Como o ACT com redação é opcional, muitos estudantes não têm certeza se devem ou não fazer essa seção, que adiciona 40 minutos à prova. No entanto, há uma resposta simples para essa pergunta: isso depende dos requisitos das faculdades para as quais você vai aplicar. Este guia vai te orientar sobre como começou o ACT com redação, como determinar se você deve ou não fazer essa seção e algumas outras considerações que você deve ter em mente.

ACT com redação: fazer ou não fazer?

Como surgiu o ACT com redação?

Desde 2005, os estudantes podem escolher entre duas versões diferentes da prova: o ACT com redação e o sem. O teste de redação é uma parte opcional, de 40 minutos, que os alunos podem optar por realizar no final do teste de múltipla escolha.

A ACT, Inc., organização responsável pelo teste, adicionou a seção de Redação em resposta à revisão do SAT de 2005, que incluiu uma seção de Escrita, com perguntas de múltipla escolha e uma redação. Dessa forma, a adição da seção de Redação ao ACT foi feita para manter os dois testes equivalentes e facilmente comparáveis. No entanto, a parte escrita era obrigatória no SAT e opcional no ACT.

Essa discrepância entre a forma como os dois testes incorporaram suas seções de Redação causou uma grande confusão para estudantes e faculdades. Por fim, cada instituição definiu sua própria política sobre as seções escritas dos dois testes: algumas simplesmente ignoraram as notas do SAT Writing e não exigiram a redação do ACT; outros consideraram a redação do SAT, mas não exigiram no ACT; e um terceiro grupo considerou o SAT Writing e exigiu o ACT com redação. Para complicar ainda mais a situação, a redação do SAT também é, agora, uma seção opcional e separada, como no ACT.

Mas enfim, quais faculdades requerem o ACT com redação?

Aproximadamente 300 faculdades nos EUA exigem ou recomendam que os candidatos façam o ACT com redação. Em geral, as instituições mais seletivas esperam que você envie uma pontuação de redação, enquanto as menos seletivas não. No entanto, existem muitas exceções: a Universidade de Chicago, por exemplo, não exige a seção de Redação. Outras escolas não exigem o ACT com redação, mas recomendam.

3-act-com-redacao

Universidade de Chicago

Como os processos seletivos variam muito, você vai precisar verificar os requisitos para todas as faculdades às quais está se candidatando. Para encontrar essas informações, você pode verificar o banco de dados da ACT, Inc. Você também pode consultar os requisitos nos próprios sites das universidades: basta pesquisar no Google por “[nome da escola] ACT writing requirement“.

Se você não souber para quais universidades quer ou vai aplicar, a recomendação é fazer o ACT com redação, apenas por segurança. Isso porque, infelizmente, você não pode fazer a seção de Redação separadamente. Portanto, se você decidir se inscrever mais tarde em uma universidade que exige a redação, terá que refazer o teste inteiro.

1-act-com-redacao

A Florida State University exige o ACT com redação

Outras coisas para ter em mente

Por mais que a exigência ou não do ACT com redação pelas universidades de seu interesse seja o fator principal para fazer ou não essa seção da prova, existem alguns outros prós e contras que devem ser levados em consideração.

Uma boa nota na seção de redação pode aumentar – um pouco – suas chances de admissão

Mesmo que uma faculdade não exija, uma pontuação alta na redação do ACT pode dar um leve impulso à sua aplicação, pois serve como uma indicação de fortes habilidades de escrita e análise. Essa é basicamente apenas uma maneira de fornecer algumas informações extras e geralmente terá apenas um pequeno benefício. 

As principais circunstâncias em que valeria a pena enviar o ACT com a redação, mesmo que não seja obrigatório, são essas sduas:

  • Se você decidir se candidatar para instituições especialmente competitivas ou
  • Se você decidir se candidatar para escolas que recomendam o ACT com redação

Lembre-se também de que algumas universidades simplesmente não analisam sua pontuação de redação, mesmo que você a envie. Leia atentamente as políticas de cada faculdade para saber se vale a pena gastar esse tempo.

Fazer o ACT com redação tem alguns custos

Até agora, focamos nas razões pelas quais você deveria fazer o ACT com redação, mas também há alguns “custos” associados a isso.

Inscrição
Há uma taxa extra de US$ 16 (cerca de R$ 90) para fazer a seção de Redação do teste.

Tempo extra de estudo
Se você escolher fazer o ACT com redação, vai precisar se preparar para essa seção, o que significa investir horas extras de estudo. No entanto, a seção de Redação do ACT é muito dinâmica. Ou seja, quando você entende como ela funciona, apenas algumas horas de preparação são suficientes.

Esses dois “custos” são relativamente pequenos e não devem impedir que você se inscreva em faculdades que exigem o ACT com redação. Se a taxa extra for um problema sério, você pode tentar uma isenção, que abrange tanto a parte da redação quanto o restante do teste.

Intercâmbio com a UDI

E aí, decidiu fazer o ACT com redação ou sem? Se você precisar de uma ajuda mais aprofundada para se preparar para conquistar uma oportunidade internacional, você pode contar com a ajuda da nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.