O período pré-intercâmbio é cheio de ansiedade e insegurança. Como em muitos casos o intercâmbio é também a primeira experiência internacional do viajante, muitos deles não sabem como agir quando finalmente chegam no seu destino. Para ajudar nesse momento, separamos algumas dicas do que você pode fazer no início do intercâmbio, quando finalmente chegar no seu destino. A primeira delas é simples: relaxe! Agora confira as outras:

Separe todos os seus documentos

Quando você chegar na sua nova universidade, provavelmente vai ter que solicitar sua carteirinha de estudante. Para tornar esse processo mais fácil, já deixe todos os documentos necessários separados. Dessa forma, além de poupar tempo você também evita acabar esquecendo algum deles. A sua carteirinha de estudante provavelmente vai te dar acesso aos prédios de aulas, à biblioteca e até mesmo ao seu dormitório. Dessa forma, como o início do intercâmbio já vai ser bem agitado, tente também torná-lo o mais eficiente possível.

Conheça a biblioteca da universidade

É bem provável que você nem tenha pensado em ir conhecer a biblioteca da sua universidade, não é? Isso ocorre principalmente porque há tantas coisas interessantes que você pode fazer no início do intercâmbio… E, vamos ser honestos, uma visita à biblioteca nunca está no topo dessa lista. Apesar disso, um passeio lá vai te introduzir às instalações e aos serviços oferecidos. Por mais chato que isso pareça, pode ser que daqui a três meses você precise muito de um livro e não saiba como encontrá-lo. Por isso, é bom conhecer o local antes!

Procure os médicos próximos à universidade

Essa é outra daquelas coisas práticas e chatas que são fáceis de esquecer. Como você está em um país completamente diferente, é bom saber onde estão os consultórios médicos mais próximos. Nunca se sabe quando você vai precisar ser atendido por um deles, não é? Se você já tiver algum médico ou médica aqui no Brasil, pode pedir uma ficha de transferência com os seus dados.

Procure os programas de desconto para estudantes

Assim como no Brasil, os estudantes pagam meia-entrada em atrações culturais lá fora. E a grande vantagem é que em outros países, esse desconto é aplicado até em outros serviços. Como você provavelmente vai estar com um orçamento bem definido, um desconto é uma ótima oportunidade, não é? Então converse na sua universidade e procure todos os programas de desconto oferecidos por lá!

Aprenda algumas receitas básicas

Por mais que já saiba cozinhar alguma coisa ou outra, você provavelmente vai ter que adaptar essas receitas para os ingredientes locais. Sendo assim, busque na internet alguns pratos regionais e como fazê-los. É sempre bom ter algumas cartas na manga quando se trata de comida. Além disso, cozinhando em casa você não precisa gastar com comida na rua e acaba economizando. 

Pesquise sobre contas bancárias estudantis

Como você vai estar inserido(a) em uma nova economia, com uma moeda totalmente diferente, pode ser uma boa ideia abrir uma conta em um banco no seu novo país. A parte boa é que alguns bancos têm programas de contas voltados especificamente para estudantes, com taxas mais baixas. Além disso, você pode conseguir também alguns descontos e vantagens utilizando os cartões do banco.

Esperamos que esta lista tenha lhe dado uma ideia do que fazer no início do intercâmbio. Agora é só garantir sua vaga lá fora! Para isso, a nossa mentoria especializada te dá todo o suporte. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  


Matheus Tomoto

Matheus Tomoto

Estudou em escola pública, aprendeu inglês sozinho em 3 meses, foi aceito nas 10 melhores faculdades dos Estados Unidos, trabalhou no MIT (melhor faculdade de tecnologia do mundo), é embaixador da Youth Assembly no Brasil, recebeu proposta da NASA e é ex-fellow de HARVARD. É escritor, palestrante e mentor de pessoas que desejam buscar sua oportunidade no exterior.