A França é um dos destinos favoritos dos brasileiros no exterior. Mas, mesmo assim, não sabemos muitas coisas sobre o país e acabamos ficando com várias perguntas na cabeça. Para tentar te ajudar com isso, resolvemos responder algumas  das principais dúvidas sobre estudar na França. Confira! 

Quais são as maiores dúvidas sobre estudar na França?

Como é organizado o ensino superior na França?

Além de cerca de 250 grandes écoles (vamos falar delas mais para frente), a França possui ainda 83 universidades públicas. Elas oferecem cursos em diversas áreas, atendendo a cerca de 80% dos estudantes de nível superior. O país também oferece escolas independentes de Artes e Arquitetura, além de faculdades especializadas em áreas como Moda, Cinema, Hotelaria, Jornalismo, Artes Cênicas e Serviço Social.

Muitas instituições de ensino superior da França estão organizadas em agrupamentos, conhecidos como PRES (abreviação de pôles de recherche et d’enseignement supérieur), que reúnem universidades, institutos de pesquisa e escolas especializadas. Os membros de cada PRES compartilham recursos e colaboram na pesquisa e na oferta de cursos, com diplomas às vezes conferidos pelo PRES geral, em vez de uma única instituição.

O que é uma grande école?

Uma das maiores peculiaridades da França é o sistema de grandes écoles. Elas são caracterizadas pelo corpo estudantil reduzido, processos seletivos rigorosos e competitivos, especialização em um único campo (geralmente Negócios ou Engenharia, embora algumas atuem em uma ampla variedade de assuntos) e reputação por educar uma alta proporção dos principais políticos, funcionários públicos, líderes empresariais e pesquisadores do país. Exemplos de grandes écoles importantes incluem a École Normale Supérieure (ENS Paris) e a École Polytechnique.

ep-dúvidas-sobre-estudar-na-frança

Entrada da École Polytechnique

Quais graus as instituições francesas oferecem?

As universidades francesas oferecem três níveis de graduação: a licenciatura (concluída em 3 anos), o mestrado (exigindo mais 2 anos) e o doutorado (geralmente outros 3 anos). Os mestrados são divididos entre “pesquisa” (para aqueles que pretendem fazer doutorado) ou “profissional’” (para quem pretende entrar no mercado de trabalho).

Como se candidatar para estudar na França?

Estudantes de 44 países (incluindo o Brasil) devem fazer as aplicações a partir do sistema Campus France, oferecido pelo próprio governo francês. Por lá, é possível tanto se inscrever para estudar em uma universidade francesa, quanto fazer a solicitação do visto de estudante, que é necessário para estudar no país.

É preciso ser fluente em francês?

A grande maioria dos cursos de graduação é, sim, ministrada em francês. Apesar disso, muitos dos programas de pós-graduação têm aulas em inglês, o que pode ser um diferencial para quem ainda não tem fluência na língua francesa. Dependendo do idioma em que o curso for ministrado, os estudantes podem ser solicitados a apresentar proficiência em francês ou inglês. Isso pode ser comprovado pela conclusão de um curso anterior no idioma ou por um teste como DELF, DALF, IELTS ou TOEFL.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por YOUR best #ParisObviously (@parisobviously) em

Quanto custa para estudar na França?

As universidades públicas da França oferecem ensino superior a um custo muito baixo, com taxas simbólicas. As tarifas são definidas nacionalmente, com as mesmas taxas sendo cobradas tanto dos estudantes nacionais como dos internacionais. Por exemplo, a taxa anual de graduação fica em torno dos €200 (mais ou menos R$900). No caso do mestrado e do doutorado, o valor anual fica em cerca de €260 e €400, respectivamente (entre R$1200 e R$1800). 

Nas instituições privadas, as taxas são significativamente mais altas (mesmo assim ainda são baixas em comparação com outros países). Elas variam de €3.000 a € 10.000 por ano, embora algumas escolas possam cobrar até € 30.000.

Eu posso conseguir uma bolsa de estudos para fazer intercâmbio na França?

Com certeza! Por lá, existem bolsas de estudos oferecidas tanto pelo governo quanto pelas universidades, que podem ser aplicadas na graduação e na pós-graduação. E elas estão disponíveis também para estudantes internacionais.

Quanto é o custo de vida na França?

Como era de se esperar, o custo de vida é bem mais alto em Paris do que em outros lugares do país. O Campus France recomenda, por exemplo, um orçamento mensal de €1.000 para estudantes em Paris e €800 para aqueles fora da capital.

paris-dúvidas-sobre-estudar-na-frança

O custo de vida em Paris é maior principalmente pelo caráter turístico da cidade

Intercâmbio com a UDI

Agora que suas dúvidas sobre estudar na França já foram sanadas, você pode começar a se preparar para conquistar uma vaga em uma das universidades do país. Para isso,a nossa mentoria especializada pode te ajudar. Clique aqui e faça agora mesmo o seu teste de perfil!

Cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal e acompanhar tudo o que publicamos no Blog.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos