Infeliz com o intercâmbio: o que fazer?

Por mais que um intercâmbio seja uma experiência incrível, ele também é muito desafiador. Pode ser que seus estudos no exterior simplesmente não atendam às suas expectativas. Talvez você não goste do estilo de vida, do curso ou até mesmo das pessoas com quem vive. A verdade é que existem muitas razões pelas quais você pode acabar infeliz com o intercâmbio. Leia algumas dicas sobre o que você deve fazer se sentir-se assim.

O que fazer se você se sentir infeliz com o intercâmbio?

Tente entender o que está te deixando infeliz com o intercâmbio

A primeira coisa a fazer depois de perceber que você não está realmente gostando do intercâmbio é tentar descobrir por que isso está acontecendo. Muitas vezes, quando você está insatisfeito(a), isso se deve a vários motivos diferentes. Portanto, pode ser extremamente difícil selecionar apenas um. No entanto, se você realmente pensar sobre isso, provavelmente descobrirá que um fator está incomodando você mais do que os outros.

Depois de isolar o problema, é mais fácil descobrir como corrigí-lo. Lembre-se de que você pode se adaptar à maioria das situações, mesmo que pareça o contrário no momento (principalmente durante o seu primeiro ano fora). Descubra o que você quer mudar primeiro no seu intercâmbio. Dessa forma, você vai ter apenas um problema para resolver, em vez de um emaranhado deles.

Converse com as pessoas ao seu redor

Depois de estabelecer o que você quer mudar, agora é hora de colocar a mudança em prática. Descubra com quem você pode entrar em contato para resolver esse problema. Se você quiser mudar de acomodação, pode conversar com o seu alojamento no campus para ver quais opções estão disponíveis. Mas se você estiver tendo dificuldades ou simplesmente não gostar do curso, converse com seu orientador para discutir o que deve fazer sobre isso. 

Se você está preocupado(a) que sua infelicidade possa ser mais grave e que possa estar associada a ansiedade ou depressão, consulte o serviço de saúde mental da sua universidade. Para ajudar com a saudade de casa, ligue regularmente e mantenha contato com seus velhos amigos e familiares. É sempre bom discutir o que está te incomodando com pessoas que te conhecem bem e que se importam com você.

Deixe o tempo agir

Por mais difícil que seja ouvir isso, às vezes as coisas demoram um pouco para engatar. Depois de descobrir o que está incomodando, espere um pouco para ver se a situação melhora naturalmente. Por exemplo, se você está apenas na sua segunda semana de intercâmbio e está lutando para estabelecer amizades, isso é totalmente normal. Só porque existem pessoas que encontram seus melhores amigos na primeira semana, não quer dizer que com você vai ser assim também. 

Se não estiver gostando do curso, pode ser que as aulas que está frequentando agora realmente não sejam do seu interesse. Apesar disso, pode haver outros módulos e disciplinas disponíveis que você aproveitaria mais. Se você está no primeiro ano, é importante esperar um pouco antes de considerar desistir. Isso vai permitir que você se instale, se acostume com o curso e faça novos amigos.

Decida se o intercâmbio é ideal para você ou se deseja mudar de curso ou universidade

Se você já tentou de tudo e o intercâmbio não está melhorando, pode valer a pena considerar se essa experiência realmente é a ideal para você. Isso porque se você realmente não gosta do seu curso ou universidade, fazer uma mudança pode ser um passo extremamente positivo. Mas se o seu objetivo for mudar de rumo, deve pesquisar bastante antes, além de procurar aconselhamento com seus professores e amigos. 

Lembre-se de que mudar de ideia depois de perceber que algo não é o certo para você não é uma coisa ruim! A longo prazo, você provavelmente ficará feliz por ter tomado a decisão de mudar algo que não te fazia bem.

Com essas dicas vai ser muito mais fácil lidar com as situações caso você esteja infeliz com o intercâmbio. Se você ainda estiver em busca da sua experiência no exterior, comece a se preparar com o apoio da nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  

 

Matheus Tomoto

Matheus Tomoto

Estudou em escola pública, aprendeu inglês sozinho em 3 meses, foi aceito nas 10 melhores faculdades dos Estados Unidos, trabalhou no MIT (melhor faculdade de tecnologia do mundo), é embaixador da Youth Assembly no Brasil, recebeu proposta da NASA e é ex-fellow de HARVARD. É escritor, palestrante e mentor de pessoas que desejam buscar sua oportunidade no exterior.