Quem tem vontade de estudar nos Estados Unidos e aplicar para uma universidade de lá, geralmente se depara com algumas expressões que não fazem sentido no esquema de admissões que temos aqui no Brasil. Por exemplo, muita gente se pergunta o que é early decision, uma vez que o termo é tão comum nas instituições da terra do tio Sam. Para ajudar nesse caso, explicamos aqui não só o que é mas também as vantagens e desvantagens de escolher esse tipo de aplicação. Confira!

O que é early decision?

O primeiro passo para entender o que é early decision é saber que esse é um tipo de admissão que diz respeito ao seu vínculo com uma universidade específica. Isso significa que, se você for aceito(a) por early decision, se compromete em frequentar a universidade e cancelar todas as aplicações que você fez para outras instituições. É preciso ter em mente também que você pode aplicar no modo early decision para apenas uma universidade.

Caso você não seja aceito(a) na early decision, você receberá o resultado como rejected (rejeitado) ou deferred (deferido). Os candidatos rejeitados não podem se inscrever novamente naquele ano. Já os candidatos deferidos vão ser reconsiderados durante o período regular de admissão e estão livres para aplicar para outras universidades.

3-o-que-e-early-decision

A Universidade da Pensilvânia é uma das que aceitam aplicações de early decision

Os prazos de early decision costumam ser em novembro, e os alunos e alunas geralmente são notificados da decisão em dezembro. É importante destacar que a taxa de admissão na rodada de early decision é consideravelmente maior do que no período geral, de regular decision.

O principal motivo para as universidades dos EUA oferecerem a early decision é a certeza da matrícula do aluno. Dessa forma, elas “perdem menos tempo” com o processo de aplicação de alunos que podem acabar indo para outras instituições. Além disso, o período da early decision ajuda o escritório de admissão de cada universidade a fazer o processo de maneira mais calculada, uma vez que não é tão corrido.

Vantagens e desvantagens da early decision

Agora que você já sabe o que é early decision, antes de aplicar nesse módulo precisa ter em mente que ele carrega tanto vantagens quanto desvantagens em relação aos outros. Confira esses aspectos aqui:

Vantagens

1-o-que-e-early-decisionComo dissemos anteriormente, os candidatos e candidatas da early decision tendem a ter uma taxa de aceitação maior do que nos outros módulos de aplicação. Isso acontece, em geral, porque quem se candidata “antecipadamente” se dedica exclusivamente a uma universidade e, dessa forma, tem maior probabilidade de corresponder aos padrões de admissão da instituição.

Além da parte de admissões, a early decision também é uma vantagem pois representa menos stress no processo de aplicação, te dá mais tempo para se familiarizar com a universidade escolhida e também permite que você busque e avalie outras opções com mais calma.

Desvantagens

2-o-que-e-early-decisionA principal desvantagem desse modelo está justamente no sentido do que é early decision. Isso porque esse modelo de aplicação é muito restritivo. Sendo assim, é importante recorrer a esse tipo de inscrição apenas se tiver muita certeza de onde quer estudar (e se suas notas correspondem aos requerimentos da instituição). 

Outra desvantagem se relaciona com as bolsas de estudos e os auxílios financeiros. Como a early decision logo te vincula a apenas uma universidade, você não consegue fazer um comparativo entre os auxílios oferecidos pelas diferentes instituições e, a partir dessa comparação, escolher onde vai estudar.

Intercâmbio com a UDI

Vai aplicar para um universidade dos EUA e gostou de saber o que é early decision? Que tal contar com a ajuda da nossa mentoria especializada em todo esse processo? Nossa equipe de mentores está a postos para te dar todo o suporte na busca por uma oportunidade internacional. Faça seu teste de perfil clicando aqui.

Cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal e acompanhar tudo o que publicamos no Blog.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos