centro de Atendimento ao Solicitante de Visto (CASV). Nesse momento, tenha em mãos o formulário do DS-160, para adiantar o processo. Ao todo, são seis unidades do CASV no Brasil, sendo uma em Brasília(DF), uma em Belo Horizonte (MG), duas em São Paulo (SP), uma em Recife (PE) e uma no Rio de Janeiro (RJ). Imprima também a folha de confirmação do agendamento.

Passo 3: Compareça à entrevista

No dia e horário agendados, vá ao CASV com todos os seus documentos (não esqueça do passaporte!) e as fichas de confirmação, tanto do formulário quanto do agendamento. Lá, você vai ter que tirar fotos e, além disso, vão ser colhidas as suas impressões digitais.

Caso sua solicitação de visto seja aprovada, você vai receber seu documento em casa, no endereço informado no formulário do DS-160. No entanto, você pode pedir para retirar o visto no próprio CASV, se preferir. Nesse caso, vai precisar agendar um dia para a retirada, no mesmo site que pediu o agendamento da entrevista. De qualquer forma, o visto leva cerca de 10 dias úteis para ficar pronto.

Mas e como garantir com 100% de certeza que o seu visto será aprovado?

É possível garantir com 100% de certeza que você vai conseguir tirar o visto americano? Ninguém tem o poder de te afirmar isso porque é mentira! Também não é necessário contratar o serviço de nenhuma “agência especializada” nesse serviço para te ajudar no processo. Pode ter certeza que eles irão fazer exatamente a mesma coisa que você faria se tivesse um pouco de conhecimento sobre o assunto.

Vamos recapitular todo o processo pra entender porque essa afirmação é falsa

Primeiro você pega o seu passaporte na Polícia Federal. Depois você entra no site do Consulado Americano para fazer o seu agendamento e, nessa fase, é necessário preencher várias informações. E é aí que já começa o grande segredo: na hora de preencher essas informações, como o site é inteiro em inglês, muita gente acaba achando que essa etapa não é tão importante e colocando informações erradas.  E AÍ JÁ ERA!

Erro fatal 1: mentira e contradição

Se o seu entrevistador te perguntar alguma coisa na hora da entrevista e você responder de uma forma diferente do que está escrito lá no formulário suas chances vão para o ralo na hora. E isso acontece porque a primeira coisa que o seu entrevistador vai pensar se você se contradizer nas respostas, é que você não está agindo com boas intenções. E pior: que você está tentando esconder algumas coisa para conseguir o visto.

Erro fatal 2: falta de atenção na hora de tirar o visto

Não prestar atenção no tipo de visto que você precisa tirar pode prejudicar todo o seu palejamento para ir pros EUA. Por exemplo, se você vai tirar o visto tipo B (de turismo), é exatamente isso que você tem que por na sua aplicação e falar na entrevista, Você tem que dizer exatamente o que você está indo fazer lá! E o mesmo vale pra quem tá indo estudar. Se você for aplicar pra um visto de estudante e acabar escolhendo o tipo de visto errado, suas chances de ser reprovado mesmo com a carta convite da faculdade americana, são altíssimas! Não se esqueça que a função do cara que vai estar te atendendo é impedir o maior número possível de pessoas nos Estados Unidos. Então ele só vai liberar quem realmente tiver com TODA a documentação ok. Não tem jeitinho, não tem MAS, não tem atalhos.

Então estude bem o tipo de visto que você precisa tirar e prepare toda a documentação necessária. Lembrando que cada tipo de visto exige coisas diferentes. Se você é turista você vai precisar de documentos específicos. Se você tá indo como estudante, tem dois tipos de visto pra essa categoria e você precisa providenciar os documentos exatos. Quem vai pra fazer Summer Job já é outra coisa… e assim por diante!

Uma dica para conseguir tirar o visto americano de turista

O papel do consulado e do seu entrevistador é barrar todo mundo que pode oferecer algum perigo para os Estados Unidos, mesmo que esse perigo seja o de ficar ilegal no país. Eles querem garantir que em algum momento você vai retornar para o Brasil. Agora, supondo que você tirou seu passaporte pela primeira vez, ele vai estar totalmente em branco. E se você não tiver nada no seu nome (como casa e carro) isso pode ser um sinal de atenção.

Mas o que fazer nesse caso? Os caras lá só acreditam em dados, não tem espaço pra historinhas. A dica então é viajar para outros países antes de ir para os Estados Unidos. Aproveite, por exemplo, esses países mais próximos da América do Sul pra viajar e ganhar carimbos no seu passaporte. Com esses carimbos você consegue comprovar pra eles que você é um viajante. Que você é um cara que vai pra outros países e não faz nada de errado.

Quanto mais países você tiver conhecido, mais chances você terá de conquistar um visto dos EUA. Mas isso se aplica para quem estiver indo como turista. Porque se você for pela primeira vez para os EUA com o visto de estudante ou trabalho, você terá tantos documentos comprovando que está tudo certinho que as chances de tudo dar cento são gigantescas!

Dica final: não minta de maneira nenhum em nenhuma circunstância

Já falamos isso mas nunca é demais reforçar: não minta de maneira nenhuma! Não tente enrolar os caras. Sempre faça tudo certinho e preste atenção em tudo o que eles vão mandar por e-mail. Todo detalhe é importante! Não faça nada na pressa porque se tiver qualquer informação divergente já era. E se você mentir então pior ainda… Sabe o que é pior do que não passar na entrevista de visto por alguma informação que faltou ou porque não passou tanta confiança? É você mentir e ter um carimbo vermelho que vai te impedir de conseguir seus visto nos próximos anos. Não se esqueça que quem tiver lá te entrevistando é especializado em identificar mentiras. Então não se faça de esperto!

Agora que você já sabe todo o passo a passo para tirar o visto americano, já pode planejar sua viagem ou até mesmo seu intercâmbio no país. E com isso a nossa mentoria especializada pode te ajudar ainda mais. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  

 


Matheus Tomoto

Matheus Tomoto

Estudou em escola pública, aprendeu inglês sozinho em 3 meses, foi aceito nas 10 melhores faculdades dos Estados Unidos, trabalhou no MIT (melhor faculdade de tecnologia do mundo), é embaixador da Youth Assembly no Brasil, recebeu proposta da NASA e é ex-fellow de HARVARD. É escritor, palestrante e mentor de pessoas que desejam buscar sua oportunidade no exterior.