Rotary Peace Fellowship é um programa de bolsas de estudos que cobre totalmente os custos, ou seja: fully funded.  A cada ano, o Rotary seleciona até 130 líderes de paz e desenvolvimento de todo o mundo para receber bolsas acadêmicas totalmente financiadas.

Os estudantes selecionados têm a chance de  cursar um Programa de Aperfeiçoamento Profissional ou Programa de Mestrado. O que mais chama atenção é que ambos os programas são relacionados à paz e a resolução ou prevenção de conflitos.

Exatamente por esse motivo, os alunos contemplados são direcionados aos estudos em um dos centros de paz participantes ao redor do mundo. Hoje em dia, Estados Unidos, Japão, Reino Unido, Austrália, Suécia, Tailândia e Uganda são as nações que compõem o Rotary Peace Fellowship.

(Mars/Unsplash) 

Como é o Rotary Peace Fellowship? 

Todos os anos, o programa de bolsas Rotary Peace Fellowship seleciona 50 alunos de todo o mundo que recebem bolsas para mestrado e outros 80 indicados para estudos de certificação (aperfeiçoamento profissional). 

Esse é um programa de bolsas de estudos muito desejado, afinal, ele cobre todos os gastos do estudante. Os auxílios pagos incluem as mensalidades e taxas do estudo. Mas eles vão além: o valor também engloba custos básicos de vida, como a hospedagem e a alimentação, transporte de ida e volta para o país de origem e todas as despesas de estágio e estudo de campo.

O Rotary é uma rede global. O objetivo é unir voluntários para prestar serviços humanitários e promover valores éticos e a paz a nível internacional. Segundo a associação, os membros acreditam em um mundo onde as pessoas se unem e entram em ação a fim de promover mudanças em si mesmas, nas suas comunidades e no mundo todo.

Portanto, para incentivar essas ações em todo o globo, a associação — fundada em fevereiro de 1905 em Chicago nos EUA — reúne parceiros e promove as bolsas de estudos. São cerca de 7,5 milhões de dólares concedidos anualmente pelo Rotary para financiar os bolsistas e os projetos. Para se ter uma ideia, 350 mil bolsas já foram ofertadas!

Quem pode receber uma bolsa Rotary Peace Fellowship? 

As bolsas de estudos Rotary Peace Fellowship são voltadas para estudantes e jovens profissionais que desejam contribuir para a promoção da paz, soluções de conflitos e até mesmo para a prevenção de confrontos e guerras.  

Porém, alguns critérios são exigidos e outros podem ser um impedimento para se candidatar a essa bolsa de estudos. Essa oportunidade não pode ser usada para obtenção de doutorado (PhD). 

Além disso, funcionários do Rotary Clube, de distrito, de qualquer entidade rotária ou do Rotary International, seus cônjuges e descendentes diretos não podem ser beneficiados pelo programa. Os cônjuges de descendentes diretos ou ascendentes diretos de ex-rotarianos ou parentes cujo desligamento do Rotary tenha ocorrido há menos de 36 meses também não serão aceitos.

O candidato deve esperar no mínimo três anos entre o encerramento do seu último curso de ensino superior (bacharelado ou pós-graduação) e o início da bolsa do Centro Rotary. Portanto, se você estiver cursando o nível superior não é elegível à bolsa no momento e deve aguardar o prazo estipulado para se inscrever.

Já quem já concluiu o programa de mestrado ou aperfeiçoamento profissional em um Centro Rotary pela Paz, ou teve bolsa de estudos financiada pelo Subsídio Global, também deve esperar. O edital estipula o período de, pelo menos, três anos entre a data de conclusão da bolsa anterior e a de início dos estudos no Centro Rotary.

Portanto, é preciso ficar de olho nesses aspectos para garantir que você esteja dentro dos pré-requisitos para ser elegível à bolsa de estudos do programa.

rottary-peace-fellowship(Headway/Unsplash) 

Como se inscrever para Rotary Peace Fellowship?

Uma ótima notícia para quem já está de olho nessa oportunidade de estudar fora com todos os custos cobertos pela bolsa de estudos do Rotary Peace Fellowship! É que os candidatos têm até 15 de maio de 2022 para se inscrever para o ciclo de 2023/24. De acordo com a organização, os avaliadores têm até 1° de julho para entregar as inscrições selecionadas ao Rotary.

Assim como em outras bolsas de estudo, os prazos normalmente acontecem no mesmo período, em todos os anos. Por isso, mesmo que você não vá se inscrever neste ano no processo seletivo, você pode ter como base esse calendário para as próximas edições.

Agora, separamos o passo a passo para você se organizar da melhor forma possível: 

1. Se atente às restrições

De acordo com o próprio Rotary, o candidato deve ler com cuidado  as restrições de elegibilidade, que citamos acima, como não ter familiares próximos como membro da associação;

2. Verifique seu centro de interesse

Checar o currículo acadêmico oferecido em cada Centro Rotary pela Paz. São dois centros que oferecem o programa de aperfeiçoamento profissional, e, por essa razão, você pode marcar ambos como opções. Já no mestrado, pode indicar até dois centros da sua preferência;

3. Envolva-se com o Rotary

A recomendação é que você encontre um Rotary Clube perto de você. Isso porque o engajamento com um clube é uma ótima maneira de aprender sobre o trabalho que está sendo desenvolvido em sua comunidade e ao redor do mundo. As cartas de recomendação de membros dos clubes são opcionais, porém extremamente incentivadas. Por isso, se você quer aumentar suas chances de seleção, invista!

4. Atente-se aos prazos

Os interessados devem terminar sua inscrição até 15 de maio. A aplicação completa inclui currículo, redação, recomendações acadêmicas e/ou profissionais, histórico escolar do bacharelado, resultados do teste de inglês no caso do mestrado e plano de mudança social para aqueles que buscam o aperfeiçoamento profissional. Todos os materiais devem ser entregues em inglês.

5. Contato com o avaliador

No início do mês de junho, se a sua inscrição atender aos critérios de qualificação e elegibilidade, ela será automaticamente atribuída a um avaliador capacitado. Nesta etapa, sua inscrição passa pelo processo de ratificação. 

6. Entrevista

A próxima etapa é uma entrevista com o avaliador. Seu assessor entrará em contato para marcar uma entrevista com o candidato ainda em junho. Após a entrevista, e até 1º de julho, será indicado o seu resultado.

7. Resultdos finais

A partir daí, é fundamental aguardar o resultado. Os alunos selecionados terão, até novembro, uma indicação de qual o centro aprovado e as demais orientações.

8. Admissão na universidade

Após ser aprovado para a bolsa, o estudante deve providenciar sua admissão à universidade que abriga o centro no qual foi designado. Portanto, também é necessário organizar sua aplicação para a instituição de ensino. Como em outras escolas, a carta de recomendação, essay, testes de proficiência e demais provas serão necessárias. 

Já conferimos o passo a passo para ser inscrito para as bolsas do Rotary Peace Fellowships. Agora, vamos saber o que é levado em conta como requisitos para a escolha dos alunos interessados. 

Quem pode receber uma bolsa do Rotary Peace Fellowship?

Geralmente, a comissão responsável do Rotary — composta de associados e representantes das universidades parceiras — examina as inscrições e seleciona os finalistas entre julho e outubro. 

Os principais tópicos analisados e que contam pontos durante a aplicação são os seguintes:

  • Comprometimento com a paz e desenvolvimento;
  • Potencial de líder;
  • Compatibilidade com os objetivos da bolsa e afinidade com o Rotary;
  • Viabilidade e impacto da iniciativa de mudança social (somente para o programa de aprofundamento profissional).

A Bolsa Rotary é voltada para estudantes e jovens profissionais com experiência de trabalho em relações internacionais ou paz (prevenção e resolução de conflitos). Além do interesse nessa área, os candidatos também devem atender aos critérios práticos:

  • Ter três anos de experiência de trabalho relacionado ao programa de mestrado;
  • Ou ter cinco anos de experiência profissional relacionada ao programa de certificação; 
  • Ser capaz de explicar como seu plano para promover a paz se alinha com a missão do Rotary;
  • Ser proficiente em inglês;
  • Ter um diploma de bacharel;
  • Demonstrar habilidades de liderança;
  • Ter um forte compromisso com a compreensão transcultural e a paz trabalhada na África, trabalhar com comunidades africanas ou iniciativas fora do continente;
  • Em especial, candidatos à Makerere University devem ser africanos, ter trabalhado na África, trabalhar com comunidades ou iniciativas africanas fora do continente.

Portanto, além do interesse na paz e na liderança, os estudantes devem verificar se cumprem os demais requisitos, como o domínio do idioma e experiência comprovada em trabalhos ligados ao mestrado ou ao aprofundamento profissional realizado. 

Quais as instituições de ensino que são parceiras do Rotary Peace Fellowship?

São 7 países que recebem estudantes de todo o mundo como bolsistas do Rotary Peace Fellohship. As instituições de ensino parceiras estão localizadas nos Estados Unidos, Japão, Reino Unido, Austrália, Suécia, Tailândia e Uganda. 

Além do aceite como bolsista, o aluno também deverá organizar e enviar toda a documentação necessária para ser aceito nas faculdades.

País

Instituição de Ensino

Oportunidade com bolsa Rotary Peace

Estados Unidos

  • Duke University
  • University of North Carolina at Chapel Hill

Mestrado no Programa de Políticas de Desenvolvimento Internacional e outros programas pela Universidade da Carolina do Norte

Japão 

  • International Christian University

Mestrado em Estudos da Paz

Inglaterra

  • University of Bradford

Prática Avançada em Construção da Paz e Resolução de Conflitos 

Austrália 

  • University of Queensland

Mestrado de Paz e Estudos de Conflitos

Suécia

  • Uppsala University

Mestrado de Paz e Estudos de Conflitos (Master of Sciences)

Tailândia 

  • Chulalongkorn University

Certificado de Desenvolvimento Profissional em Estudos de Paz e Desenvolvimento 

Uganda 

  • Makerere University

Programa certificado 

Essa oportunidade é bastante interessante para estudantes internacionais. Isso porque os bolsistas não podem estudar em um Centro Rotary pela Paz em seu país de origem, portanto é uma oportunidade voltada em sua maioria para estudantes intercambistas. 

A exceção é para candidatos da Tailândia, que podem frequentar o centro na Chulalongkorn University e candidatos de Uganda, que podem ser aprovados na  Makerere University. 

No caso de estudantes internacionais, como os brasileiros, devem se organizar de forma antecipada para a viagem. Já que, além dos documentos da aplicação para a bolsa e para a instituição de ensino, terão que apresentar a documentação do passaporte e, em muitos casos, do visto para permanência no país de destino. 

(Markus Spiske/Unsplash) 

Como aplicar para o Rotary Peace Fellowship?

A aplicação para o  Rotary Peace Fellowship é feita pela internet. Por meio do endereço eletrônico, os interessados vão criar um registro, definir login e senha e preencher os dados pessoais.

Além dos seus documentos, o aluno deverá ter em mãos sua carta de recomendação, currículo, teste de proficiência de inglês, redação, histórico escolar do bacharelado e ainda plano de mudança social para aqueles que buscam o aperfeiçoamento profissional.

Como os critérios são diferenciados para o mestrado e o aperfeiçoamento profissional, o estudante já deverá ter decidido qual dos dois programas será a melhor opção para o seu perfil no momento da inscrição.

Segundo o Rotary, o mestrado conta com ensino embasado em pesquisa. O programa de pós-graduação reúne um grupo diversificado de estudantes com foco no aprendizado de assuntos de paz e desenvolvimento. A duração será entre 15 e 24 meses, e inclui de dois a três meses de estudo de campo elaborado pelo próprio bolsista.

Já o aperfeiçoamento profissional dura um ano e reúne profissionais experientes da área de paz e desenvolvimento. Neste programa, a ideia é aprender meios práticos para o fomento da paz local e mundialmente. Todo bolsista deve fazer estudo de campo, colocando em prática uma iniciativa de transformação social. É um estudo voltado para quem atua na área e, ao término das aulas, o estudante também recebe diploma de pós-graduação.

De forma geral, em ambas oportunidades, é por meio de treinamento acadêmico, aprendizado prático e oportunidades de networking, que os bolsistas serão preparados para atuarem na área de paz e desenvolvimento. 

Também é importante destacar que, tanto para mestrado quanto para aprofundamento profissional, os selecionados terão os mesmos benefícios. O auxílio financeiro cobre mensalidades e taxas, hospedagem, transporte de ida e volta, e despesas com estágios e estudos de campo.

Desde o lançamento do programa, em 2002, mais de 1.500 pessoas se formaram dentro do Rotary pela Paz. De acordo com a instituição, atualmente, elas estão trabalhando em cerca de 115 países na área educacional, policial e governamental, até mesmo na ONU e no Banco Mundial.

Rotary Peace Fellowship vale a pena? 

As bolsas de estudos do Rotary Peace Fellowship são dedicadas para quem já tem experiência em paz e desenvolvimento, compromisso com o voluntariado comunitário e internacional, e com a promoção da paz em nível local e global.

Portanto, se essa é a sua área de interesse, com certeza, vale a pena aplicar para essa oportunidade. Até porque o bolsista é contemplado em todos os seus gastos financeiros - o que reforça como essa é uma chance bastante interessante. 

E, claro, se você precisar de uma força para escolher sua oportunidade dos sonhos ou ainda para aplicar da melhor forma, confira aqui como a nossa mentoria pode te ajudar.