A ansiedade no intercâmbio é um assunto sério que nem todo munda presta atenção! Isso porque se estar estudando em uma universidade já pode desencadear algumas crises, fazer isso em outro país durante um intercâmbio pode potencializar esses sentimentos.

Como lidar com a ansiedade no intercâmbio?

A saudade de casa, a solidão e a pressão podem te fazer sentir mais ansioso(a). No entanto,  felizmente alguns passos simples podem te ajudar a passar por isso. O mais importante é lembrar que tudo passa, e que mais cedo ou mais tarde vai ficar tudo bem. Para ajudar, trouxemos algumas dicas de ações que podem ajudar a lidar com ansiedade no seu intercâmbio.

Não se cobre demais

Ser auto-crítico(a) demais é uma das maiores razões para desenvolver ansiedade enquanto você estiver em uma universidade no exterior. Procure sempre tratar de si mesmo como você gostaria que seus amigos te tratassem. Ou seja, evite focar nos seus erros e falhas e se encoraje a não desistir.

Ansiedade-no-intercâmbio

A ansiedade no intercâmbio é um coisa que não pode ser negligenciada.

Procure um hobby

Se toda a sua experiência na universidade for focada em você mesmo(a) e nas sua notas, a probabilidade de a sua saúde mental se esvair é maior. Ter um tempo para desestressar ou para simplesmente não pensar no seu curso é muito importante. Tente achar um clube ou um grupo que te permita conectar com outras pessoas ao redor de um interesse em comum.

Se voluntariar ou dar uma mentoria na faculdade também é uma boa ideia. Isso porque direcionar o seus pensamentos para outras áreas é uma forma maravilhosa de aliviar o estresse. De bônus, você ainda vai dar um up no seu currículo!

Converse com outras pessoas sobre o que está sentindo

Um dos maiores erros relacionados à saúde mental dos intercambistas é deixar seus sentimentos guardados. O mais interessante da faculdade é que você estará cercado de pessoas que estão passando por situações muito parecidas com a sua. Então conversar sobre o que você está sentindo vai te fazer sentir menos isolado(a) e sozinho(a).

Se você estiver realmente com problemas, tente marcar uma reunião com o seu tutor ou orientador. Ele(a) vai estar preparado para te ajudar a lidar com toda essa situação e vai te dar bons conselhos.

Não esqueça da sua saúde física

É muito fácil acabar esquecendo de cuidar de si mesmo(a) quando se está no intercâmbio. Mas se você deixar seu físico de lado, vai ser bem difícil de manter a sua saúde mental também. Dormir adequadamente é muito importante. E, além disso, se exercitar também vai te ajudar a se manter longe do estresse. Você não precisa praticar algo que demande muita energia. Yoga, pilates ou até mesmo meditação já podem te ajudar.

Comer de forma saudável e se manter hidratado(a) também vai te fazer se sentir melhor. Esse tipo de auto-cuidado tem um impacto muito grande quando se trata de lidar com ansiedade e estresse

Não tenha medo ou vergonha de procurar ajuda

Se você sentir que está tentando de tudo, mas que a ansiedade no intercâmbio não vai embora, pode ser a hora de procurar ajuda médica ou psicológica. Não há vergonha alguma em tratar a sua ansiedade e sempre há alguma coisa que pode ser feita para deixá-la sob controle!

Agora que você sabe dessas dicas, já está preparado(a) para lidar com ansiedade no seu intercâmbio? Não se esqueça que cuidar da sua saúde mental vale tanto se você já estiver no exterior quanto se ainda estiver em busca da sua vaga lá fora. Nesse segundo caso, a nossa mentoria especializada pode te ajudar. Clique aqui e faça agora mesmo seu teste de perfil!

Quer acompanhar todos os nossos conteúdos? Então cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos