Os pontos turísticos de Paris são tão icônicos que não passaram despercebidos pelas produções de Hollywood. Reunimos nessa lista 9 desses locais que foram direto da vida real para as telonas, dando um charme a mais às produções. Vamos conhecê-los?

Pontos turísticos de Paris que foram para as telonas

Musée Rodin

Meia-Noite em Paris (2011)

2-pontos-turisticos-de-paris

“Eu nunca consigo decidir se Paris é mais bonita de dia ou de noite…”, diz Adriana (Marion Cotillard), enquanto ela e Gil (Owen Wilson) caminham pela margem do rio Sena, em Meia-Noite em Paris (2011). O filme, é claro, mostra vários locais da capital francesa. Um deles, em especial, é o Musée Rodin, uma bela mansão do século XVIII dedicada à vida e às obras do escultor francês Auguste Rodin.

No longa, o museu pode ser visto na cena em que os personagens principais estão perambulando por algumas esculturas ao ar livre enquanto aprendem sobre a história das pessoas retratadas. Localizada na margem esquerda de Paris, no 7º arrondissement – uma área famosa por belos jardins –, a galeria é uma das mais calmas da cidade, o que significa que você não vai enfrentar longas filas para poder entrar.

Ponte Bir-Hakeim

A Origem (2010)

8-pontos-turisticos-de-paris

Se você é fã do Christopher Nolan, Paris é um destino perfeito para você. Alguns pontos da cidade, por exemplo, aparecem em A Origem (2010). O mais conhecido deles é a ponte Bir-Hakeim, que é apresentada logo no início do longa, quando Dom Cobb (Leonardo DiCaprio) ensina Ariadne (Ellen Page) a criar sonhos.

A estrutura de aço de dois andares da ponte a torna um dos pontos turísticos de Paris mais “fotografáveis”. Como ela está localizada ao sul da Torre Eiffel, as paisagens a partir da ponte são impressionantes. Aliás, as pontes parisienses aparecem com bastante frequência nas telonas. A Ponte Alexandre III, relativamente próxima da Bir-Hakeim, também foi usada em Meia-Noite em Paris. Além dela, você provavelmente também vai reconhecer a Pont des Arts no filme de Sex and the City (2008).

Praça da Concórdia

O Diabo Veste Prada (2006)

10-pontos-turisticos-de-paris

A Praça da Concórdia é um dos principais pontos turísticos de Paris. Localizada no 1º distrito, ela é a maior praça de toda a cidade e costuma receber diversos tipos de eventos. Lá também é montada uma roda gigante, que permite uma boa vista de grande parte da capital francesa.

Voltando aos filmes… Por mais que seja ambientado em grande parte em Nova York, O Diabo Veste Prada (2006) teve algumas cenas gravadas em Paris. No longa, Andy (Anne Hathaway) caminha pela Avenue Montaigne, que não fica muito longe dali e, algumas cenas mais tarde, atira seu celular na fonte da praça, chamada de Fontaine des Mers.

Igreja de Saint Sulpice

O Código Da Vinci (2006)

9-pontos-turisticos-de-paris

Em O Código Da Vinci, Robert Langdon (Tom Hanks) passa por diversos países, em especial na Europa, e acaba mostrando vários pontos turísticos de Paris e Londres, por exemplo. Na capital francesa, a produção gravou diversas cenas no Museu do Louvre e também na Igreja de Saint Sulpice, a segunda maior de Paris.

No filme, é dito que o templo foi construído sobre ruínas antigas, o que não é difícil de acreditar, já que o edifício data do século XII. Hoje em dia ela é uma boa alternativa para quem não gosta de muitas multidões, uma vez que recebe bem menos visitantes que a Catedral de Notre-Dame.

L’hôtel de Soubise

Maria Antonieta (2006)

1-pontos-turisticos-de-paris

O legado de Maria Antonieta está espalhado por toda a França – desde sua tumba em Saint Denis ao boudoir turco no Château de Fontainebleau. Com uma presença tão forte, era inevitável que fosse feito um filme sobre a vida da rainha. Grande parte do longa de Sofia Coppola foi gravada no próprio Palácio de Versalhes, exceto pela cena em que a esposa de Luís XVI chega ao escritório oval.

Essa cena foi gravada no Hôtel de Soubise, apontado como uma das réplicas mais fiéis de Versalhes. O “hotel” foi originalmente construído em 1375, mas hoje abriga o Museu da História Francesa. Tanto o interior quanto os jardins no exterior da construção são excepcionalmente bonitos e é fácil ver por que ele foi indicado para representar a residência dos monarcas franceses.

Le Café des deux Moulins

O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (2001)

4-pontos-turisticos-de-paris

Um dos filmes franceses mais famosos e aclamados, O Fabuloso Destino de Amélie Poulain (2001) mostra a personagem principal trabalhando no Café des 2 Moulins. O que muita gente pode não saber é que o local existe na vida real e fica no bairro de Montmartre, na capital francesa.

O café manteve alguns detalhes do filme: há fotos de Amélie por todo o espaço e uma salada com o nome da personagem no menu. Além disso, os funcionários contribuem para a ambientação, agindo de maneira peculiar e, assim, atraindo os clientes e fãs do filme.

Bistrot La Renaissance

Bastardos Inglórios (2009)

3-pontos-turisticos-de-paris

Este é para os fãs de Tarantino! Outro belo café parisiense, o Bistrot La Renaissance foi usado como cenário em Bastardos Inglórios (2009). Como a produção se passa nos anos 30, a locação foi perfeita para refletir todo o visual daquela época. 

O bistrot fica bem no encontro entre o 18º e o 17º arrondissement. Infelizmente, ele precisou fechar as portas definitivamente há algum tempo. Os fãs do filme, no entanto, ainda visitam o espaço e espiam pelas janelas, por onde é possível ver o bar e a mobília utilizados na gravação do longa.

Livraria Shakespeare and Company

Antes do Pôr do Sol (2004)

6-pontos-turisticos-de-paris

A Livraria Shakespeare and Company é um ponto turístico de Paris muito tradicional – ela nem precisava aparecer em Antes do Pôr do Sol (2004) para valer uma visita. No filme, o personagem de Ethan Hawke tem uma sessão de autógrafos no local, uma situação comum no espaço – que você pode participar na vida real, se acertar a programação.

A livraria foi aberta em 1919 e, desde então, vende livros novos e usados. Por lá você vai encontrar um mural dedicado ao próprio Shakespeare, como uma espécie de ode à sua contribuição para o mundo literário. A livraria fica às margens do Sena, bem no coração de Paris. Geralmente, ela fica cheia de pessoas, entre turistas e moradores locais, mas se você for em um horário mais avançado (ela fecha às 22h), pode encontrar o lugar mais vazio.

Le Caveau de la Huchette

La La Land (2016)

5-pontos-turisticos-de-paris

O último dos pontos turísticos de Paris na nossa lista é um pequeno clube de jazz no Quartier Latin da capital francesa. O Le Caveau de Huchette faz uma breve aparição no musical La La Land (2016). Ele não era muito conhecido antes do filme, mas viu a popularidade crescer bastante à medida que mais e mais pessoas o reconheceram no cinema. 

O espaço é semelhante a um antigo bar de jazz dos anos 20. O Quartier Latin, em geral, inclusive, é uma das melhores áreas para aproveitar a noite parisiense. Isso porque as ruas estão cheias de bares e clubes de jazz, como o próprio Le Caveau.

Intercâmbio com a UDI

Conte para a gente, nos comentários, qual desses pontos turísticos de Paris você já tinha notado nos filmes. Se quiser uma ajuda para conquistar sua oportunidade internacional (seja na capital francesa ou em qualquer outro lugar do mundo), você pode contar com o apoio da nossa mentoria especializada. Clique aqui e faça agora mesmo seu teste de perfil!


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.