Nesta quinta-feira (15) é comemorado o Dia Mundial dos Professores. Para celebrar essa data – proclamada pela UNESCO em 1994 – e homenagear as pessoas que são a base das transformações promovidas pela educação, listamos aqui 4 dos professores mais inspiradores do mundo, vindos de várias partes do planeta e das mais diversas áreas do conhecimento. Vamos lá?

4 dos professores mais inspiradores da história:

1. E. R. Braithwaite

E. R. Braithwaite foi um escritor britânico-americano, nascido na Guiana, conhecido por seu romance autobiográfico de 1959, “Ao Mestre, com Carinho” (“To Sir, With Love”), que foi adaptado para o cinema em um filme de 1967, com o mesmo título, estrelado por Sidney Poitier. Ele estudou na City College of New York e fez um mestrado em Física na Universidade de Cambridge.

Devido à discriminação racial generalizada da época, Braithwaite não conseguiu encontrar trabalho em sua área. Apesar de ser altamente qualificado, ele teve que recorrer a um emprego como professor no East End de Londres. Lá, Braithwaite se deparou com alunos desmotivados e que constantemente tentavam desmoralizá-lo com palavrões e xingamentos.

Incansável, Braithwaite decidiu tentar uma nova abordagem. Como os alunos logo sairiam da escola e estavam prestes a entrar na vida adulta, ele começou a tratá-los como adultos e deu a liberdade de escolherem quais tópicos gostariam de estudar. Em troca, eles começaram a respeitá-lo como professor. Depois de lutar ao longo de várias semanas para conquistar seus alunos, ele finalmente conseguiu.

2-professores-mais-inspiradores
E.R. Braithwaite (FPG/Arquivo)

2. Paulo Freire

Nascido em Recife, em 1921, Paulo Freire é um expoente da educação e um dos professores mais inspiradores não só no Brasil, como no planeta todo. Para se ter uma ideia do seu impacto, de acordo com o Google Scholar ele é considerado o terceiro teórico mais citado em trabalhos acadêmicos no mundo, e seu livro “Pedagogia do Oprimido”, lançado em 1974, é uma referência na área das Ciências Humanas.

Apesar de ter se formado em Direito na Universidade de Recife (hoje Universidade Federal de Pernambuco), Freire não chegou a exercer a profissão. Ao invés disso, trabalhou como professor numa escola de segundo grau, lecionando língua portuguesa. Ele também deu aulas na Pontifícia Universidade Católica (PUC) de São Paulo e foi convidado para ser professor visitante de Harvard em 1969.

Na sua obra, Paulo Freire propõe um método de ensino e alfabetização que dialoga com a realidade, no qual o estudante desenvolveria sua própria educação, sendo apoiado pelo educador mas fazendo ele próprio o caminho, e não seguindo um já previamente construído.

3-professores-mais-inspiradores
Paulo Freire (Reprodução)

3. Anne Sullivan

Anne Sullivan foi uma professora norte-americana, instrutora de Helen Keller, uma criança cega e surda. Durante uma aula com Keller, Sullivan soletrou a palavra “água” com os dedos em uma das mãos de Keller, enquanto despejava água na outra mão da garota. O método funcionou e ela descobriu uma maneira de ensinar sua aluna a soletrar e escrever. 

A partir daí, em poucos meses Sullivan ensinou Keller cerca de 600 palavras, a tabuada de multiplicação e como ler braille. Mais tarde, a professora ajudou a garota a conquistar uma vaga na Radcliffe College, em Harvard. Ela passou horas soletrando as aulas de Keller em suas mãos e a ajudando a entender os livros didáticos. Como resultado, Keller se tornou a primeira pessoa surdocega a se formar na faculdade. E não só isso! Ela também é considerada e primeira pessoa surdocega a conquistar um bacharelado em toda a história!

4-professores-mais-inspiradores
Helen Keller e Anne Sullivan por volta de 1899 (Perkins Archives/Perkins School for the Blind)

4. Erin Gruwell

Por último – mas de forma alguma menos importante – na nossa lista de professores mais inspiradores do mundo está Erin Gruwell, uma professora norte-americana, conhecida por seu método de ensino único. Ela conseguiu se conectar com seus alunos pedindo que eles mantivessem diários e fizessem filmes sobre suas vidas. 

Escrever esses diários se tornou uma fonte de consolo para muitos dos estudantes e, devido ao fato de os diários serem compartilhados anonimamente, adolescentes que antes tinham medo de falar finalmente conseguiram que sua voz fosse ouvida. 

Ela também ensinou Shakespeare a seus alunos, relacionando a rixa familiar em Romeu e Julieta às guerras de gangues. “The Freedom Writers Diary” é um livro composto pelos diários dos alunos de Gruwell. O livro deu origem ao filme “Escritores da Liberdade” (“Freedom Writers”), de 2007, estrelado por Hilary Swank.

5-professores-mais-inspiradores
Erin Gruwell em 2015 (U.S. Embassy Tel Aviv/Wikimedia Commons)

Intercâmbio com a UDI

Gostou da nossa lista de professores mais inspiradores da história? Conta pra gente nos comentários! Se você quiser buscar uma oportunidade no exterior (onde vai encontrar diversos outros docentes brilhantes), pode contar com a ajuda da nossa mentoria especializada. Clique aqui e faça agora mesmo o seu teste de perfil!


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.