BOLSAS IDIOMAS PROVAS UNIVERSIDADES INSPIRAÇÃO TESTES RESUMÃO DA SEMANA MUNDO ESTUDAR FORA TRABALHAR FORA NOTÍCIAS

Como se preparar para o SAT?

Como toda prova extensa, o SAT (Scholastic Assessment Test) exige uma boa dose de concentração dos seus candidatos. Se você está pensando em fazer uma graduação nos Estados Unidos já está mais do que na hora de começar a pensar em estudar para realizar essa prova. Confira com a gente agora como se preparar para o SAT e obter uma boa pontuação.

10 dicas de como se preparar para o SAT

Se você quer fazer uma faculdade nos Estados Unidos, com certeza já tem uma ideia do que é o SAT. O Scholastic Aptitude Test, ou, em português, Teste de Aptidão Escolar, é uma prova padronizada feita pelo College Board desde 1926.

O objetivo da prova é ajudar as universidades a terem uma métrica para selecionar seus novos estudantes, por isso, é chamado de Enem Americano. A prova é exigida pela maioria das universidades importantes dos Estados Unidos e é cobrada tanto de alunos nacionais quanto internacionais.

Mesmo que a sua nota não seja o único fator levado em conta nas aplicações das universidades dos Estados Unidos, um bom resultado no SAT pode fazer toda a diferença na hora de conseguir uma bolsa, por exemplo. Então, qual é a melhor maneira de se preparar? Nós separamos algumas dicas úteis:

1. Pratique muito seu inglês

O SAT se parece mais com um vestibular do que com uma prova de proficiência em inglês. Apesar disso, é preciso ter em mente que, para fazer essa prova, o domínio nesse idioma é um requisito mínimo fundamental. 

Para ter um bom desempenho no SAT você tem que ser capaz de interpretar os textos para responder às questões, por isso, algumas universidades aceitam a nota na seção de Reading no SAT como uma comprovação de domínio do inglês. Portanto, se a sua intenção é se preparar para o SAT, avalie antes, como está o seu nível de inglês. E, claro, procure melhorá-lo diariamente.

treinar o inglês é uma boa forma de como se preparar para o sat(Foto: Nenad Stojkovic/Flickr)

Uma boa dica para quem está querendo se preparar para o SAT é ler artigos em jornais e revistas (em inglês claro). Dê preferência por textos grandes e assuntos que você não domina muito. Após a leitura faça anotações sobre o que acabou de ver. Dessa forma, será possível treinar suas capacidades de concentração, absorção de conteúdo e interpretação.

2. Entenda o formato do exame

O SAT é uma prova centenária que já passou por muitas atualizações ao longo dos anos. Por isso, é importante ficar atento ao que a versão atual do exame cobra dos estudantes. Em 2021, por exemplo, o College Board anunciou que o exame será inteiramente digital a partir de 2023, além de mudanças no formato das questões da prova.

Essa não foi a única alteração do SAT nos últimos anos. Hoje a prova já não oferece opções de exame para disciplinas específicas nem redação. Atualmente, o exame é dividido em duas partes: uma de inglês e outra de matemática. Juntas, elas somam 154 questões que devem ser respondidas em 180 minutos.

A maioria das perguntas do exame são no formato de múltipla escolha, mas a prova de matemática também tem questões abertas. Os tempos e as seções detalhadas da prova podem ser conferidos na tabela abaixo:

Seção

Questões

Tempo

Leitura

52 (múltipla escolha)

65 minutos

Escrita e Linguagem

44 (múltipla escolha)

35 minutos

Matemática

20 questões de múltipla escolha sem calculadora

80 minutos

38 questões de múltipla escolha com calculadora

3. Comece a se preparar cedo

O SAT é, resumidamente, um teste de raciocínio que avalia o pensamento crítico e lógico dos estudantes, assim como a agilidade para pensar nas respostas. Sendo assim, o ideal é começar a se preparar no mínimo 2 anos antes da realização da prova. Se você ainda está no primeiro ou segundo ano do Ensino Médio, então comece a estudar agora.

Porém, se você já está se formando e ainda não começou a se preparar, ainda pode dar tempo. Mas, para isso, você vai precisar ter mais comprometimento e aprender as técnicas certas para conseguir a aprovação na prova. E não se desespere, se não deu certo da primeira vez, você pode tentar de novo!

As inscrições para o SAT são realizadas no site mediante a criação de um login individual. O valor total da prova é de US$103. Os estudantes podem fazer o teste quantas vezes desejarem e os resultados são disponibilizados no site (e também por e-mail) cerca de 5 semanas após a prova.  Para consultar o centro de aplicação mais  próximo de você, assim como as datas de realização dos testes, clique aqui.

4. Faça muitos simulados

O SAT é um teste padronizado, por isso, uma das chaves para a preparação do exame é o treino. É preciso se acostumar com o estilo da prova para ter um bom desempenho no SAT. A dica, então, é fazer o máximo de simulados possível. Assim, você não só estuda o conteúdo como treina responder às perguntas no tempo certo e se acostuma com a prova.

É importante que, durante esses simulados, você esteja em um ambiente relativamente próximo ao que você vai ter no dia do exame. Ou seja, nada de mexer no celular, conversar com outras pessoas ou fazer a prova enquanto cumpre outras tarefas. É preciso se concentrar para ter uma boa ideia de como vai ser fazer o SAT para valer.

A internet pode ser uma grande parceira durante a sua preparação. Existem vários simulados online que podem ser muito úteis. Além disso, é possível encontrar vídeos e sites com dicas e comentários sobre a prova. No próprio site do SAT é possível encontrar alguns materiais, gratuitos e pagos. Confira aqui.

5. Saiba que nota você precisa tirar

Assim como acontece com o Enem, cada universidade tem uma nota de corte para o SAT. As pontuações do exame variam entre 400 e 1600 pontos. Isso porque a nota é composta pela  soma das pontuações nas seções de Inglês e Matemática. Cada uma delas tem o valor mínimo de 200 e máximo de 800 pontos.

Esses pontos são convertidos em uma escala de 200 a 800 a partir do número de acertos que você fizer. Isso significa que é impossível tirar 0 na prova. Mesmo que você tire a nota mínima em ambas as seções, sua pontuação será de 400 pontos.

É preciso ressaltar que a prova do SAT é aplicada várias vezes ao ano. Por isso, além do sistema de conversão de pontos de acordo com os acertos, também é preciso fazer alguns ajustes no resultado bruto para amenizar as diferenças de dificuldades entre as provas.

Geralmente, para ser aprovado em uma boa universidade, como as da Ivy League, é necessário tirar uma pontuação bastante elevada. O mais comum é que o mínimo para a aprovação seja de 1400 pontos. Porém, essa média varia de acordo com a instituição de ensino que você escolher.

 

6. Entenda quais são seus pontos fortes e fracos

Assim que você pesquisar quanto é a nota mínima para ser aprovado(a) nas universidades da sua college list, é hora de montar uma estratégia para atingir a pontuação que você precisa. Para fazer isso é necessário identificar suas qualidades e fraquezas.

Ao fazer os simulados do SAT, é possível perceber quais são as seções que você tem mais facilidade e quais você acha mais difíceis. O recomendado é investir em melhorar seus pontos fracos sem deixar de lado a prática das áreas que você já domina.

7. Domine o tempo

Um dos pontos mais difíceis do SAT é o tempo que você tem para responder cada uma das questões. Algumas seções do exame exigem que você responda às perguntas em menos de um minuto. Mesmo em seções com mais tempo, como a de matemática, se você levar mais que 86 segundos em uma questão, pode acabar não conseguindo concluir a prova.

Por isso mesmo, uma das habilidades centrais para tirar uma boa nota no SAT é controlar o seu tempo, Para isso, você tem que conhecer o exame a fundo e ter bastante prática, fazendo simulados, porém, claro, também precisa conhecer o conteúdo que é cobrado. 

8. Estude o conteúdo da prova

Você já sabe que o SAT é dividido em duas seções: a de inglês e a de matemática. Porém, isso não quer dizer que outros conteúdos não estejam presentes no exame. É que, diferente do que acontece em provas como o nosso Enem, no SAT, matérias como História ou Física aparecem na seção “Evidence Based Reading and Writing”.

Ou seja, uma das características centrais do SAT é testar se os candidatos sabem ler e interpretar um texto para extrair dele todas as informações que precisam. Porém, isso não quer dizer que não existam questões mais objetivas, que perguntam sobre gramática, por exemplo.

LEIA TAMBÉM — Qual é o conteúdo do SAT?

Além disso, na prova de matemática, são cobrados muitos assuntos específicos que dependem de um conhecimento prévio da disciplina. Alguns dos tópicos abordados são álgebra avançada, geometria, razões e proporções.

9. Separe um tempo para descansar

Estudar é muito importante e você precisa evitar ao máximo a procrastinação. Porém, é preciso saber a diferença entre descansar e procrastinar. Se você quer ter um bom resultado no SAT ou em qualquer outra prova, não adianta deixar seus estudos para depois, porém, fazer intervalos regulares entre seus estudos é essencial para fixar as informações.

Pode ser uma boa ideia montar um cronograma com as atividades que você tem que fazer e em que momentos vai fazer pausas. Uma boa técnica que tem ganhado popularidade é a pomodoro, em que você se foca por 25 minutos e descansa por mais 5 minutos.

Além do intervalo entre os estudos, é importante separar um momento para fazer alguma coisa que você goste. A verdade é que é muito importante manter o equilíbrio, porque fazer o SAT muito estressado(a) pode atrapalhar seu desempenho na prova.

10. Vá para o exame com tranquilidade

É essencial evitar o estresse durante a sua preparação para o exame e o mesmo vale para o dia da prova. Saiba onde será seu local de aplicação, quanto tempo você precisa para chegar lá e que documentos você precisa levar.

Uma boa dica é não fazer revisões no dia anterior. O melhor é tirar o dia para descansar. Durma cedo e se alimente bem para fazer a prova sem nenhum tipo de estresse. Lembre-se de todo o conhecimento que você acumulou e toda a preparação que você fez vão fazer diferença na hora de realizar o exame.

Prepare-se para o SAT com quem entende do assunto

Uma outra ideia bacana é procurar pelo auxílio de um tutor ou mentoria especializados em testes como o SAT.  Cursos assim focam em exercícios práticos e estratégias para a realização do teste. A vantagem dessa opção é o fato de os estudantes poderem contar com o feedback direto dos professores com relação ao seu desenvolvimento.

Um exemplo de curso preparatório para o SAT que realmente vale a pena é o SAT Intensivo. Nesse curso, ministrado pela especialista no exame, Clara Melo, você aprende todos os detalhes do Enem Americano.

O SAT Intensivo oferece encontros semanais para resolver e debater questões de Reading e Writing, além de monitorias quinzenais para a prova de Math. Isso sem contar com os 3 simulados com provas reais dos anos anteriores, o workshop de essay e ainda um cronograma para planejar sua aplicação.

Fazer a prova do SAT pode ser decisivo na hora de ser aprovado(a) em uma universidade dos Estados Unidos. Se você quer contar com a ajuda de uma profissional que está há mais de 10 anos preparando alunos para o SAT, pode fazer parte do desse curso incrível e aumentar as suas chances de realizar seu sonho de estudar em uma das melhores universidades americanas. Clique aqui e saiba mais.

*Este texto foi escrito por Rafael Cerqueira (2018) e Ana Resende Quadros (2022)

Posts relacionados

Ana Resende Quadros
AUTOR

Ana é jornalista, mestra e doutoranda em Comunicação. Sua paixão é levar informação e conhecimento para todos e, assim, contribuir para a ampliação da cidadania.

19 Jul 2022

Postagens recentes
O que é GPA e como calcular?

O GPA é uma parte muito importante na aplicação para um intercâmbio. Mas você sabe mesmo o que é isso? Confira a explicação completa neste guia!

Rafael Cerqueira
30 Nov 2022
Assistantship: o que é?

Esse é um tipo de remuneração mais comum na pós-graduação no exterior. Descubra tudo sobre o assistantship!

Elaine Maciel
29 Nov 2022