Destinos inusitados: República Checa

Geralmente, quando falamos de intercâmbio, os países que vêm à nossa mente são os EUA, o Canadá ou a França, por exemplo. Mas você já pensou em fazer um intercâmbio na República Checa? Provavelmente não, certo? Então saiba que essa pode ser uma opção de intercâmbio surpreendente! Para te  mostrar isso separamos alguns motivos que podem te deixar com vontade de estudar por lá! 

A capital é uma janela para o passado

Se sua praia é História, ou Arquitetura, você vai se apaixonar por Praga. A cidade tem milhares de anos e é um museu vivo muito bem preservado. Isso porque as outras capitais europeias (e mais especificamente do Leste Europeu) geralmente sofreram com a interferência da destruição das guerras. No entanto, Praga conseguiu se preservar, mesmo tendo sofrido um grande bombardeio já no final da II Guerra Mundial. 

Lá, as ruas pelas quais você caminha e os prédios que você vê são alguns dos mais antigos do mundo. Você pode atravessar a Ponte Charles (construída em 1357), ou fazer um passeio pelo deslumbrante Castelo de Praga, que começou a ser construído no ano 870!

Praga é uma das cididades mais visitadas da Europa

Não é caro

O intercâmbio na República Tcheca é relativamente acessível em comparação com outros destinos europeus. Praga tem uma população estudantil agitada e você pode encontrar acomodações bem baratas em residências universitárias (como repúblicas) ou apartamentos individuais.

Viajar pela Europa  também é muito barato partindo da República Checa. Por menos de 50 euros, você pode pegar um trem para Budapeste, Cracóvia, Milão e outros lugares incríveis na Europa Central e Oriental.

Praga tem um ótimo tamanho

Praga é uma cidade ótima para caminhadas. Enquanto cidades como Barcelona e Paris podem parecer sem fim, esse não é o caso da capital da República Checa! Isso porque a cidade não é muito grande e nem muito pequena. Dessa forma, andar  pelas ruas de pedra da cidade depois da aula vai se tornar uma rotina para você.

Os estudantes geralmente conseguem andar sozinhos por Praga nas primeiras duas semanas por lá. Por outro lado, o sistema de transporte público também é simples e fácil de usar.

Tem arte por toda parte

A cena artística da República Checa teve um boom a partir do século 16. Hoje, a arte continua muito presente na vida dos locais. Eles se orgulham dos muitos museus e exposições espalhados por Praga, incluindo o Museu Kampa de Artes Decorativas (com arte moderna da Europa Central) e o Museu Mucha, dedicado ao artista tcheco Alphonse Mucha. 

Se a arte moderna é mais seu estilo, a cidade abriga o Czech Poster Museum (com pôsteres vintage da história moderna). Tem também o Illusion Art Museum, que combina arte e magia em suas coleções imersivas e de arte em 3D.

Além de pinturas, a música também está bem presente em Praga. Os bares e discotecas da cidade são ponto de encontro para música ao vivo e bandas promissoras de toda a Europa. Tem espaço para todos os estilos: do jazz ao hip-hop, passando por piano e rock.

A Casa Dançante: um dos pontos turísticos mais icônicos da Europa.

Você encontra muitos recursos por lá

Apesar de não ser um destino comum entre os brasileiros, a República Checa é bastante popular entre estudantes de outros países para intercâmbios. Dessa forma, é possível encontrar diversas facilidades do dia no país e mais especificamente em Praga. 

Não importa se você está pensando em um programa de curto prazo ou se quer passar um ano inteiro por lá. Não há escassez de programas de intercâmbio, bolsas, ajuda financeira e outros recursos!

A República Checa pode até parecer um destino um pouco inusitado demais pro seu gosto. Mas a verdade é que essa essa pode ser uma ótima alternativa para um intercâmbio mais acessível e cheio de cultura, não acha? Se interessou em estudar por lá? Então conheça a nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  

 

Matheus Tomoto

Matheus Tomoto

Estudou em escola pública, aprendeu inglês sozinho em 3 meses, foi aceito nas 10 melhores faculdades dos Estados Unidos, trabalhou no MIT (melhor faculdade de tecnologia do mundo), é embaixador da Youth Assembly no Brasil, recebeu proposta da NASA e é ex-fellow de HARVARD. É escritor, palestrante e mentor de pessoas que desejam buscar sua oportunidade no exterior.