Estudar na Grécia pode não ser a sua primeira opção de intercâmbio ou talvez nem mesmo tenha passado pela sua cabeça estudar em uma universidade do país. Porém, existem várias razões para você se aventurar entre os monumentos históricos, as ilhas, as cidades e as vilas da Grécia. Listamos 5 delas aqui. Confira!

Motivos para estudar na Grécia

1. A história e a cultura do país são únicas

A Grécia é, sem dúvidas, um dos países com maior influência na cultura ocidental, e tem uma história riquíssima. Com uma civilização de mais de 5 mil anos, o país traz consigo alguns monumentos históricos que vão desde a Acrópole de Atenas e o Templo de Poseidon até à Antiga Olímpia, com uma infinidade de lugares para visitar e explorar. Além disso, o país conta também com paisagens naturais que, em conjunto com as construções, só elevam a beleza do lugar.

Mas o país não vive apenas de passado. A Grécia conta com instalações modernas, como galerias de arte, eventos culturais e casas de shows nas principais cidades, como Atenas e Thessaloniki. O povo de lá é uma atração à parte: são acolhedores e mantêm tradições que resistem ao tempo.

4-estudar-na-grecia

Vista da cidade de Atenas com a acrópole em destaque

2. O custo de vida é baixo em relação a outros países

Ir estudar na Grécia significa economizar. O custo de vida no país é muito mais baixo do que em outros destinos populares de intercâmbio, como Reino Unido, França, Itália e EUA. Por exemplo, enquanto você paga cerca de 278/mês em um apartamento em Thessaloniki, você pagaria o equivalente a 1.919, 2.675 e 1.757 em Londres, Nova York e Sydney, respectivamente. Além disso, comida e transporte público na Grécia também são acessíveis, assim como o custo da educação.

3. O clima mediterrâneo é incrível

A Grécia aparece sempre nas listas de países com os melhores climas. Por cerca de 65% do ano, o céu do país fica ensolarado e limpo, com apenas algumas nuvens. Durante o inverno, as temperaturas são amenas, com alguma chuvas. No verão, os termômetros chegam a marcar cerca de 30º, uma ótima desculpa para se aventurar pelas praias de lá.

Porém, se você for estudar na Grécia e quiser experimentar um típico “inverno europeu”, pode viajar para o norte do país. Lá, as temperaturas caem bastante, principalmente nas regiões mais montanhosas, próximas à fronteira com a Bulgária, a Albânia e a Macedônia do Norte.

2-estudar-na-grecia

Mykonos, ilha grega no Mar Ageu

4. Aprender grego vai fazer você entender melhor outras línguas

Se você for estudar na Grécia, por mais que possa frequentar um curso em inglês, ainda vai acabar aprendendo uma coisa ou outra em grego, por imersão. E, com isso, você vai entender melhor outros idiomas (até mesmo o português!). Por mais que a nossa língua seja derivada do latim, muitas palavras têm o radical grego, assim como outras línguas (incluindo latinas, germânicas e eslavas). Saber essa definição direto da fonte vai te ajudar a compreender melhor o sentido das palavras nesses outros idiomas!

5. A culinária do país é extraordinária

Sempre que você viaja para um país é um desperdício não experimentar a culinária local. Tsatsiki, queijo feta, azeitonas e gyros são especialidades gregas famosas, assim como tsipuro, metaxa, retsina e ouzo. Os gregos têm uma média de vida longa, o que é parcialmente atribuído à sua dieta, então não deixe de experimentar! A comida não é apenas saudável, mas também deliciosa!

1-estudar-na-grecia

Gyros

Intercâmbio com a UDI

Ficou convencido(a) a ir estudar na Grécia? Então comece agora mesmo a se preparar para conquistar sua oportunidade no país (ou em qualquer outro lugar) com a ajuda da nossa mentoria especializada. Clique aqui e faça agora mesmo o seu teste de perfil.

Cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal e acompanhar tudo o que publicamos no Blog.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.