Universidade de Toronto, Universidade da Colúmbia Britânica, Universidade McGill… Muito se fala das melhores universidades canadenses, mas você já se perguntou quais são as piores universidades do Canadá? Sim, mesmo um país conhecido pelo seu alto nível educacional também conta com instituições que ficam pra trás em determinados aspectos. E é sobre isso que vamos falar nesse texto!

Quais são as piores universidades do Canadá?

Baixo percentual de matrículas e qualidade educacional

A St. Stephen’s University é uma pequena instituição privada de Artes Liberais localizada na cidade de mesmo nome, no estado de New Brunswick. Se você não tem nenhum problema com morar em lugares pequenos, pode até não se incomodar em curtir as paisagens bucólicas do Canadá rural. Mas com uma população que não chega aos 10 mil habitantes, estudar na St. Stephen’s University pode ser um problema para quem prefere lugares maiores com mais oportunidades profissionais e culturais.

Outra desvantagem da instituição é o seu tamanho. Há apenas um campus e a cada ano são aceitos apenas cerca de 250 alunos. Além disso, são oferecidos apenas diplomas de bacharelado em Artes, Cultura e Humanidades, o que limita significativamente as possibilidade de escolhas acadêmicas dos estudantes.

piores-universidades-do-canadá-united
First Nations University of Canada (Foto: Alec Couros/Flickr)

Outra instituição que pode se encaixar nessa categoria é a First Nations University of Canada (FNUniv), que embora seja credenciada e reconhecida oficialmente pelas autoridades da província de Saskatchewan, não tem autonomia para conferir os graus de bacharelado ofertados, cabendo à Universidade de Regina essa função. Isso acontece porque a FNUniv é considerada um colégio federado dessa universidade maior.

Em consequência disso, o aspecto financeiro também é uma grande desvantagem para quem opta pela instituição, já que os alunos devem pagar todas as taxas relacionadas à Universidade de Regina mesmo sem estudar nela. Além disso, já foram comprovados casos de gastos inadequados de recursos e fraudes financeiras por parte dos funcionários da universidade, o que se reflete em suas condições materiais e, consequentemente, na experiência dos alunos.

Áreas de estudos limitadas

Com um rápido desenvolvimento da tecnologia, hoje em dia os estudantes querem e precisam se especializar em várias disciplinas diferentes, mas alguma instituições, inclusive canadenses, também não são capazes de atender essas demandas. E por isso elas também podem ser colocadas na lista de piores universidades do Canadá.

Uma dessas instituições é o Nicola Valley Institute of Technology (NVIT), localizado em Merritt, na província da Colúmbia Britânica. Com um número de matrícula de aproximadamente 1500 alunos por ano, por lá só é possível obter diplomas de bacharelado nas áreas de Ciência e Tecnologia e, além disso, também não é oferecida nenhuma formação a nível de pós-graduação.

piores-universidades-do-canadá-hearst
Université de Hearst (Foto: Ron Grech/The Daily Press)

Já a Université de Hearst, na província de Ontário, demonstra oportunidades ainda mais limitadas, pois oferece apenas bacharelado em Humanidades e Ciências Sociais exclusivamente para estudantes que falam francês (ou bilíngues). Uma desvantagem adicional está ligada ao seu tamanho, que é limitado a 250 alunos no máximo. E mesmo assim, atualmente a instituição conta com apenas cerca de 100 estudantes matriculados.

Por outro lado, a Kingswood University é uma instituição cristã evangélica associada à Igreja Wesleyana na província de New Brunswick que oferece cursos exclusivamente em Teologia e Ministério. Ou seja, a universidade permite a obtenção do grau de bacharelado apenas na área específica de atuação, o que não é muito popular no mundo contemporâneo liderado cada vez mais pelo progresso tecnológico e científico.

Outra universidade com baixa classificação é a Crandall University, também em New Brunswick e também operada por uma igreja, nesse caso a Batista. Embora ofereça um número maior de programas em diferentes esferas do conhecimento, os seus preceitos religiosos se refletem diretamente nas práticas de ensino, o que pode ser uma grande desvantagem para alguns alunos, seja por motivos pessoais ou pela recusa em admitir a política de enraizamento da educação universitária na fé e nos valores cristãos.

piores-universidades-do-canadá-crandall
Crandall University (Foto: Crandall University)

Outras instituições que também sempre aparecem entre as universidades com menor desempenho em avaliações educacionais e, consequentemente, entre as piores universidades do Canadá, são a Brandon University, a Cape Brenton University, a Mount Saint Vincent University, a Saint Mary’s University, a St. Thomas University, a Laurentian University, a Université de Moncton, a Lakehead University, a Bishop’s University e a Nipissing University.

Todas as universidades com baixa avaliação são de fato ruins?

Não! Um bom exemplo disso é a própria Nipissing University, uma instituição de Artes Liberais na província de Ontário. Embora não se destaque nos rankings, conta com uma grande variedade de programas de estudo, oportunidades de pesquisa e programas de residência.

Esse baixo desempenho pode ser explicado pelo fato de que a universidade seja focada principalmente (e quase que exclusivamente) em programas de graduação. Existem apenas algumas oportunidades e áreas bastante limitadas de estudo para aqueles que desejam receber um diploma de pós-graduação.

Mas esse fato não é suficiente para colocar a Nipissing University em um patamar 100% negativo, mesmo que faça parte da lista das piores universidades do Canadá nas avaliações educacionais, uma vez que a sua abordagem individualizada e de apoio ao ensino compensa de alguma forma as oportunidades limitadas. E, fora isso, a qualidade dos conhecimentos e habilidades obtidos fazem valer a pena todos os esforços dos alunos.

piores-universidades-do-canadá-Nipissing
Nipissing University (Foto: JustSomePics/Wikimedia)

O que levar em consideração de tudo isso?

Se você pretende estudar Canadá, é muito importante que você não se atenha apenas aos rankings para decidir em qual universidade passará por essa experiência. Isso porque muitas boas instituições têm classificações baixas e má reputação, embora isso não signifique que sejam ruins ou ofereçam educação de baixa qualidade.

Muitas universidades canadenses optam por restringir seu campo de especialização e oferecer apenas programas de aprendizagem específicos. Cada aluno tem a oportunidade de escolher uma universidade dependendo do seu plano e objetivos de carreira, e até mesmo uma pequena universidade em um ambiente rural pode ajudar a atingir esse objetivo.

E claro, nem mesmo as melhores universidades serão 100% perfeitas e atingirão todos as expectativas do aluno e, ao mesmo tempo, mesmo as instituições consideradas como as “piores” também apresentarão aspectos positivos. Tudo vai depender de quais são as suas prioridades, interesses e aspirações para o futuro.

Universidade do Intercâmbio

E aí, ficou surpreso ou já conhecia alguma dessas piores universidades do Canadá? Estudaria em alguma dessas ou prefere se preparar para conquistar uma vaga em uma das universidades mais renomadas do país? Seja qual for sua resposta, nós podemos te ajudar na sua preparação através da nossa mentoria especializada. Quer saber como? Clique aqui para fazer o nosso teste de perfil e entrar para o nosso time de mentorados.


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos