Como economizar com as passagens?

Um dos principais gastos para quem vai fazer um intercâmbio no exterior são as passagens aéreas.  Não importa se o destino final é a Argentina ou a Austrália, a primeira preocupação que temos quando pensamos em viajar é como fazer para economizar com as passagens e não ultrapassar o orçamento. Confira agora nossas dicas de como fazer isso e já começar a preparação para o seu intercâmbio com o pé direito.

4 dicas para economizar com as passagens:

1. Tente ser o mais flexível possível

Para conseguir economizar com as passagens o grande segredo é ser flexível. A começar pelas datas. Se você tem um dia certo para começar seu intercâmbio, tente ir algumas semanas antes. Dessa forma você terá uma margem de flexibilidade maior. Fique atento também aos horários dos voos. Geralmente os que acontecem em horários menos atrativos, como a madrugada, por exemplo, tendem a sair mais em conta. Evite voos aos fins de semana, que são geralmente mais caros.

Outro ponto importante: conexões. Quase ninguém gosta de ter que trocar de avião durante uma viagem, mas se sua intenção é poupar um dinheirinho, pode ser necessário. Voos com uma ou mais conexões tendem a ser mais baratos. Por fim, preste atenção também no aeroporto do desembarque. Antes de iniciar a compra procure saber quais são os aeroportos internacionais mais próximos da sua cidade de destino, mesmo se ela já contar com um aeroporto próprio. Em alguns casos pode sair mais barato pousar em outra cidade.  Se você estiver indo, por exemplo, para Bruxelas, procure por voos com destino a Amsterdã. Se o seu destino for Lisboa, cheque as opções até o Porto. Você pode ter que completar a viagem com um trecho de ônibus ou trem, mas o custo final pode compensar e muito.

2. Use ferramentas de busca online (mas não compre por elas)

Isso mesmo. A internet está cheia de buscadores de passagem que podem simplificar o seu processo de pesquisa. Alguns oferecem a possibilidade de procurar passagens e comparar os preços em datas diferentes da desejada. Ou buscar pela passagem ideal sem um destino final definido. Enfim, os recursos são vários. No entanto alguns desses buscadores cobram taxas referentes ao serviço se você comprar direto por eles. A dica é pesquisar a passagem por eles mas efetuar a compra diretamente no site da companhia aérea.

Outra ferramenta muito útil disponibilizada por alguns desses buscadores é a criação de alertas de alteração de preço. Dessa forma é possível acompanhar as variações nos valores. Três dos mais populares são o Skyscanner, o Google Flights e o Kayak. Vale também fazer a mesma pesquisa em diferentes buscadores, uma vez que os preços entre eles podem ser diferentes.

3. Compre com antecedência

Dizem que quanto mais cedo é a realizada a compra da passagem mais barata ela fica. Isso é verdade, mas parcialmente. De fato, para voos internacionais o ideal é comprar as passagens com 1 a 5 meses de antecedência. Mais que isso pode ser pouco útil em termos práticos porque as companhias aéreas ainda sequer estarão com as passagens a venda para aquela data específica.

4. Limpe o histórico do seu navegador 

O seu histórico de buscas pode depor contra você na hora de comprar suas passagens. As companhias conseguem rastrear suas pesquisas e, através disso, determinar os preços visíveis na hora da busca. O ideal é sempre utilizar o modo anônimo do seu navegador toda vez que você for procurar por passagens ou limpar o seu histórico de buscas constantemente.

Está vendo como é possível economizar com as passagens na hora da compra? Para se dar bem nesse e em outros aspectos da sua viagem de intercâmbio uma dica decisiva é procurar a ajuda da nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui.

Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.