O lugar onde morar durante o intercâmbio é uma preocupação de muita gente que vai estudar fora. E existem diversas formas de alojamento no exterior. Uma delas é a hospedagem familiar, quando pessoas que já moram no país (geralmente famílias locais) recebem os intercambistas para ficarem em suas casas. Nesse caso, é muito importante seguir algumas regras de conduta para uma boa convivência. Por isso, listamos aqui o que você deve ou não fazer se for ficar em uma hospedagem domiciliar durante o seu intercâmbio. Confira!

O que fazer em uma hospedagem domiciliar?

Deixe que saibam suas necessidades

Quando for fazer o seu pedido de hospedagem domiciliar, se mostre flexível, mas também procure ser o mais honesto(a) possível. Restrições alimentares, alergias e preferências com animais de estimação são fatores importantes para se mencionar na sua solicitação. Quanto mais você se comunicar, mais bem equipada vai estar a hospedagem para te receber.

Faça as refeições com a sua família anfitriã

A maioria dos programas de hospedagem familiar vão te dar a opção de incluir refeições na sua estadia. Evite ficar escondido(a) em seu quarto durante todo o período que você passar por lá e acompanhe a sua família anfitriã pelo menos em uma refeição durante o dia. Você vai aprender mais sobre a cultura e os costumes familiares deles. Além disso, essas horas são as melhores para praticar o idioma local. Você logo vai se sentir parte da família!

jantar-hospedagem-domiciliar

Converse sobre as regras da casa logo nos primeiros dias

Os primeiros dias de intercâmbio vão ser um turbilhão, sem dúvidas. Você vai se inteirar sobre as aulas e professores e provavelmente vai se perder uma vez ou outra voltando para casa. No entanto, faça um esforço para entender as regras da sua hospedagem familiar e as expectativas da família anfitriã. Descubra quais são os horários das refeições, se você pode se servir sozinho(a) e as regras sobre cigarros e bebidas. A comunicação é a chave!

Se possível, leve um presente para a família anfitriã

Quando for arrumar as malas para o intercâmbio, não esqueça de incluir entre os itens um presente para a sua família anfitriã, de preferência se for algo que represente a cultura brasileira. Essa é uma ótima forma de quebrar o gelo e dar início a uma boa amizade!

Respeite as leis e os costumes locais

Independente se você for ficar em uma hospedagem domiciliar ou em um dormitório da universidade, você deve sempre respeitar os costumes e as tradições religiosas do país em que você estiver. Alguns países, por exemplo, não permitem que mulheres exponham a barriga ou os ombros, e outros proíbem demonstrações públicas de afeto. Como hóspede na casa de alguém é importante respeitar as regras, os costumes e as leis. Lembre-se: o seu passaporte não te deixa acima da lei. Seu comportamento representa você, o seu curso, sua família anfitriã e o seu país de origem.

O que não fazer em uma hospedagem domiciliar?

Não seja desleixado(a)

Por mais que a sua família anfitriã se ofereça para lavar suas roupas e fazer a faxina, se esforce para deixar seu quarto o mais arrumado possível. A principal regra quando se é um hóspede é cuidar da casa do seu anfitrião melhor do que você cuidaria da sua própria casa. Isso ajuda a manter uma relação positiva e respeitosa.

Se ofereça para desempenhar algumas tarefas na hospedagem domiciliar, como cozinhar ou passar no supermercado quando estiver na rua. Em muitas culturas, os anfitriões nunca pediriam para você ajudar, mas aceitariam sua gentileza como um presente de gratidão.

arrumacao-hospedagem-domiciliar

Não seja arrogante

Por mais que o Brasil não seja mil maravilhas, ainda temos muitos recursos que podem ser escassos em outros países. Se esse for o caso do seu país de destino, por mais que seja normal o choque cultural, evite ser arrogante em relação a isso. Reclamar da falta de um sistema público de saúde, por exemplo, não vai fazer surgir um por lá magicamente.

Não seja muito tímido(a) também

Há momentos em que um feedback construtivo é necessário. A grande maioria das famílias anfitriãs vai ser gentil e acolhedora, mas pode haver casos raros em que os anfitriões da hospedagem domiciliar simplesmente não irão cumprir sua parte do contrato ou serão tão desagradáveis que a experiência poderá se tornar bastante ruim. Você merece ter uma experiência positiva no exterior, então fale sobre os problemas!

Não tenha medo de praticar o idioma

Muitos intercambistas congelam quando vão praticar o idioma local com a família anfitriã. Por medo de errar, muitas vezes acabam perdendo a oportunidade de praticar. Sendo assim, converse com sua família. Você cometerá erros, e isso é normal. Então ria e deixe que eles o corrijam. Você vai aprender termos coloquiais que seus livros didáticos nunca lhe ensinariam.

Não esqueça de fazer amizades

Você decidiu estudar no exterior porque queria experimentar algo novo. Explore um novo bairro todo fim de semana e faça excursões a cidades próximas. No entanto, se você tiver a sorte de estar feliz em casa com sua família anfitriã, pode acabar entrando em uma rotina e depois perceber que não aproveitou ao máximo sua estadia no exterior!

Existe uma comunidade inteira lá fora para conhecer. É maravilhoso se relacionar com seus anfitriões e passar tempo com eles fora de casa, mas tente não se apoiar neles durante toda a sua socialização. Saia sozinho(a) de vez em quando, se perca, faça novos amigos e depois volte para casa e ria das histórias com sua família.

amizade-hospedagem-domiciliar

Não vá embora sem expressar sua gratidão

Quanto mais você viver com uma família anfitriã, mais altos e baixos vocês vão passar juntos. Quando chegar a hora de ir embora, você pode até se sentir aliviado(a) em estar voltando para um lugar conhecido. Mas independentemente das circunstâncias, você deve se esforçar para expressar sua gratidão à família por te deixarem ficar na casa e compartilharem a vida com você.

Tente escrever uma carta de agradecimento emocionante, leve-os para jantar ou deixe um presente especial. Não se esqueça de manter contato também. Graças ao Facebook, WhatsApp e Skype, agora temos maneiras fáceis de não nos afastarmos dos nossos amigos no exterior.

Intercâmbio com a UDI

Essas são as principais atitudes que você deve (ou não) tomar em uma hospedagem domiciliar. Agora que já sabe disso, já pode começar a se preparar para conquistar sua oportunidade no exterior. E a nossa mentoria especializada pode te ajudar em todo esse processo! Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui.

Cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal e acompanhar tudo o que publicamos no Blog.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos