Você está ou pretender fazer um curso de graduação ou pós-graduação fora do Brasil? Então com certeza chegará uma época em que você deverá se dedicar a produzir algum tipo de  trabalho de conclusão para finalizar sua formação. Geralmente esse trabalho consiste em um projeto de pesquisa ou, em outras palavras, uma dissertação no exterior sobre um tópico de escolha do estudante. Produzir esse tipo de trabalho pode potencialmente ser uma experiência estressante, mas isso só se você não souber administrar o seu tempo com eficiência.

Muita gente, justamente por sentir que o tempo para produzir esse trabalho é grande o bastante, acaba empurrando com a barriga e deixando para começar a pensar nessa parte tão importante do curso já quando o prazo final está perto do fim. Mas você não vai querer ser uma dessas pessoas, certo? O grande segredo é tentar cumprir os prazos e, para te ajudar com isso, separamos essas 6 dicas de gerenciamento de tempo para fazer sua dissertação no exterior.

dissertação-no-exterior

1. Crie uma timeline para sua dissertação no exterior

Seja em um calendário, em um pedaço de papel ou mesmo no seu telefone, criar uma timeline (“linha do tempo”) é uma excelente maneira de acompanhar seu progresso. Para fazer isso, divida sua dissertação em várias seções e decida um tempo aproximado para cada uma delas terminar. Mas atenção: é importante ser realista sobre esses horários, caso contrário, você não os seguirá ou ficará rapidamente exausto mentalmente.

Definir metas realistas pode ajudá-lo a se sentir motivado e menos estressado, pois você estará dividindo todo o trabalho de forma mais alcançável e não se sobrecarregará.

6 dicas de gerenciamento de tempo para fazer sua dissertação no exterior 1

2. Estruture horários regulares durante a semana para escrever sua dissertação

Ao contrário da crença popular, você não precisa escrever sua dissertação todos os dias, desde que faça isso regularmente. Defina um horário estruturado para trabalhar em sua dissertação – da mesma maneira que você  faz, por exemplo, para fazer seus exercícios físicos. Embora seja importante dedicar algum tempo à sua dissertação, vale sempre lembrar que o mais importante é a qualidade do trabalho que você irá produzir e não o número de horas que você irá gastar fazendo isso.

Dito isso, algumas pessoas são mais produtivas de manhã e a tarde e  outras preferem um padrão de trabalho mais irregular, por exemplo, durante a noite ou madrugada. Então decida o que é melhor para você e tente criar uma espécie de rotina de produção dentro dessa preferência.

3. Faça sua pesquisa

Comece fazendo uma lista das fontes que você deseja usar em sua dissertação no exterior. Use as sugestões do seu supervisor e acesse a biblioteca da sua universidade para ver quais são os livros disponíveis. Use também recursos online: o Google Scholar, por exemplo, é um bom lugar para fazer esse tipo de pesquisa.

O próximo passo é começar a ler suas fontes, certificando-se de fazer anotações e gravar títulos e números de páginas. Isso facilitará muito no futuro quando você tiver a necessidade de referenciar essas fontes.

6 dicas de gerenciamento de tempo para fazer sua dissertação no exterior 2

4. Priorize suas tarefas

Priorizar é a chave quando se trata de escrever dissertações! Decida quais são as tarefas mais importantes e faça delas as suas principais prioridades (e não esqueça de ver na sua timeline as partes que precisam ser concluídas primeiro).

Escreva uma lista de tarefas menores e menos demoradas, para que, quando precisar de uma pausa no que estiver fazendo, você possa voltar para elas. Dessa forma, você estará sendo produtivo mesmo quando estiver procrastinando. Também pode ser bom ter um bloco de anotações à mão para anotar todas as ideias interessantes que forem surgindo enquanto você estiver escrevendo, assim você pode voltar nelas mais tarde.

6 dicas de gerenciamento de tempo para fazer sua dissertação no exterior 3

5. Mantenha seu supervisor informado

Para escrever a sua dissertação no exterior, você terá um supervisor que o guiará durante todo o seu projeto. Essas pessoa geralmente estará disponível para te ajudar com qualquer problema que possa surgir. Portanto, não exite em fazer perguntas e tirar dúvidas quando elas surgirem.

Também é importante manter seu supervisor atualizado sobre tudo o que estiver sendo feito. Relatar o seu progresso será uma  motivação não só para você como também para ele e, além disso, você ainda poderá receber vários feedbacks úteis para o desenvolvimento e melhoria da sua pesquisa/projeto.

6. Apenas escreva

A forma como você irá produzir sua dissertação no exterior dependerá exclusivamente de você. Algumas pessoas preferem terminar todas as suas pesquisas antes de começar a escrever, enquanto outras preferem começar a escrever e continuar suas pesquisas quando necessário.

Lembre-se de que, ao começar a escrever, pode parecer evidente que você precise fazer mais pesquisas; portanto, reserve tempo suficiente para isso em sua programação. Você também pode começar a escrever e perceber imediatamente que isso está longe de ser o seu melhor trabalho. Mas mesmo se for esse o caso, continue! Nunca se esqueça que os momentos aparentemente não muito bons também podem ser momentos de progresso. E sempre haverá a possibilidade de editar e fazer melhorias em outros momentos.

6 dicas de gerenciamento de tempo para fazer sua dissertação no exterior 4

Universidade de Intercâmbio

Agora você já sabe como fazer a  sua dissertação no exterior aproveitando o seu tempo da maneira mais prática e produtiva possível. Mas calma… você ainda não conquistou sua oportunidade lá fora? Então procure o apoio da nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui.


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos