Você se inscreveu para o Exame Nacional do Ensino Médio desse ano, já fez a primeira prova e está contando os dias para a segunda? Então vai gostar de saber que é possível estudar fora com o ENEM! É isso mesmo que você está lendo: é possível utilizar a sua nota na prova para fazer sua graduação no exterior! 

Algumas universidades ao redor do mundo aceitam a pontuação do ENEM como forma de ingresso, seja como parte total ou parcial de seus processos seletivos. São instituições localizadas em países como Portugal, Reino Unido, França, Irlanda, Estados Unidos e Canadá. Venha saber mais sobre isso! 

Onde é possível estudar fora com o ENEM?

1. Portugal

Nosso país irmão é a nação que mais oferece oportunidades para quem vai prestar o ENEM. Nada menos que 34 instituições do país aceitam a nota da prova brasileira, inclusive as melhores a nível mundial: a Universidade do Porto, a Universidade de Coimbra e a Universidade de Lisboa.

Universidade de Lisboa: conheça a melhor universidade de Portugal

Ao contrário do Brasil, em Portugal as universidades públicas não são gratuitas. E geralmente não há nenhum tipo de auxílio financeiro oferecido por elas aos estudantes estrangeiros, embora existam algumas exceções

Nesse sentido, a nota do ENEM serve única e exclusivamente como forma de admissão em substituição ao processo seletivo tradicional dessas instituições. Todos os custos referentes a matrícula, mensalidades e demais despesas devem ser arcadas pelo candidato. A boa notícia é que os cursos universitários em Portugal são mais baratos, se comparados a outros países da Europa e de outros continentes. 

Em Portugal, a escala classificatória utilizada pela maior parte das universidades vai de 0 a 200 pontos. No ENEM, como você sabe, a escala é muito maior: de 0 a 1000. Ou seja, sua nota será dividida por 5. Deu para entender o que isso significa? Você tem que tirar uma nota boa.

Mas não se assuste! Em algumas instituições do país há chances de ser aprovado mesmo com notas na casa dos 500 ou 600 pontos. Lembrando que os pesos dados para as diferentes áreas de conhecimento avaliadas no ENEM variam de acordo com o curso e instituição selecionada.

Confira abaixo quais são as universidades de Portugal que aceitam o ENEM:

Universidade Localização
Universidade do Algarve (UAlg) Faro e Portimão
Universidade de Aveiro (UA) Aveiro, Águeda e Oliveira de Azeméis
Universidade do Minho Braga e Guimarães
Universidade de Coimbra (UC)  Coimbra
Universidade de Lisboa (ULisboa) Lisboa
Universidade do Porto (U.Porto) Porto
Universidade da Madeira (UMa) Funchal
Universidade da Beira Interior (UBI) Covilhã
Universidade dos Açores (UAc) Ponta Delgada
Universidade Autônoma de Lisboa (UAL)  Lisboa
Universidade Portucalense (UPT)  Porto
Universidade Lusíada - Norte Porto
Universidade Fernando Pessoa (UFP) Porto
Universidade Lusófona do Porto (ULP) Porto
Universidade Lusíada Lisboa
Instituto Politécnico de Viseu (IPV) Viseu
Universidade Europeia Lisboa
Universidade Católica Portuguesa (UCP) Lisboa, Braga, Porto e Viseu
Universidade Lusófona de Humanidades e Tecnologias  Lisboa
Instituto Politécnico de Coimbra (IPC) Coimbra
Instituto Politécnico do Porto (P.Porto) Porto
Instituto Politécnico de Beja (IPBeja) Beja
Instituto Politécnico de Leiria Leiria, Caldas da Rainha, Peniche, Marinha Grande e Torres Verdes
Instituto Politécnico do Cávado e do Ave (IPCA) Barcelos
Instituto Politécnico Portalegre (IPP) Portalegre
Instituto Politécnico da Maia (Ipmaia) Maia
Instituto Politécnico da Guarda (IPG) Guarda e Seia
Instituto Politécnico de Bragança (IPB) Bragança
Instituto Politécnico de Castelo Branco (IPCB) Castelo Branco
Instituto Politécnico de Setúbal (IPS) Setúbal
Instituto Politécnico de Santarém (IPSantarem) Santarém
Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC) Viana do Castelo
Instituto Politécnico da Lusofonia (Ipluso)  Lisboa
Instituto Universitário de Ciências Psicológicas, Sociais e da Vida (ISPA) Lisboa e Cascais
Instituto Universitário da Maia (Ismai) Maia
Instituto Superior Dom Dinis (Isdom) Marinha Grande
Instituto Superior de Gestão e Administração de Gaia (Isla Gaia)  Vila Nova de Gaia
Instituto Superior de Gestão (ISG) Lisboa
Instituto Superior de Gestão e Administração de Santarém (Isla Santarém) Santarém
Instituto Superior Manuel Teixeira Gomes (Ismat)  Portimão
Escola Superior de Saúde Norte da Cruz Vermelha Portuguesa (ESSNorteCVP) Oliveira de Azeméis
Instituto Leonardo da Vinci (ILV) Lisboa
Instituto de Estudos Superiores de Fafe (IESFafe)  Fafe
Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) de Lisboa Lisboa
Instituto Português de Administração de Marketing (Ipam) do Porto Porto
Instituto Universitário de Lisboa (Iscte-IUL) Lisboa
Escola Superior de Enfermagem de Coimbra (ESEnfC) Coimbra
Escola Superior de Saúde do Alcoitão (Essa) Alcoitão
Escola Superior Artística do Porto (Esap) Porto

2. Reino Unido

Antes de falar da utilização da nota do ENEM para estudar no Reino Unido, é muito importante abordar outro assunto: o Foundation Year. Mas o que é isso?

Boa parte dos alunos estrangeiros, quando aprovados em uma universidade na terra da rainha, devem passar por 1 ano de “treinamento” antes do início do curso. Nesse ano, o estudante, além de aperfeiçoar a proficiência no inglês, tem aulas de redação, metodologia de pesquisa e estudo dirigido, entre outras coisas.

Resumidamente, o Serviço Central de Admissão Universitária do Reino Unido (UCAS) informa que o Certificado de Ensino Médio brasileiro e a nota obtida pelo ENEM são considerados abaixo do padrão britânico para admissão direta em suas universidades. Porém, eles são aceitos para os programas de Foundation Year.

O que é o UCAS: entenda o SISU do Reino Unido

Depois de concluído esse programa, cada universidade possui um processo de admissão próprio. Para saber informações mais específicas, o ideal é acessar os portais de cada uma delas separadamente.

Mas, de antemão, fique sabendo que com o ENEM é possível estudar em cinco instituições do Reino Unido: Universidade de Kingston, Universidade de Londres - Birkbeck, Universidade de Bristol, Universidade de Glasgow e até mesmo em  Oxford, considerada uma das cinco melhores universidades do mundo.

3. Canadá

A Universidade de Toronto, a maior do Canadá, aceita o certificado de conclusão do Ensino Médio e o resultado do ENEM como forma de admissão em diversos cursos. Mas é necessário ter um certificado de proficiência em inglês, como o Duolingo English Test, o TOEFL e o IELTS, além de outros documentos padrões obrigatórios no processo seletivo da instituição. Para saber mais clique aqui.

4. Estados Unidos

Nos EUA, o ENEM pode ser utilizado no processo seletivo da Universidade de Nova York (NYU) em substituição aos testes padronizados locais, como o SAT ou ACT. Essas provas, na prática, funcionam como uma "versão americana" do nosso ENEM.

Por lá, só é possível usar a nota do ENEM graças à política de testes flexíveis da universidade, que permite que estudantes de diversos países do mundo que queiram estudar por lá façam uso dos testes padronizados de seus respectivos países.

Mas atenção: a nota do ENEM é apenas parte do processo seletivo da NYU. Isso significa que você também deverá se preocupar com todos os outros documentos obrigatórios. 

É possível estudar na NYU com a nota do ENEMAjay Suresh/Flickr

5. França

Para se candidatar a uma vaga na França é necessário ter sido previamente admitido por uma universidade brasileira (reconhecida pelo MEC) na mesma área de estudo. E é aí que entra a nota do ENEM.

Se você conseguir ser aprovado no Brasil com a sua pontuação do ENEM, pode ser que tenha chances de conseguir uma vaga por lá também. Mas para isso é necessário ter proficiência no francês e um bom histórico no Ensino Médio. Além disso, cada instituição pode pedir documentos específicos.

6. Irlanda

Na University College Cork (UCC), candidatos brasileiros que já fizeram 1 ano de graduação em alguma universidade reconhecida no Brasil podem se aplicar utilizando o certificado de Ensino Médio e a nota obtida no ENEM. Lembrando que a média obtida nesse primeiro ano de graduação deve ser de no mínimo 7 (e pode chegar a 9 dependendo do curso escolhido).

Outros documentos, como comprovação de proficiência em inglês, podem ser requeridos.

Nós te ajudamos a estudar fora com o ENEM!

Está vendo como estudar fora com o ENEM é possível? Se interessou em investir nessa empreitada? O ideal é pesquisar no site da sua instituição de interesse como funciona o processo seletivo adotado por ela. Lá você vai encontrar todas as informações necessárias para ter mais chances de conseguir sua aprovação com sucesso! 

Quer saber mais detalhes sobre cada uma dessas universidades que aceitam a nota do ENEM? Então baixe nosso e-book clicando aqui.