Você fez sua pesquisa, encontrou o destino e o curso perfeitos, e agora é a hora de fazer sua aplicação para o intercâmbio. De início, pode parecer que há muita coisa para se fazer. Porém, se você estiver bem preparado(a), esse processo vai ser totalmente fácil e você ainda vai se sair muito bem. Para te ajudar nesse momento, separamos 4 passos que você deve seguir para dar tudo certo. Confira!

4 passos para ir bem na aplicação para o intercâmbio

Planejar com antecedência

Cada universidade possui protocolos diferentes e específicos quando se trata do processo de aplicação para o intercâmbio. Por isso, é muito importante que você planeje com antecedência, de forma que não perca nenhum dos prazos. Se certifique de que você tem tempo suficiente para fazer a aplicação, pois vai precisar de outras pessoas (para expedir e enviar documentos, por exemplo) e, inevitavelmente, vai haver alguns atrasos.

Esteja em contato com a universidade de destino desde o primeiro momento da sua inscrição. Isso porque o setor responsável vai te ajudar muito no planejamento do seu curso e da suas aulas, além de toda a programação acadêmica, de forma geral. 

Organizar todos os documentos e requerimentos

Assim como qualquer outra inscrição, a aplicação para o intercâmbio tem vários requerimentos e documentos que você deve preencher ou entregar. Aqui estão alguns que você pode esperar:

Informações gerais

Todos os processos de aplicação pedem as mesmas informações básicas, como nome, data de nascimento, nacionalidade, etc. Porém, as informações mais importantes que você vai precisar passar são as do seu passaporte

Se você está pensando em estudar no exterior ou já está em processo de aplicação, faça o quanto antes a solicitação do seu passaporte (se ainda não tiver)! Você deverá fazer seu cadastro no site da Polícia Federal, pagar uma  taxa, fazer seu agendamento e se dirigir até o órgão responsável mais próximo para completar todos os trâmites. Depois disso ainda terá que aguardar a emissão do passaporte para buscá-lo. Todo esse processo leva cerca de 1 mês, então é importante que você comece o mias rápido possível. 

passaporte-aplicacao-para-o-intercambio

CV / Resumé

Algumas aplicações vão solicitar que você envie seu currículo, embora nem sempre seja necessário. Porém, se você deseja exercer algum trabalho, serviço ou estágio no exterior, provavelmente vai precisar enviar um. Por isso, é uma boa ideia deixar o seu sempre atualizado.

Formulários de saúde

Dependendo do país e da universidade de interesse, você vai ter que preencher e enviar diferentes formulários relacionados à sua saúde. Mesmo que você não precise propriamente para a aplicação, ainda pode ser necessário para tirar seu visto. Os países têm interesse em garantir que você esteja saudável antes de entrar neles. Muitas vezes, eles examinam os estrangeiros, como um meio de impedir a propagação de doenças para o país e também para garantir que você não seja um fardo para o sistema nacional de saúde.

Provavelmente, você só vai precisar enviar um questionário ou formulário geral informando se possui alguma condição de saúde física ou mental. Em algumas aplicações, mais rigorosas, ainda terá que enviar um formulário completo. Portanto, é importante verificar o que você precisa, para então agendar as consultas médicas necessárias.

saude-aplicacao-para-o-intercambio

Cartas de recomendação

Em alguns processos de aplicação para intercâmbio mais competitivos, você vai precisar de cartas de recomendação. As universidades que fazem essa solicitação geralmente pedem de uma a três cartas que comprovem suas conexões acadêmicas. Se você precisar enviá-las, é melhor começar a pensar sobre quem são os melhores professores para escreverem essas cartas sobre você. Informe-os sobre onde você gostaria de ir e suas motivações. Dessa forma eles poderão dar um toque mais pessoal às cartas.   

Escolher suas disciplinas

Fazer um intercâmbio é viver e conhecer um novo país e criar memórias inesquecíveis com amigos de todo o mundo. Nesse caso, as disciplinas que você escolhe para cursar são, obviamente, muito importantes academicamente, mas também podem enriquecer sua experiência geral em um país estrangeiro e te ajudar a entender melhor a cultura do seu destino de escolha.

Na sua aplicação para o intercâmbio pode ser necessário selecionar alguns cursos preliminares ou mesmo já fazer sua seleção final. Sendo assim, é importante que você já tenha as disciplinas em mente. No entanto, os cursos que você escolher podem ser cancelados ou excluídos por diversos motivos. Dessa forma, você também deve ter um plano B para quais disciplinas vai cursar nesse caso.

class-aplicacao-para-o-intercambio

Escrever o seu essay

Muitos processos de aplicação para o intercâmbio exigem um essay ou uma carta de motivação. Embora não sejam muito longos, esses textos e essas cartas são uma ótima oportunidade para mostrar à sua universidade de destino quem você é como indivíduo. Além disso, também vão te ajudar a entender melhor qual proveito você quer tirar da sua experiência no exterior. 

carta-aplicacao-para-o-intercambio

Intercâmbio com a UDI

Se você quiser uma ajuda mais personalizada para fazer a sua aplicação para o intercâmbio, você pode contar com a nossa mentoria especializada. O nosso time de mentores está a postos para responder todas as suas dúvidas. Faça seu teste de perfil agora mesmo, clicando aqui.

Quer acompanhar todos os nossos conteúdos no Blog? Então cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.