Você já esqueceu completamente da data de um teste importante na escola/faculdade, só conseguindo dar aquela revisada super rápida no dia anterior? Ou pior, você já procrastinou (deliberadamente e conscientemente) o máximo possível até chegar aquele momento desesperando de passar o olho no conteúdo da prova faltando apenas algumas horas para fazê-la? Pode acreditar: você não é o único. Todos nós (ou quase todos) já passamos por isso pelo menos uma vez na vida. Em inglês, esse ato de deixar todo o conteúdo pra estudar de última hora (absorvendo o máximo de informação possível) é conhecido como “cramming”. Mas será que isso funciona?

estudar-de-última-hora
Foto: Wes Hicks/Unsplash

Vou contar um segredo pra vocês… Quando eu estava na escola, já deixei várias vezes para estudar para algumas provas (principalmente de matérias que eu tinha facilidade) apenas na véspera (no dia anterior). E quando o conteúdo era um pouco mais difícil, acordava mais cedo no dia do teste pra dar aquela última revisada geral – e ia fazendo isso no ônibus a caminho da escola.

Eu ficava bastante cansado mas no fim das conta conseguia tirar ótimas notas. Mas será que era só sorte minha ou realmente isso pode ser uma boa “tática”? Ou não passa de uma completa loucura?

Por que estudar de última hora pode funcionar?

A revisão de assuntos imediatamente antes de um exame pode (em teoria) te permitir se lembrar de informações a curto prazo e memorizá-las pelo tempo suficientemente necessário até o momento do teste.

No entanto, isso provavelmente significa que você não terá conexões duradouras com o conhecimento adquirido e não desenvolverá um entendimento profundo das informações. Ou seja, dificilmente irá aprender de verdade, já que muito provavelmente irá esquecer de tudo assim que entregar o teste nas mãos do professor.

Em outras palavras, essa técnica pode funcionar do ponto de vista da nota mas não do aprendizado, então só faça isso como um último recurso.

https://giphy.com/gifs/homer-simpson-the-simpsons-reaction-q1mHcB8wOCWf6

Por que estudar de última hora pode não funcionar?

Há muitas razões para não estudar de última hora para um exame. Eu sei que você não quer ouvir isso mas aqui vão as principais delas:

Razão 1: estudar de última hora é, basicamente, tentar enfiar uma carga gigante de informações na sua memória em um espaço de tempo bastante curto. Isso aumenta os níveis de estresse e pode te levar a uma crise de ansiedade, causando até o efeito contrário ao que você pretende. O que significa que você pode simplesmente travar e esquecer de tudo na hora de fazer sua prova.

Razão 2: estudar de última hora geralmente resulta em um tempo de sono reduzido. Se você fizer como eu, por exemplo, e acordar cedo no dia da prova pra dar aquela última revisada, pode acabar tendo um desempenho ruim no teste por conta de uma possível queda de concentração.

Se você deixar pra estudar de última hora mesmo assim…

…Tente pelo menos fazer isso da maneira mais eficaz possível. Por exemplo, ler um livro até adormecer na sua mesa por exaustão provavelmente não será a melhor maneira de se preparar. Ao invés disso, faça uma lista dos pontos mais críticos que você precisa aprender antes do exame.

É importante ser realista sobre isso – se você deixar pra estudar de última hora (na noite anterior, por exemplo), dificilmente terá tempo para absorver absolutamente todas as informações. Então é melhor priorizar e revisar os tópicos mais importantes adequadamente do que tentar dar conta de tudo e acabar não aprendendo nada.

https://giphy.com/gifs/MSUMoorhead-dragons-msum-minnesota-state-university-moorhead-m9dgPfmQyhOhO7vqUF

Uma boa dica é revisar trabalhos e provas anteriores, além de resumos e folhas de fichamento. Falando por experiência pessoal, na minha época de escola/faculdade, as informações que eu ia aprendendo nas aulas e trabalhos realizados ao longo do semestre acabavam caindo de uma forma ou de outra no teste, o que me ajudava bastante no fim das contas.

Também é importante dormir o suficiente. A falta de sono pode causar irritação, falta de concentração e incapacidade de tomar decisões, sem falar, claro, da sua saúde física e mental. Dito isso, se você tiver passado o dia anterior da prova fazendo a sua revisão até a exaustão, ficar acordado algumas horas extras não vai fazer tanta diferença assim na sua nota. Pelo contrário, já que o sono pode melhorar a sua memória de longo e curto prazo.

Universidade do Intercâmbio

Quer conquistar a sua oportunidade de intercâmbio dos sonhos? Então, além de não deixar pra estudar de última hora, você também precisa se preparar com antecedência. E com isso nó podemos te ajudar através da nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui!


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.