4 melhores escolas de Comunicação nos EUA

Seu sonho é estudar Jornalismo, Publicidade e Propaganda ou algum outro curso da área de Comunicação nos EUA? Então temos uma boa notícia: algumas das melhores escolas desse segmento no mundo estão por lá. Ficou interessado(a)? Então confira a nossa lista com as melhores faculdades de Comunicação dos Estados Unidos de acordo com o QS World University Rankings 2019.

4 melhores escolas de Comunicação dos EUA

1º – Stanford University

O Jornalismo faz parte do currículo de Stanford desde 1893. Porém, no início dos anos 1950, a universidade reuniu uma comunidade pioneira de pesquisadores em Comunicação e fundou o Departamento de Comunicação. A partir daí, o departamento começou a enfatizar pesquisas de ponta que poderiam produzir não apenas novas maneiras de ver as coisas, mas mudanças práticas na vida humana.

Hoje o departamento segue com uma grade bastante interdisciplinar. A pesquisa, por lá, abrange os campos da Ciência Política, Psicologia, Sociologia e Economia, além, é claro, da Comunicação. Seu corpo docente inclui profissionais premiados em Jornalismo Digital, além de ex-chefes de agências do New York Times e do Washington Post, por exemplo. Não é por acaso que Stanford é a casa  da melhor escola de Comunicação nos EUA!

2º – University of Southern California (USC)

Escola-de-Comunicação-da-University-of-Southern-California

Escola de Comunicação da University of Southern California

A faculdade de Comunicação da USC é chamada de Annenberg School for Communication and Journalism. Originalmente fundada em 1971, o órgão foi reorganizado em 1994 para incluir a Escola de Jornalismo e o Departamento de Artes da Comunicação.

Hoje, a USC Annenberg é uma das líderes globais em educação e bolsa de estudos. O seu corpo discente é formado por cerca de 2.300 estudantes de graduação e pós-graduação. Além disso, a faculdade tem um corpo docente de acadêmicos renomados mundialmente. Eles são distribuídos internamente entre as turmas de Comunicação, Jornalismo e Relações Públicas da faculdade.

Baixe agora o nosso guia “Melhores Faculdades dos Estados Unidos por curso”

3º – University of Texas at Austin

Entrada-da-Escola-de-Comunicação-da-Universidade-do-Texas

Entrada da-Escola de Comunicação da Universidade do Texas

Na Universidade do Texas, em Austin, a faculdade de Comunicação é chamada de Moody College of Communication. Ela foi fundada em 1899, sob o nome de Department of Public Speaking. A Escola de Jornalismo, por sua vez, foi estabelecida em 1914. 

Hoje em dia, os cursos oferecidos na faculdade são os de Publicidade, Relações Públicas, Comunicação e Liderança, Ciências da Comunicação, Jornalismo e Cinema na Televisão. Por lá, eles priorizam a busca de visões ousadas e soluções brilhantes que influenciam a forma como o mundo se conecta.

4º – University of California (Berkeley – UCB)

O curso de Estudos de Mídia da Universidade da Califórnia, em Berkeley, é um programa de graduação interdisciplinar. O corpo docente da instituição vem de uma variedade de áreas do conhecimento. Dessa forma, os professores da UCB levam perspectivas e métodos de seus respectivos campos para a análise dos meios de comunicação de massa.

Dessa forma, o curso combina tradições de Antropologia, Sociologia, Ciência Política e Jornalismo com a teoria contemporânea de estudos críticos e culturais. O objetivo principal dessa junção é analisar e avaliar o papel e o impacto da mídia na contemporaneidade. Os alunos aprendem a analisar os efeitos da mídia de um modo único. Mas não é só isso! Eles também estudam como considerar o seu impacto nas política públicas.

Agora você já conhece as melhores faculdades de Comunicação nos EUA. Está pronto(a) para realizar seu sonho de estudar em uma delas? Nossa mentoria especializada pode te ajudar em todo o processo. Ficou interessado(a)? Então faça agora mesmo o seu teste de perfil! Basta você clicar aqui!

Quer acompanhar todos os nossos conteúdos aqui do Blog? Cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal.

Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.