Aprender novas línguas é uma jornada que exige muita dedicação. Seja inglês, francês, espanhol ou até japonês, é preciso ter uma ótima capacidade de foco pra conseguir conquistar esse objetivo. E isso vale principalmente para quem deseja aprender sozinho. Mas com alguns passos simples, essa trajetória pode se tornar mais fácil do que você imagina. Duvida? Então confira esses dicas para aprender outro idioma que separamos para você!

Tenha companheiros de estudos

Lembra quando você chamava um colega para fazer o trabalho de casa juntos? Só porque você é um adulto agora não significa que não possa mais fazer isso! Encontre alguém que tenha interesse no mesmo idioma que você. Assim, vocês podem corrigir os textos um do outro.

Você também pode conversar casualmente com seus amigos em cafés, bares e restaurantes e, lentamente, construir uma base sobre o idioma que deseja aprender. Seus amigos que já falam a língua (ou estão aprendendo junto com você) vão te dar a liberdade de praticar o idioma sem se sentir bobo!

Assista a filmes

Uma forma fácil – e confortável – de desenvolver seu vocabulário é assistir um filme na língua que está estudando. Se for sem legendas, melhor ainda! Você não só vai aprender o idioma como também vai ter um senso maior da cultura dessa língua também! Se você  ainda não estiver confiante o suficiente para desativar as legendas, mantenha uma lista das novas palavras do vocabulário que você ouve.

Aproveite a internet

A internet é um lugar verdadeiramente mágico. Você encontra todas as formas de estudar um idioma aqui. A rede está pronta para te ajudar a atingir suas metas de aprendizado de idiomas estrangeiros, seja através de vídeos, textos ou até mesmo do Google Tradutor. Você ainda pode se conectar com outros alunos por meio de grupos de bate-papo online e ensinar português para alguém que fala o idioma que você quer aprender. Todo mundo sai ganhando!

Ensine a si mesmo

Você pode ser seu próprio professor! Tire um pouco de tempo todos os dias para escrever uma frase que você gostaria de saber como falar na língua que está estudando. Procure cada palavra e tente construir a frase por conta própria. Se você tiver um companheiro de estudos, peça que verifique suas frases quando se encontrarem. Este é um ótimo truque para se manter em dia com o estudo!

Tente dissecar o idioma

Concentre-se no vocabulário de uma área ou tópico a cada semana (por exemplo: itens de transporte, alimentação, modos de cumprimento, etc.) e passe para outro tópico na próxima semana. Assim, além de  aprender novas frases e expressões, essa rotina organizada tornará o seu aprendizado de vocabulário e outras palavras-chave importantes mais gerenciável. Sem falar que dessa forma será mais fácil conseguir agrupar todos esses assuntos na sua mente.  ​

Ouça programas de rádio e podcasts

Assim como os filmes, tente ouvir uma estação de rádio na língua que está estudando, ou um podcast. Tente ver o quanto você consegue compreender, anote as palavras que você não entende e depois pesquise para descobrir os seus significados. Escutar as notícias em outro idioma é uma maneira incrível e realmente intensa de começar a aprender rapidamente o vocabulário e as estruturas de conversação!

Não tenha medo de fazer feio

Deixe o orgulho de lado. Entenda desde o início dessa jornada que não será fácil. A melhor maneira de aprender outro idioma é estando confortável com a possibilidade de cometer muitos erros. Essa é, aliás, a primeira regra para ter sucesso nessa empreitada. Sabe por que? São nesse momentos que você irá aprender mais! 

Gostou do texto? Qual é o idioma que você mais tem vontade de aprender? Independente da sua resposta, a nossa mentoria especializada pode te ajudar com isso! Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  


Matheus Tomoto

Matheus Tomoto

Estudou em escola pública, aprendeu inglês sozinho em 3 meses, foi aceito nas 10 melhores faculdades dos Estados Unidos, trabalhou no MIT (melhor faculdade de tecnologia do mundo), é embaixador da Youth Assembly no Brasil, recebeu proposta da NASA e é ex-fellow de HARVARD. É escritor, palestrante e mentor de pessoas que desejam buscar sua oportunidade no exterior.