A simples ideia de colocar sua vida em duas malas e se mudar para o exterior para estudar pode parecer assustadora, especialmente quando o lugar para o qual você está se mudando não se parece em quase nada com o seu país de origem. Então, o que você pode fazer para se certificar de que está pronto(a)? O passo a passo até você se sentir seguro o suficiente para essa mudança envolve muitas variáveis. Nesse texto vamos te dar algumas dicas para te ajudar a se preparar para estudar na Finlândia. Isso mesmo! A terra do Papai Noel! Sabemos que não é lá um destino super procurado aqui no Brasil, mas é um lugar que com toda certeza pode te surpreender positivamente.

Antes de você ir estudar na Finlândia…

Pesquise suas opções de financiamento

É essencial conhecer suas opções de financiamento antes mesmo de enviar seu formulário de inscrição para qualquer universidade do país. Na Finlândia, estudantes de graduação e pós-graduação de fora da Europa devem pagar taxas que variam de 1500 a 20 mil euros por ano, dependendo do diploma. O primeiro passo é verificar se a universidade que você pretende estudar oferece isenções ou bolsas de estudos. E a boa notícia é que as instituições do país costumam ser bem generosas nesse sentido!

estudar-na-finlandia-helsinki

Helsinki, a capital, é um dos destinos mais procurados para estudar na Finlândia

… depois de fazer isso, calcule seu orçamento e tente abrir uma conta bancária local

Viver na Finlândia não é barato, mas isso não significa que você precisa passar perrengue por lá. É fundamental calcular o seu orçamento antes mesmo de comprar sua passagem. Isso vai deixar tudo mais fácil. Ter uma conta bancária local também é uma ótima maneira de evitar custos com transações internacionais, o que inevitavelmente vai acontecer se você optar por usar o seu cartão brasileiro.

Considere encontrar um emprego de meio período (se você quiser trabalhar assim!)

Empregos em meio período são uma boa maneira de ganhar um pouco de dinheiro extra enquanto você estudar na Finlândia. Eles também são uma boa maneira de desenvolver certas habilidades que seu diploma pode não ser capaz de ensinar. Ah, e dependendo do trabalho, você pode até obter descontos para funcionários em vários setores. É possível encontrar trabalhos de meio período dentro das próprias universidades.

Organize seu visto e autorização de residência

Esse talvez seja um dos aspectos menos interessantes da preparação para a experiência de estudar na Finlândia, mas também é um dos mais importantes. Você deve garantir que o processo seja o mais fácil possível, por isso o recomendado é solicitar seu visto e autorização de residência assim que sua inscrição na universidade for aceita. Claro, se você é brasileiro mas tem cidadania europeia, pode pular essa parte.

O que levar?

Essa é uma questão fundamental se tratando de estudar na Finlândia. Gorros, cachecóis, luvas, roupas térmicas e todas as roupas quentes que você tiver nunca serão inúteis por lá. Mas use o bom senso na hora de arrumar suas malas e coloque apenas o que você realmente vai precisar. Pode ser que algumas das suas roupas de frio aqui do Brasil não sejam quentes o suficiente para te proteger do frio finlandês, por isso sempre é bom deixar para comprar algumas peças-chave por lá. Mas nunca se esqueça do orçamento, afinal você irá gastar em euros e, como já dissemos, a Finlândia não é um país barato. Mas a boa notícia é que lojas de roupas usadas são tão comuns por lá quanto cafés, bares e restaurantes, por isso é muito fácil encontrar roupas de inverno por precinhos mais compatíveis com a realidade de um estudante local.

estudar-na-finlandia-natureza

As paisagens na Finlândia são de tirar o fôlego em todas as estações!

Considere suas opções de acomodação

O tipo de pessoa que você é decidirá o tipo de acomodação estudantil que melhor lhe convier. A acomodação de estudantes nas universidades finlandesas geralmente são individuais, o que significa que provavelmente você terá seu próprio quarto! E caso você não consiga uma vaga na moradia estudantil, a opção mais econômica é dividir apartamento com outros estudantes.

Organize seu seguro de viagem/saúde

Normalmente esse é um detalhe que é deixado pra última hora, mas é vital que você organize seu seguro de viagem/saúde o mais rápido possível. Não apenas porque é uma coisa a menos com que se preocupar, mas se algo acontecer antes mesmo da viagem, você estará coberto pelo seguro. Também é importante garantir que suas vacinas estejam atualizadas.

Quando chegar à Finlândia, pague a taxa de associação da União dos Estudantes. Isso lhe dá o direito de acessar o Serviço de Saúde do Estudante Finlandês (FSHS), onde você pode receber cuidados de saúde preventivos e cuidados médicos, além de tratamento odontológico. As taxas de consulta para estudantes do FSHS são bem acessíveis. Já os serviços de consulta com enfermeiros ou clínicos gerais são gratuitos.

Verifique se você precisa fazer um teste de proficiência em inglês

Os exames de proficiência em inglês são uma prática comum para ingresso em muitas universidades do mundo que têm o inglês como principal idioma. E mesmo em países que não têm o inglês como idioma oficial, isso pode acontecer. É o caso da Finlândia! Se você planeja estudar por lá, comece a se preparar para o teste o mais rápido possível.  Cada universidade tem seus próprios requisitos quanto ao nível do idioma, portanto, verifique seus sites para obter mais informações.

Falando de idiomas… tente aprender algumas noções básicas da língua local

Embora a Finlândia seja um dos países com maior nível de proficiência no inglês, ainda é uma boa ideia entender o idioma local. É educado fazê-lo e os habitantes locais apreciarão o seu esforço. Aqui estão algumas palavras e frases para te ajudar a começar:

  • Olá: Hei
  • Adeus: Hei hei
  • Obrigado: Kiitos
  • Meu nome é…: Nimeni on…
  • Prazer em conhecê-lo: Hauska tavata
  • Onde é o banheiro?: Missä on vessa?

Pesquise sua casa longe de casa

Não há mal algum em conhecer o sistema de ensino superior finlandês, os costumes e as leis gerais do país, o clima (!) e a cultura local. É bom saber como será sua casa longe de casa e, quanto mais você descobrir, mais preparado estará quando chegar lá.

E quando você chegar lá…

Descubra em quais clubes estudantis você pode participar

A universidade não é só para estudar. Os clubes estudantis são uma ótima maneira de conhecer novas pessoas, tirar um tempo dos estudos e aprender algo novo. Seja esporte, coral ou teatro, você encontrará algo de que gostará.

aurora-boreal-estudar-na-finlandia

Aurora Boreal na Lapônia

Vá para onde os locais vão e não tenha medo de dizer olá!

Mergulhar na cultura local e realmente conhecer sua nova casa é metade da diversão de estudar no exterior. Então não tenha medo de fazer uma imersão na cultura local e tentar fazer amizades com finlandeses e não apenas com outros estudantes internacionais. O povo finlandês tem fama de ser agradável e prestativo, então não tenha medo!

E finalmente … tenha um plano de viagem em mente

Você não vai se mudar para um dos países mais impressionantes do mundo sem sequer um planejamento do que conhecer por lá. A Finlândia tem uma beleza natural incomparável que vale a pena ser conhecida. Que tal visitar a Lapônia, a terra natal do Papai-Noel e aproveitar para apreciar a Aurora Boreal? A Finlândia é cheia de lagos, montanhas e florestas que merecem ser visitadas. E o melhor é que em cada estação do ano você vivenciará uma experiência completamente diferente em qualquer um desses lugares.

Gostou das nossas dicas para te ajudar a se preparar para estudar na Finlândia? A verdade é que boa parte delas também serve mesmo caso esse não seja o seu país de destino. O importante mesmo é se preparar com bastante antecedência, inclusive para conseguir uma boa bolsa de estudos. E com isso nós podemos te ajudar através da nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui. Cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal e acompanhar tudo o que publicamos no Blog.


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.