O Chevening Scholarship é um programa internacional de bolsas de estudos estabelecido pelo governo do Reino Unido em 1983. Seus beneficiários podem estudar nos programas de mestrado de qualquer instituição de ensino superior do país de graça, o que é ótimo, pois a educação superior britânica pode custar cerca de 20 mil libras esterlinas por ano! Os alunos também recebem uma bolsa mensal de cerca de 1.100 libras esterlinas, o que é suficiente para cobrir as despesas com acomodação e necessidades diárias.

A bolsa Chevening tem uma longa história e é muito conhecida, portanto, a concorrência é acirrada. De acordo com as estatísticas mais recentes, 65.000 inscrições foram feitas no ano acadêmico de 2017/18 e apenas 1.650 bolsas foram concedidas. Ou seja, uma concorrência de quase 40 pessoas por vaga!

Bolsa-Chevening

A bolsa Chevening é uma das melhores para quem deseja estudar no Reino Unido.

Quais são os critérios principais da bolsa Chevening?

Para se candidatar à bolsa, você deve ser cidadão de um país elegível para o Chevening. E o Brasil felizmente faz parte dessa lista!

O programa Chevening não se importa particularmente com o tipo de ensino superior que você possui. O que importa é que ele se encaixe nos critérios estabelecidos pelas universidades britânicas. Eles também querem conhecer sua história de vida. Por exemplo, se você começou uma graduação em Ciência da Computação e depois mudou pra Design, eles vão querer saber o porquê dessa mudança, se você tem algum tipo de projeto que mescle essas duas áreas e por quais motivos você estaria apto a trabalhar nesse projeto no Reino Unido.

As notas são sim importantes 

As suas notas durante a graduação também não interessam tanto aos avaliadores. Mas isso não quer dizer, no entanto, que elas não são importantes! Isso porque as universidades que te avaliarão sim se importarão com isso. Não se esqueça que para ter uma bolsa Chevening você precisa ser aprovado em alguma universidade britânica!  Isso é algo que as universidades considerarão. A maioria das universidades exige um ensino superior com nota média geral de no mínimo 4 (numa escala que vai até 5). Você ainda pode se inscrever se seus resultados forem piores? Sim, mas precisará considerar outras universidades de menor prestígio.

Já tem um mestrado e quer fazer mais um através da bolsa Chevening? Não tem problema! Ainda assim, você precisará fornecer alguns motivos convincentes para explicar para que precisa de outro.

2.800 horas de experiência profissional

Esse é o total mínimo de horas que você deve ter de experiência profissional para se candidatar. E tudo conta na avaliação, seja trabalhos de período integral, meio período, trabalho em projetos, estágios e até mesmo voluntariado. Você não precisa fornecer uma documentação que comprove essas experiências, mas é melhor não mentir – caso contrário, você apenas se confundirá durante a entrevista.

Proficiência na língua inglesa

Para se tornar um bolsista Chevening, você precisará de uma pontuação mediana em um dos testes de proficiência aceitos, como o IELTS e o TOEFL.  No entanto, o nível de proficiência exigido no processo seletivo de algumas universidades costuma ser consideravelmente mais alto.  Então o ideal é aprimorar suas habilidades com antecedência.

Prontidão para retornar ao seu país de origem

De acordo com os termos e regulamentos do Chevening, você deve retornar ao seu país de cidadania e permanecer lá por pelo menos dois anos. Atenção: voltar ao Reino Unido durante esse período será considerado uma violação do seu contrato de bolsa.

Não ter sido premiado com nenhuma outra bolsa ou subsídio do Reino Unido

O governo do Reino Unido concede a cada pessoa apenas uma bolsa importante ao longo de sua vida. Portanto, se você já ganhou uma bolsa educacional britânica, não será elegível para o Chevening.

E como funciona o processo de aplicação da bolsa Chevening?

Você não precisará entrar em pânico se fizer algumas coisas com antecedência e não deixar tudo pra última hora. Quer uma dica? Segue esse cronograma que tudo vai ficar mais simples:

Passaporte

A primeira coisa, antes mesmo de pensar em tentar a bolsa, é verificar seu passaporte. Se a data de expiração deve estiver próxima ou se você não tiver um, precisará obter um novo a tempo.

Agosto a novembro: período de inscrição

A próxima etapa começa em 5 de agosto (ou seja, JÁ COMEÇOU!). O ideal é não deixar pra fazer sua inscrição nos últimos dias, porque são muitos detalhes. É necessário acessar o site da organização para criar um login pessoal. É por lá que todo o seu processo irá acontecer!

Depois de criado o login, a primeira coisa a fazer é escolher os três programas de mestrado para os quais você deseja se inscrever. Não é 2 e nem 4: são TRÊS! Eles não podem ser alterados posteriormente, então escolha sabiamente.

Em segundo lugar, você receberá instruções para escrever um ensaio e esse é o momento de provar que você tem as qualificações necessárias para receber a bolsa.  Esta é uma etapa extremamente importante, pois é onde a maioria dos candidatos é eliminada da competição. Se sua redação for bem recebida, você será convidado para uma entrevista.

Por fim, você precisará listar referências que podem fornecer cartas de recomendação para você, caso o júri considere sua redação suficientemente interessante.

Dezembro a janeiro

Esse é o período recomendado para você fazer o seu teste de proficiência, se ainda não o tiver. A dica aqui é se familiarizar com o formato da prova. Esse é o ponto chave dos testes de proficiência, até mais que o inglês.

Não se esqueça que a fase de entrevistas começa em março, então se você já tiver o teste de proficiência antes disso, certamente causará uma boa impressão.

Janeiro a fevereiro

Se sua redação for bem recebida, você será solicitado a fornecer suas cartas de recomendação, que devem ser escritas em inglês. MUITO IMPORTANTE: escolha as pessoas certas para isso. Clique aqui para entender mais sobre esse assunto.

Como dito acima, você será convidado para uma entrevista em março ou abril. A boa notícia é que o candidato pode escolher a data mais adequada pra ele. As entrevistas são realizadas nas embaixadas ou consulados britânicos e haverá pelo menos um ex-bolsista Chevening entre os entrevistadores.

Junho

Após uma entrevista bem-sucedida, você será solicitado a fornecer documentação adicional, incluindo um atestado médico. Se aprovado(a), uma confirmação final chegará em algum momento no final de julho ou no início de agosto.

E para se inscrever nas universidades?

O processo de inscrição é surpreendentemente simples. Alguns documentos podem variar de universidade para universidade. Mas, de modo geral, você precisará fornecer o seguinte:

  • Carta de motivação (dica: enviar cartas diferentes tanto em conteúdo quando em abordagem para as universidades);
  • Currículo;
  • Duas cartas de recomendação;
  • Diplomas e históricos escolares com tradução e firma reconhecida;
  • Certificado de proficiência em inglês;

Escrevendo seu essay

Ao escrever seu essay, não invente moda! Entregue o que os avaliadores querem que você entregue!  O programa fornece uma descrição detalhada do que eles querem que você diga no ensaio. Portanto, siga essas regras com atenção.

Como o programa e, consequentemente, a bolsa Chevening, se posicionam como iniciativas para líderes globais, você deve refletir suas habilidades de liderança no texto. Você precisará escrever quatro textos sobre quatro assuntos:

1) Liderança e influência

Neste ensaio, você deve provar seu potencial como líder e sua capacidade de influenciar os outros. É importante que você forneça exemplos claros. Se você trabalhou como líder de grupo ou já deu palestras pra um grande grupo de pessoa, isso é ótimo. Caso contrário, liste alguns exemplos de como você resolveu um problema específico. Não seja humilde: pegue exemplos reais e apresente-os da maneira que melhor mostre suas habilidades.

2) Networking

Este ensaio é sobre sua capacidade de fazer conexões profissionais. É importante para o programa Chevening saber que você está pronto para fazer amizades e conversar com seus colegas, ensiná-los e aprender com eles. Aqui, você deve listar suas experiências de participação em conferências e outros eventos, especialmente se você ajudou a organizá-las. Você também deve descrever como constrói conexões profissionais no seu dia a dia, como pode beneficiar outros bolsistas e como suas conexões se desenvolverão no futuro.

3) Estudar no Reino Unido

Neste ensaio, você precisará descrever como planeja estudar. É importante que você mostre quão cuidadoso e atencioso foi seu processo de escolha de universidades para se inscrever. Explique o que fez você escolher esses programas e descreva as vantagens de cada universidade da sua lista.

4) Plano de carreira

Esta é a resposta para a pergunta mais clichê das entrevistas de emprego: “Onde você se vê em 5 anos?” Uma boa dica é tentar descrever uma meta realista que você provavelmente atingirá nos próximos 2 a 4 anos, bem como uma meta ambiciosa a ser alcançada em 5 a 10 anos. Outra dica é tentar mencionar o Reino Unido de uma maneira ou de outra.

Finalmente: a entrevista da bolsa Chevening 

Se você se saiu bem em seus ensaios e, o mais importante, forneceu uma explicação clara o suficiente do que vai estudar e por quais motivos, provavelmente será convidado para uma entrevista.

Não contradiga seus ensaios durante a entrevista, mas tente expandi-los. Se você tiver algum ponto fraco, eles o encontrarão e perguntarão sobre eles. Portanto, esteja pronto para responder a perguntas desconfortáveis.

Você pode ser questionado sobre algo como: O que é liderança? Por que o Reino Unido? O que você fará com seu tempo livre? Qual é o seu benefício para a comunidade?

Coisas a ter em mente

Duração do Programa

A bolsa se aplica apenas a programas de mestrado de um ano, que são uma prática comum no Reino Unido.

Tipo de programa

As universidades britânicas oferecem uma variedade de programas de mestrado que se encaixam em 4 grandes áreas: mestrado em Ciências, mestrado em Artes, mestrado em Filosofia e mestrado em Pesquisa. Se você deseja uma bolsa Chevening, deve escolher entre os dois primeiros tipos. Tenha cuidado e verifique se os três programas que você escolheu se encaixam nos critérios.

Escolha a universidade certa

Considere suas chances ao escolher as melhores universidades como Oxford ou Cambridge. Se você tem confiança em suas qualidades profissionais e proficiência em inglês, vá em frente e experimente. Mas é melhor também listar uma das 20 melhores universidades como sua segunda opção e uma das 100 melhores como a terceira para servir como sua “rede de segurança”.

Não espere até o último momento mas também não seja rápido demais

É possível demorar um pouco para se inscrever: em 2019, o período de inscrição começou em 5 de agosto e termina em 5 de novembro. E é interessante aproveitar esse tempo para fazer as coisas com certa calma. Mas tenha cuidado para não desacelerar demais e precisar correr para providenciar tudo no último mês.

Perfil do candidato da bolsa Chevening

Geralmente, existem dois tipos de bolsistas Chevening. O primeiro grupo são profissionais com mais de 30 anos de idade com um histórico significativo de carreira. O segundo são pessoas de 23 a 25 anos que ainda não alcançaram muito, mas tiveram um bom começo e provaram que podem ser um bom investimento. Se você sabe como se autopromover, pode se inscrever aos 23 anos. Se não, talvez seja melhor obter alguns resultados profissionais primeiro e aplicar depois que tiver algo a mostrar.

Intercâmbio com a UDI

Quer uma ajuda aprofundada para conseguir a sua bolsa de estudos dos sonhos? Então conte com a ajuda da nossa mentoria especializada! Faça agora mesmo o seu teste de perfil. Basta clicar aqui!


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.