Muita gente escolhe fazer intercâmbio na América Latina justamente por ser mais barato. Mas tem como deixar o bolso ainda mais aliviado. É só seguir essas dicas que reunimos para diminuir os gastos na sua viagem, e preparar seu espanhol!

Conheça os custos extras de viagem antes

Quanto custa o vôo para o seu destino? Você precisa de um visto de estudante? Quanto isso vai custar? Antes de tomar uma decisão final sobre o seu intercâmbio, você pode pesquisar um pouco mais sobre esses custos extras de viagem. 

Em alguns países, é necessário um visto de estudante e em outros não. Se você não puder pagar as taxas associadas ao visto, considere um local em que você não precisa de um.

Planeje e economize

Tempo é tudo. Se você perceber que não tem dinheiro suficiente economizado agora para sair do país, planeje trabalhar e economizar para o próximo ano. Assim, você vai ter mais dinheiro em caixa para ir para o exterior no futuro! De qualquer forma, tenha sempre tudo planejado e não faça loucuras.

Escolha um destino que você ama e quer explorar, mas que também seja acessível

Felizmente, existem muitas cidades e locais em toda a América Latina onde você pode realmente se integrar à comunidade e encontrar maneiras baratas de se divertir no seu tempo livre. 

Adora ir à praia? Estude na Colômbia. Lá você vai poder visitar uma praia diferente a cada semana. Prefere música ao vivo? Então escolha uma cidade grande como Lima, onde você pode explorar diferentes casas de shows ou talvez assistir a um show gratuito no parque. Obcecado com a natureza? Viva em um paraíso como a Costa Rica!

Calcule o custo de vida

Embora o custo de vida na América Latina seja geralmente menor do que em outras partes do mundo, ele varia de país para país. De qualquer forma, se você deseja fazer intercâmbio em um lugar onde as contas do dia-a-dia são mais baratas, aqui é o lugar! Não esqueça de sempre calcular o câmbio da moeda local, porque com isso o custo médio de vida pode diminuir.

Seja realista

Pode chegar um momento em que você percebe que sua viagem dos sonhos é simplesmente inacessível e você precisa fazer alguns compromissos. É sempre bom manter a mente aberta quando se trata de um intercâmbio. 

Isso para que você possa escolher uma viagem que funcione tanto para suas metas pessoais quanto para não abrir um buraco em sua carteira. A flexibilidade é uma parte fundamental do estudo no exterior e pode até gerar aventuras inesperadas!

Com essas dicas fica mais fácil de pensar em um intercâmbio na América Latina, não é? Se você realmente se interessou, a nossa mentoria especializada pode te ajudar a planejar e tirar esse sonho do papel. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  


Matheus Tomoto

Matheus Tomoto

Estudou em escola pública, aprendeu inglês sozinho em 3 meses, foi aceito nas 10 melhores faculdades dos Estados Unidos, trabalhou no MIT (melhor faculdade de tecnologia do mundo), é embaixador da Youth Assembly no Brasil, recebeu proposta da NASA e é ex-fellow de HARVARD. É escritor, palestrante e mentor de pessoas que desejam buscar sua oportunidade no exterior.