Londres é uma cidade emocionante e vibrante, com infinitas possibilidades. E como uma das principais cidades globais do mundo, também é culturalmente diversificada, oferecendo a seus habitantes muitas oportunidades de entretenimento, estudos e progressão na carreira. Por todos esses motivos, é uma cidade extremamente popular para expatriados de todo o mundo. E sabe em que tudo isso implica? Acertou se pensou em preços altos. O custo de vida em Londres de fato não é nada barato! Pelo contrário, estamos falando de uma das cidades mais caras do mundo. Mas se você sonha em viver por lá, vamos mostrar agora os preços médios praticados na cidade.

custo-de-vida-em-londres

Custo de vida em Londres: Imóveis (para comprar ou alugar)

Se você está pensando em se mudar para Londres, deve ficar ciente de que estamos falando de uma das cidades mais caras do mundo também para alugar. Não é incomum, por exemplo, os londrinos gastarem metade de seu salário mensal apenas com aluguel.

O aluguel mensal médio de um apartamento/casa de dois quartos é de cerca de 2.400 libras. Já o custo médio para comprar um imóvel de três quartos é de 967.989 libras!

Mas, embora seja preciso paciência e bastante pesquisa, é sim possível encontrar algo em sua faixa de preço em uma área que atenda às suas necessidades. Então descobrir o que é mais importante para você na hora de procurar a moradia ideal em Londres pode ajudar a economizar bastante. Por exemplo, um apartamento localizado ao lado de uma estação de metrô custará mais que um localizado a 15 minutos a pé.

A dica para quem pretende mudar sem família e não faz questão de morar sozinho é  alugar um quarto em apartamento compartilhado. Você verá que os custos irão cair drasticamente. Algumas boas plataformas para procurar quartos compartilhados em Londres são o SpareRoom, o Ideal Flatmate e o Spotahome.

Como em qualquer cidade, os preços dos imóveis podem variar bastante, dependendo da área da cidade. O sul de Londres, por exemplo, geralmente tem preços mais baixos de aluguel do que as outras regiões. Por lá, a média mensal de aluguel de um apartamento de 1 quarto fica na casa das 1.456 libras. Um apartamento de mesmo tamanho e padrão no Chelsea, um dos bairros mais nobres de Londres, não sairia por menos de 2.244  libras por mês. Já no centro, onde estão concentrados os prédios de empresas e escritórios, essa valor fica em torno de 2000 libras.

O que normalmente não muda, independente do bairro, é a obrigatoriedade de pagar uma taxa mensal de seguro do locatário que normalmente varia entre 6 e 15 libras.

Custo de vida em Londres: Mercado e alimentação

Alimentos e mantimentos não são exceção ao alto custo de vida de Londres. Mas vale lembrar que os gastos com compras de alimentos variam de pessoa para pessoa, dependendo dos seus hábitos alimentares. Mas, de mogo geral, dá pra economizar um bom dinheiro fazendo compras em redes de supermercados mais baratas como o Tesco, o Lidl e o Sainsbury’s.

Veja abaixo os custos médios de alguns itens essenciais  de acordo com o Numbeo:

Produto Preço (em libras)
1 litro de leite 0.96
Pão granco (500 gramas) 1.09
1 kg de arroz 1.28
12 ovos 2.06
1 kg de queijo 6.71
1 kg de peito de frango 5.98
1 kg de carne 8.58
1 kg de maçã 1.88
1 kg de banana 1.14

Comer fora pode acabar custando muito, especialmente para uma família. O mais barato, que são as comidas de redes de fast-food, fica em torno de 6 libras (o combo). Já um simples cappuccino sai em média por 3 libras. Por isso é bastante comum os londrinos levarem suas próprias comidas para o trabalho.

custo-de-vida-em-londres-centro

Custo de vida em Londres: Entretenimento (bares, pubs, restaurantes, cinema e teatros)

Se você não é muito fã de cozinhar em casa, espere gastar entre 11 e 20 libras por refeição em um restaurante barato. Já em um restaurante médio, esses valores sobem para 20 e 40 libras, respectivamente. Já uma cerveja fica na casa das 5 libras, enquanto um coquetel não sai por menos de 12 libras.

Para os amantes de baladas, fique sabendo que normalmente casas noturnas cobram uma taxa de entrada, mas é possível economizar algum dinheiro chegando cedo. Isso porque, geralmente antes das 23h, a entrada costuma ser grátis.

Já os ingressos de cinema para lançamentos internacionais podem custar de 10 a 15 libras. Mas é possível encontrar ótimos cinemas com ingressos mais baratos, como o Prince Charles Cinema e o PeckhamPlex. Para entretenimento grátis, visite museus e parques e navegue na Internet para buscar eventos gratuitos na cidade (eles estão sempre acontecendo!).

Custo de vida em Londres: Contas mensais

Para custos com gás, eletricidade, água e wifi, normalmente é cobrado uma taxa mensal fixa baseada no valor médio gasto nos últimos 12 meses no seu apartamento/casa. Mas para ter uma ideia mais precisa, o custo médio mensal com gás, eletricidade e água fica na casa das 160 libras. O que mais contribui para o aumento dos gastos é o uso de aquecedor no inverno. Você pode ajudar a reduzir esses custos diminuindo o aquecimento quando não estiver em casa e usando mais roupas para se aquecer. Já os pacotes de wifi variam entre 20 e 40 libras, dependendo do provedor e pacote escolhido.

Vale lembrar que nos que diz respeito a wifi, gás e eletricidade, existem vários fornecedores na cidade e fica a cargo do cliente escolher o melhor para ele.  Já em relação ao fornecimento de água, existe apenas uma empresa responsável: a Thames Water.

Você pode usar sites de comparação para analisar as melhores empresas de fornecimento de energia para a sua realidade. Alguns exemplos são o Money Super Market e o uSwitch.

Custo de vida em Londres: Plano de celular

Não dá pra mudar para outra cidade sem ter um plano de celular local. O Billmonitor possui uma calculadora que analisará suas necessidades e encontrará o melhor plano pra você. Os mais baratos custam cerca de 19 libras por mês.

Custo de vida em Londres: Transporte

Para o uso de transporte público, a maioria dos passageiros usa o Oyster, que é um cartão mensal (e recarregável) de viagem. Também é possível utilizar um cartão bancário sem contato para fazer o pagamento. Para quem utiliza transporte público com frequência, sai muito mais barato do que comprar bilhetes individuais para cada viagem.

O Oyster Card é bastante útil para quase todos os tipos de transporte público de Londres. Ele funciona em um sistema de pagamento conforme o uso, e os valores podem variar de acordo com a zona de residência do dono do cartão (são seis zonas diferentes) e também com o horário de utilização de transporte (os horários de pico são mais caros). Os valores variam de 1,50 a 5,10 libras no Oyster e de 4,90 a 6 libras no pagamento em dinheiro.

As tarifas de pico se aplicam a todas as viagens feitas de segunda a sexta-feira antes das 9h30. Já uma viagem de duração média em um dos famosos táxis pretos de Londres custa entre 10 e 35 libras, dependendo da distância e da hora do dia.

Se você prefere usar bicicleta, existem alguns serviços abertos ao público. Um dos mais utilizados é o Santander Cycles, no qual é possível pagar 2 libras por 24 horas de utilização. Você pode fazer quantas viagens quiser, desde que cada uma delas dure menos de 30 minutos. Se uma viagem exceder esse tempo, haverá um custo adicional de 2 libras. É possível fazer uma inscrição anual no valor de 90 libras (cerca de 0,25 pounds por dia) que dá direito a acesso ilimitado.

custo-de-vida-em-londres-metro

Custo de vida em Londres: Academias

A taxa mensal média das academia e clubes de fitness em Londres é de cerca de 40 libras. Para obter tarifas com desconto, duas franquias indicadas são a Fitness Space e a Pure Gym, que são academias mais básicas.

Quanto você irá gastar por mês em Londres?

Estima-se que uma pessoa solteira residente em Londres gaste cerca de 794 libras por mês, excluindo aluguel. Embora esse valor seja mais alto do que muitas cidades da Europa, Londres tem muito a oferecer, então esse é um custo que pode valer a pena.

Milhões de pessoas vivem, estudam e trabalham com sucesso nesta capital, e a população de estrangeiros aumenta a cada ano. Ou seja, os preços certamente não são um impeditivo para todas essas pessoas que veem na cidade uma oportunidade de construir uma carreira, ter uma ótima qualidade de vida e acesso a tudo o que uma cidade do porte de Londres tem para oferecer.

Universidade do Intercâmbio

Agora que você já sabe um pouco mais sobre o custo de vida em Londres, que tal começar a se preparar para ter a sua experiência dos sonhos em uma das cidades mais incríveis da Europa? O grande segredo pra isso é começar a se preparar o quanto antes e nós podemos te ajudar através da nossa mentoria especializada e todo o nosso time de mentores. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui.


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.