A carta de recomendação é crucial para todos aqueles que desejam ingressar em um programa competitivo no exterior. Seja ele um Summer Job, High School, Graduação, Pós ou Profissionalizante. Esse é um documento que serve para mostrar a visão de uma terceira pessoa em relação à sua personalidade.

Entretanto, por não existir no Brasil essa cultura de Letters of Recomendation, alguns erros acabam sendo facilmente cometidos. E eles podem comprometer a application do candidato. Esses erros podem deixar sua aplicação com o sentimento de que algo está faltando. E aí você pode acabar perdendo a oportunidade de manifestar um complemento dos outros documentos da sua candidatura .

Por isso, caso você queira evitar tais erros na sua carta de recomendação siga as dicas abaixo!

Não seguir o requisito de titulo de seu programa

Em sua maioria, os programas no exterior especificam quem poderá escrever sua carta de recomendação. Por exemplo, se você for se aplicar para um programa voltado para negócios e indústria, a sua carta provavelmente deverá ser de um chefe ou superior com o qual você trabalha. Por outro lado, se o programa for voltado para pesquisa, um summer ou cursos de curta duração, será pedido a carta de um professor.

Portanto, se o programa pedir que um professor escreva sua carta, não será muito coerente obter uma de seu chefe. Da mesma forma, se o programa exigir a carta de alguém que já teve contato com você profissionalmente, não caberá pedir uma carta para um professor que nunca presenciou a qualidade do seu trabalho.

Baixe aqui o nosso e-book “Como escrever uma carta de recomendação?”

Não pedir para alguém que te conhece bem

Outro erro cometido quando se trata da carta de recomendação é que muitos se precipitam e não pensam estrategicamente para quem irão pedir a carta.

Para escolher a pessoa que escreverá sua recomendação, você deve levar em conta a quanto tempo a conhece e as atividades que já fizeram juntos.E o mais importante: se você demonstrou competência quando interagiu com ela.

Por exemplo, no caso de a recomendação pedida for de um professor, escolha aquele que te conhece melhor e que poderá mostrar suas qualidades da melhor forma possível.  Assim como falar sobre suas competências e superações. Ou seja, aquele que te trará a recomendação mais forte!

Não explicar bem para a pessoa sobre o programa que você está se aplicando

Uma coisa relevante a se pensar é que você ter pesquisado e estudado tudo sobre o programa em si. Mas a pessoa que você esta pedindo a recomendação pode não ter esse conhecimento.

Por conta disso, seria interessante tomar um tempo para explicar exatamente do que se trata o programa. Assim , ela saberá no que focar ao escrever a carta.

Caso seu programa seja para um Mestrado, o foco da carta pode ser  suas pesquisas e artigos escritos. Caso seja sobre liderança, os projetos que você criou ou participou que apresentaram determinada característica. Boa sorte com seu processo de candidatura!

Quer encontrar a sua oportunidade dos sonhos no exterior? Então procure o apoio da nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  


+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos