Por mais que pais e responsáveis saibam que o intercâmbio é uma oportunidade única e enriquecedora, muitos ainda têm receio de deixar os filhos viajarem para outros países. E essa é uma preocupação válida e genuína: é muito mais difícil manter a saúde e a segurança dos filhos a milhares de quilômetros de distância. Mas, se você está se perguntando “como convencer meus pais a me deixarem fazer intercâmbio, então?”, saiba que existem alguns argumentos que vão mostrar pra eles que o intercâmbio é a experiência perfeita para você!

Quais argumentos vão convencer meus pais a me deixarem fazer intercâmbio?

O intercâmbio pode sim ser seguro

A sua segurança é de extrema importância para seus responsáveis. Inclusive, essa deve ser a maior preocupação deles em relação a te deixar fazer intercâmbio ou não. Por sorte, existem diversos  fatores positivos que podem ser levados em conta na hora de falar sobre segurança no exterior. Por exemplo, as universidades de alguns países prezam pelo bem-estar dos alunos, com departamentos especializados em saúde e números de emergência.

camera-pais-deixarem-fazer-intercambio

O intercâmbio é um investimento na sua educação e no seu futuro

Os recursos que seus pais desejam providenciar pra você podem ser resumidos em segurança, alimentação e educação. E, por mais que viajar possa ser uma experiência única, muitos responsáveis podem não ver qual é a necessidade disso. Sendo assim, quando for falar sobre suas intenções com um intercâmbio, foque no aspecto educacional da experiência e em como ela vai mudar o seu futuro. Estudar no exterior vai ser muito importante no seu currículo e poderá aumentar incrivelmente as suas chances de encontrar um bom trabalho.

O intercâmbio não precisa ser caro

Ir para o exterior tem um preço. E esse custo pode deixar seus pais com um pé atrás em te deixarem fazer intercâmbio. Porém, existem diversas formas de estudar fora do Brasil pagando muito pouco ou até mesmo de graça! Dessa forma, essa preocupação inicial não se sustenta. Exponha para eles essas opções de bolsas de estudos e trabalho remunerado quando for tocar nesse assunto!

dinheiro-pais-deixarem-fazer-intercambio

Seus responsáveis podem manter contato com a universidade

Seus pais podem se sentir mais confortáveis conversando com outro adulto. Isso não quer dizer que eles não confiem em você ou não valorizam as coisas que você diz. Em vez disso, eles querem saber mais sobre as questões que já falamos anteriormente aqui. Nesse caso, seus responsáveis podem entrar em contato com a sua universidade no exterior e seus orientadores, sempre que sentirem necessidade. Eles vão estar totalmente abertos para sanar as dúvidas!

Ex-intercambistas podem mostrar a seus pais como é o processo

Além de conversar com a sua universidade, seus pais podem falar também com ex-intercambistas antes de te deixarem fazer intercâmbio. Essas pessoas já passaram pela oportunidade de ir para o exterior e podem falar com propriedade sobre a experiência. Consulte com a própria universidade se há algum grupo de ex-alunos que possa te ajudar nessa situação.

O intercâmbio é o seu sonho

Ao apresentar esses argumentos, seus responsáveis vão perceber o quanto você se empenhou para reunir toda essa informação para mostrar a eles. Seus esforços vão provar que você é uma pessoa madura e capaz de estudar no exterior. Além disso, eles também vão perceber que pra você, fazer um intercâmbio significa realizar um sonho, e não há nada no mundo que eles queiram mais que isso.

mala-pais-deixarem-fazer-intercambio

Intercâmbio com a UDI

Cada família é diferente e isso influencia muito na decisão de te deixar fazer intercâmbio ou não. Além desses argumentos, você pode apresentar a eles a nossa mentoria especializada. Nossa equipe te ajuda em todo o processo para conquistar uma oportunidade no exterior! Você pode fazer seu teste de perfil clicando aqui.

E, para acompanhar todos os nossos conteúdos aqui no Blog, cadastre seu e-mail para receber nossa newsletter semanal.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.