Um dos sinônimos de “imersão” é literalmente “mergulho”. Muito provavelmente você já ouviu o termo sendo usado para falar sobre o aprendizado de novos idiomas. Mas não é só isso! Existe um outro tipo de imersão que também é muito importante para o seu intercâmbio: a imersão cultural. Mas o que isso realmente significa? E qual é o impacto que isso tem na sua experiência no exterior? É o que você vai descobrir agora!

Imersão cultural: experienciar a realidade ao invés dos estereótipos

Quando você está no exterior, é muito fácil se deixar levar mais pelo que você (acha que) sabe sobre o país do que pelo que está acontecendo ao seu redor. Alimentos, festivais, roupas e feriados são aspectos óbvios que diferenciam culturas e transmitem uma imagem representativa ao redor do mundo. Em áreas turísticas, esses aspectos podem até ser distorcidos para atender às expectativas dos turistas, em vez de refletir a realidade.

Se propor a viver uma imersão cultural é se abrir para a possibilidade de entrar na cabeça dos habitantes locais, observar o dia a dia e tentar entender as diferenças entre você e eles. E tudo isso pode mudar entre países, cidades e até bairros. Sendo assim, você pode explorar desde os mais diversos lugares, desde pontos turísticos até mercados, eventos da comunidade e restaurantes frequentados apenas por locais. 

Participar ativamente no aprendizado do idioma local

Ser fluente em um idioma vai muito além de conseguir assistir programas de TV na nova língua ou “perder o sotaque”. Ser fluente quer dizer realmente entender um novo idioma e saber se expressar com ele, da mesma forma que uma pessoa nativa faria. Sendo assim, com a imersão cultural, além das aulas teóricas você também vai ter o ambiente necessário para reforçar o que você aprende na sala de aula. Dessa forma, é possível descobrir gírias, interiorizar expressões e também deixar de “traduzir” as falas na sua cabeça, realmente entendendo a nova língua de uma forma mais natural. 

são -patrício-imersão-cultural

Comemoração do Dia de São Patrício na Irlanda.

Conhecer mais sua própria cultura

Mergulhar em uma nova cultura não significa necessariamente que você deve ocultar todos os vestígios de sua própria origem estrangeira. O objetivo da imersão não é substituir seus próprios costumes e perspectivas: todo esse conhecimento extra deve complementar o que você já sabe. Ao não deixar sua própria cultura de lado, você também pode mostrar às pessoas no exterior um lado do Brasil que elas provavelmente não conhecem. Dessa forma você também tem a oportunidade de desmistificar alguns estereótipos que elas podem ter sobre nós.

Reconhecer os limites

A menos que você planeje morar no exterior pelos próximos 10 anos ou nunca mais voltar pra casa, existem algumas limitações quanto ao seu envolvimento na comunidade anfitriã. Algumas barreiras são fatores incontroláveis que determinam o quanto você pode imergir na cultura. No entanto, não é porque existem esses desafios que você não vai encontrar outras maneiras de maximizar sua imersão cultural . E isso vale inclusive para os intercâmbios de curta duração! Alguns preparativos antes da partida e a disposição de se colocar fora da sua zona de conforto podem fazer maravilhas.

carnaval-veneza-imersão-cultural

Festividades de Carnaval em Veneza, na Itália.

Não existe um molde para fazer sua imersão cultural

As pessoas e as culturas são totalmente dinâmicas. Isso quer dizer que não existe um modelo de imersão cultural. Tudo vai depender do lugar e da região que você vai estar. As pessoas que você irá conhecer e as conexões que serão feitas terão influência direta na profundidade da sua imersão. 

Viver com uma família anfitriã não garante que eles te incluam na rotina, assim como ter colegas de quarto brasileiros(as) não significa que você vai ficar de fora dos círculos de amizade dos habitantes locais. O que você pode fazer, em todos os casos, é aproveitar todas as oportunidades de envolvimento que surgirem para garantir que você esteja totalmente imerso(a)!

Ter uma visão multicultural do mundo é fundamental para qualquer pessoa que se disponha a ir para fora viver uma experiência de intercâmbio. E a imersão cultural pode te proporcionar isso! Mas o ideal é ir se preparando desde já. Quer saber como fazer isso? A nossa mentoria especializada está a postos para te ajudar. Clique aqui e faça agora mesmo seu teste de perfil!

Quer acompanhar todos os nossos conteúdos aqui no Blog? Então cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter semanal.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.