Com o mundo cada vez mais globalizado, os empregadores estão em busca de candidatos que se sentem confortáveis em se envolver com diferentes culturas e pessoas de origens distintas. E essa é, com toda certeza, uma habilidade que é possível adquirir com uma experiência internacional! Mas como transformar isso em um ponto positivo no seu currículo? É isso que você irá descobrir agora com esses 6 passos que separamos.

experiência-internacional-no-currículo

Antes de começar a ler esse texto, nunca se esqueça que o seu currículo deve ser adaptável. Ou seja, para cada oportunidade que você se interessar, ele deve ser editado de maneira que se adeque ao que pede essa vaga. Então nada de preguiça! Agora sim, vamos as dicas:

Seja seletivo(a)

Nem todas as suas experiências têm o mesmo peso. Por isso, você deve ser seletivo(a) quanto ao que vai incluir e ao que vai deixar de fora no seu currículo. Coloque apenas as experiências realmente relevantes para a função que você está se candidatando. Por exemplo, um Summer Job acadêmico é uma ótima experiência para o currículo de quem pretende se candidatar a uma vaga como professor(a).

Encontre o local certo para incluir

Saber o que incluir no seu currículo é muito importante. Mas tão importante quando isso é saber onde você vai adicionar a sua experiência internacional. Se elas forem diretamente relevantes para sua solicitação de emprego, você deve incluir, sem dúvidas, no corpo principal do seu currículo. No entanto, se não for diretamente aplicável, inclua em uma seção diferente, como “Outras atividades” ou “Outras experiências”.

Sempre inclua os idiomas

Os idiomas são sempre muito valorizados pelos empregadores. Portanto, inclua todas as habilidades linguísticas que aprendeu no exterior. Se elas não forem diretamente necessárias para a função que você está se candidatando, inclua na seção “Habilidades” do seu currículo. Mas, se o trabalho estiver diretamente relacionado à língua estrangeira que você fala, você deve destacar um pouco mais.

Inclua trabalhos voluntários

Um intercâmbio voluntário também pode ser uma experiência internacional de muito valor para o seu currículo. Os empregadores vão valorizar muito o seu impacto dentro de uma comunidade e as habilidades que você adquiriu ao longo do caminho. O voluntariado também mostra que você é uma pessoa comprometida com o seu trabalho e disposta a ir além para por em prática as causas, valores, ideias e objetivos que você acredita.

Coloque todos os tipos de habilidade que você desenvolveu

Sua experiência internacional pode agregar valor ao seu currículo mesmo se ela não for diretamente relevante para o trabalho ao qual você está se candidatando. Além das habilidades práticas que você aprendeu enquanto trabalhava, fazia estágio ou estudava no exterior, as viagens também ensinam muitas habilidades subjetivas.

As habilidades práticas são as que podem ser ensinadas, como as linguísticas e as técnicas. Já as subjetivas são aquelas que você desenvolveu consigo mesmo, como resolução de problemas, negociação e liderança.

Planeje seu currículo com antecedência

Se você ainda estiver no exterior, peça aos empregadores atuais ou aos seus professores que escrevam uma carta de referência ou recomendação. Você pode apresentar essa carta ao seu futuro empregador e, dessa forma, mostrar que teve uma experiência internacional séria. Além disso, com a carta em mãos você pode preparar uma versão traduzida para apresentar nas entrevistas, caso seja solicitado. Planejar com antecedência pode parecer não tão espontâneo e aventureiro quanto você imagina, mas estar preparado(a) e bem informado(a) pode te levar à algumas oportunidades incríveis!

Por que ter um intercâmbio no currículo é uma vantagem?

chat-experiencia-internacional

Independência

Não existe demonstração maior de independência do que arrumar sua mala e mudar para um país que é completamente estranho, longe de tudo e de todos que você conhece. Parece assustador, não é? Isso porque realmente é. Mas também é imensamente gratificante em todas as áreas da sua vida. Um intercâmbio no currículo mostra toda a sua força de vontade e a sua capacidade de controlar o que acontece na sua jornada. 

Além disso, essa experiência facilita para que os empregadores entendam que você tem disponibilidade de viajar e até mesmo morar em outros países. Sendo assim, um emprego em uma empresa multinacional fica muito mais palpável. 

Perspectiva global

À medida que o mercado de trabalho se torna cada vez mais globalizado e as empresas se esforçam para causar um impacto em escala mundial, quem tem um intercâmbio no currículo com certeza pode se destacar. Isso porque ter experiências fora dos muros da universidade, e, mais ainda, fora do país, te dá uma perspectiva muito maior da área que você escolheu para se especializar.

Rede de contatos internacionais

Sabe todos aqueles amigos que você fez enquanto estava fora do Brasil? É provável que, depois da faculdade, todos estejam espalhados pelo mundo em seus respectivos lares ou continuem estudando ou trabalhando fora. É provável também que você conheça não apenas pessoas aqui do Brasil lá fora ou mesmo do país em que estudou, mas sim de todo o mundo. E você ficaria surpreso(a) com o quanto esses contatos são úteis na hora de encontrar oportunidades de trabalho no exterior. Quem tem um amigo tem sempre uma porta aberta!

Resiliência

Nada vale muito a pena se for fácil, e você certamente vai ter muitos obstáculos para superar quando for estudar no exterior. Seja na barreira do idioma ou na adaptação com a culinária local, é provável que você tenha mostrado uma quantidade significativa de resiliência ao longo do caminho. Afinal, você chegou até aqui, certo? Isso será ótimo para os empregadores pois mostra que você pode lidar com as mudanças e as dificuldades, usando-as em seu benefício, em vez de permitir que elas te derrubem.

Habilidades de comunicação

Com certeza as suas habilidades de comunicação vão melhorar muito no exterior. E isso não tem só a ver com os desafios de um idioma diferente. Isso porque, quando você chega a um novo país (e até por algum tempo depois), não sabe de quase nada. Até as coisas mais básicas, como onde comprar uma barra de sabão, como comprar uma passagem de trem ou saber onde jantar são confusas, e geralmente a única maneira de descobrir é perguntando. 

Você vai se acostumar a pedir ajuda e conselhos a estranhos. Iniciar essas conversas vai fazer maravilhas para a sua confiança, seu vocabulário e todas as habilidades gerais de comunicação, qualidades que os empregadores tendem a amar!

Intercâmbio com a UDI

Agora você já sabe como incluir uma experiência internacional no currículo, certo? Então já pode começar a se preparar para conquistar a sua! A nossa mentoria especializada está a postos para te ajudar. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui.

Quer acompanhar todos os nossos conteúdos? Então cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.