Acabou de fazer o Exame Nacional do Ensino Médio mas não está se sentindo muito motivado para estudar no Brasil? Você sabia que é possível estudar fora com o ENEM? Sim! É isso mesmo que você está lendo. Você pode utilizar a sua nota na prova para fazer sua graduação no exterior. Algumas Universidades de Portugal, Reino Unido, França, Irlanda e Canadá já aceitam a pontuação obtida no ENEM como forma de ingresso. Descubra um pouco mais sobre isso agora:

5 países onde é possível estudar fora com o ENEM:

Portugal: o lugar mais fácil para estudar fora com o ENEM!

Nosso país irmão é a nação que mais oferece oportunidades para quem prestou o ENEM. 34 instituições do país aceitam a nota da prova brasileira, inclusive as melhores a nível mundial: as Universidades do PortoCoimbra e Lisboa.

Ao contrário do Brasil, em Portugal as universidades públicas não são gratuitas. E não há nenhum tipo de auxílio financeiro oferecido por elas aos estudantes. Nesse sentido, a nota do ENEM serve única e exclusivamente como forma de admissão em substituição ao processo seletivo tradicional dessas instituições. Todos os custos referentes a matrícula, mensalidades e demais despesas devem ser arcadas pelo candidato.

Estudar fora com o ENEM: Universidade de Coimbra

A Universidade de Coimbra, em Portugal, é uma das que aceitam a nota de ENEM no processo seletivo.

Em Portugal, a escala classificatória utilizada pela maior parte das universidades vai de 0 a 200 pontos. No ENEM, como vocês sabem, a escala é muito maior: de 0 a 1000. Ou seja, sua nota será dividida por 5. Deu para entender o que isso significa? Você tem que tirar uma nota boa. Mas não se assuste! Em algumas instituições do país há chances de ser aprovado mesmo com notas na casa dos 500 ou 600 pontos. Lembrando que os pesos dados as diferentes áreas de conhecimento avaliadas no ENEM varia de acordo com o curso e instituição selecionada.

Reino Unido

Antes de falar da utilização da nota do ENEM para estudar no Reino Unido, é muito importante abordar outro assunto: Foundation Year. Mas o que é isso? Boa parte dos alunos estrangeiros, quando aprovados em uma universidade na terra da rainha, devem passar por 1 ano de “treinamento” antes do início do curso. Nesse ano, o estudante, além de aperfeiçoar a proficiência no inglês, tem aulas de redação, metodologia de pesquisa, estudo dirigido, entre outras coisas.

Resumidamente, o Serviço Central de Admissão Universitária do Reino Unido (UCAS) informa que o Certificado de Ensino Médio brasileiro e a nota obtida pelo ENEM é considerado abaixo do padrão britânico para admissão direta em suas universidades. Porém, é aceitável para os programas de Foundation Year.

Depois de concluído esse programa, cada universidade possui um processo de admissão próprio. Para saber informações mais específicas o ideal é acessar os portais de cada uma delas separadamente. Mas, de antemão, fique sabendo que com o ENEM é possível estudar em 5 instituições do Reino Unido: Kingston University, Birkbeck University of London, University of Bristol, University of Glasgow e até mesmo em Oxford, considerada a melhor do mundo.

Canadá

A Universidade de Toronto, a maior do Canadá, aceita o certificado de conclusão do Ensino Médio e o resultado do Enem como forma de admissão em diversos cursos. Mas é necessário ter um certificado de proficiência no inglês. Para saber mais acesse.

França

Para se candidatar a uma vaga na França é necessário ter sido previamente admitido por uma universidade brasileira (reconhecida pelo MEC) na mesma área de estudo. É aí que entra a nota do ENEM. Se você conseguir ser aprovado aqui com essa pontuação, pode ser que tenha chances de conseguir uma vaga lá também. Mas para isso é necessário ter proficiência no francês e um bom histórico no Ensino Médio. Além disso, cada instituição pode pedir documentos específicos.

Irlanda

Na University College Cork, candidatos brasileiros que já fizeram 1 ano de graduação em alguma universidade reconhecida do seu país de origem, podem se aplicar utilizando o certificado de Ensino Médio e a nota obtida no ENEM. Lembrando que a média obtida nesse primeiro ano de graduação deve ser de no mínimo 7. E pode chegar a 9 dependendo do curso escolhido. Outros documentos, como comprovação de proficiência em inglês, podem ser requeridos.

Quer saber mais detalhes sobre cada uma dessas universidades que aceitam a nota do ENEM? Então baixe nosso e-book clicando aqui.

Nós te ajudar a estudar fora com o ENEM!

Está vendo como estudar fora com o ENEM é possível? Se interessou em investir nessa empreitada? O ideal é pesquisar no site da sua instituição de interesse como funciona o processo seletivo adotado por ela. Lá você vai encontrar todas as informações necessárias para ter mais chances de conseguir sua aprovação com sucesso! Uma boa consultoria também pode ser interessante para te ajudar a realizar o seu sonho de estudar no exterior. E nós podemos te ajudar através da nossa  mentoria especializada. Com aulas e atendimentos 100% online, você não precisa quebrar o isolamento social e ainda se organiza para conquistar uma oportunidade internacional. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui.


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos