Estudar em Londres é o sonho de muita gente. A capital da Inglaterra é famosa pelo Big Ben, pela London Bridge, pelo clima chuvoso e pelo Palácio de Buckingham. Mas você conhece a UCL? Não?! Então se liga nesse texto porque reunimos as principais informações para você ficar por dentro da melhor universidade de Londres e, quem sabe, fazer um intercâmbio por lá!

UCL: a melhor universidade de Londres 1

Prédio principal da UCL

Uma história de vanguarda

A UCL foi fundada em 1826. Desde então, ela já se chamou London University, University College of London e, atualmente, é conhecida apenas como UCL. Em 1858, a revista All the Year Round cunhou o termo “The People’s University” (“a universidade do povo”) para se referir à UCL. Isso porque, para a revista, a instituição “estenderia a mão até mesmo ao jovem sapateiro que estuda em seu sótão”.

Quando foi estabelecida, a universidade surgiu como uma alternativa secular (ou seja, sem ligação com a igreja) à  Oxford e Cambridge, as únicas existentes no Reino Unido até então. Dessa forma, a UCL foi a primeira universidade britânica a não exigir um vínculo religioso para a admissão dos alunos.

Baixe o nosso e-book e descubra quais são as 10 melhores universidades do mundo

Em 1858, a UCL se tornou o berço do ensino à distância. Tudo porque a instituição permitiu que os seus alunos estudassem fora de Londres, expandindo o ensino superior. O sistema funcionava com os estudantes aprendendo em casa e fazendo as provas sem precisar ir até Londres. Dessa forma, a instituição foi também uma das primeiras a permitir que os universitários trabalhassem e estudassem ao mesmo tempo. 

Desde então, a UCL se expandiu, se modernizou e se transformou em uma instituição pioneira, sendo a primeira na Inglaterra a disponibilizar o ensino superior para as mulheres e para todas as pessoas. E isso inclui, inclusive, as que não podiam seguir as formas tradicionais de estudo.

As instalações e a organização da UCL

A UCL fica no bairro de Bloomsbury, próximo ao centro de Londres. Nesse campus, ficam diversos institutos de ensino e hospitais-escola. Além dessas instalações principais, a universidade também tem divisões em Adelaide, na Austrália, e em Doha, no Catar. 

Ao todo são 11 faculdades compondo a UCL, com mais de 100 departamentos dentro delas. Esses departamentos são responsáveis pelos mais de 400 cursos oferecidos pela universidade, entre programas presenciais e a distância. Além disso, eles também cuidam dos institutos e centros de pesquisa da universidade.

UCL: a melhor universidade de Londres 2

Faculdade-de-Medicina-da-UCL

A instituição ainda é responsável por museus e coleções de arte e história. Entre eles estão o o Petrie Museum of Egyptian Archaeology e o Grant Museum of Zoology and Comparative Anatomy.

Hoje a UCL recebe cerca de 39 mil estudantes, sendo 18 mil de graduação e 21 mil de pós-graduação. Ela também têm um grande número de estudantes internacionais, com mais de 11 mil intercambistas de todo o mundo. Além disso, mais de 6 mil professores e 11 mil funcionários técnico-administrativos fazem parte da equipe da universidade. 

Reputação global da melhor universidade de Londres

A UCL é famosa internacionalmente pela qualidade do seu ensino. Atualmente, ela ocupa a posição de número 8 no QS World University Rankings! No mais recente Research Excellence Framework, por sua vez, a UCL foi a universidade mais bem avaliada no Reino Unido em termos de força de pesquisa.

Os acadêmicos da UCL descobriram cinco dos gases nobres naturais, identificaram hormônios, inventaram o tubo de vácuo e fizeram vários avanços fundamentais nas estatísticas modernas. Até 2018, 33 ganhadores do Prêmio Nobel e 3 medalhistas do Fields foram afiliados à UCL como ex-alunos, professores ou pesquisadores.

E aí, o que achou da UCL? Está pronto para estudar na melhor universidade de Londres? Então comece a se preparar para conquistar sua vaga com a nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  


Matheus Tomoto

Matheus Tomoto

Estudou em escola pública, aprendeu inglês sozinho em 3 meses, foi aceito nas 10 melhores faculdades dos Estados Unidos, trabalhou no MIT (melhor faculdade de tecnologia do mundo), é embaixador da Youth Assembly no Brasil, recebeu proposta da NASA e é ex-fellow de HARVARD. É escritor, palestrante e mentor de pessoas que desejam buscar sua oportunidade no exterior.