O momento que os filhos vão estudar fora certamente tem um sabor agridoce para os pais ou responsáveis. Por mais que estejam felizes pela conquista de novas oportunidades, a preocupação e a saudade são totalmente legítimas. Por isso trouxemos aqui 6 dicas para ajudar os adultos a lidar bem com essa situação.

1. Entre em acordo sobre um horário para conversarem (e cumpra o combinado)

A comunicação é uma parte muito importante para lidar bem quando os filhos vão estudar fora. Por isso, programe um horário e uma forma para que eles entrem em contato com você. Por exemplo, decida que aos domingos, por volta das 19h (no horário internacional), vocês farão chamadas por Skype. Dessa forma, não é necessário ligar diversas vezes ao longo do dia, porque você já tem um horário definido para se atualizar. Isso não quer dizer, no entanto, que você não pode enviar uma mensagem ou outra fora desse horário combinado. É sempre bom mostrar que você está presente, mesmo que esteja longe.

2-filhos-vao-estudar-fora

Chamadas de vídeo são uma ótima forma de se sentir mais próximo(a)

2. Não há necessidade de dizer o tempo todo que você sente saudades

Seu filho provavelmente vai sentir saudades de casa em algum momento, e pode ser muito difícil passar por isso enquanto os pais dizem constantemente que também estão com saudade e que gostariam que ele(a) estivesse por perto. Isso pode tornar um dia difícil muito pior, tanto para você quanto pra ele. Em vez disso, diga que você está animado(a) para ouvir sobre as aventuras dele quando voltar para o Brasil.

3. Encoraje seus filhos a tomar iniciativa enquanto estiverem no exterior

Parte do motivo pelo qual estudar no exterior desenvolve a confiança e as habilidades de liderança é porque se espera que os estudantes ajam de forma mais independente. Sendo assim, ao invés de dizer aos seus filhos o que fazer, incentive que eles tomem iniciativa e descubram como se virar sozinhos. Isso quer dizer que, quando surgir um problema, você pode discutir as diferentes maneiras pelas quais ele pode ser resolvido, em vez de entrar em ação e dizer exatamente o que fazer.

4. Reconheça que a sua vida também vai mudar

Da mesma forma que a vida dos seus filhos vão mudar, a sua também não vai permanecer a mesma. A rotina vai sofrer grande alterações. E é importante ter consciência disso, antes mesmo de eles irem para o exterior, para não sofrer tanto com o “ninho vazio”. Nesse caso, você pode aproveitar esse período e focar mais em você mesmo(a). Faça uma lista com tudo o que você deseja fazer enquanto seus filhos vão estudar fora. Seja aulas de dança ou yoga, uma reforma na casa ou até mesmo trabalhar mais.

2-filhos-vao-estudar-fora

Começar uma nova atividade te mantém ocupado(a) e menos solitário(a)

5. Pesquise sobre o país que eles estão e se mostre interessado(a) quando compartilharem novos conhecimentos

Uma ótima maneira de se envolver na experiência dos seus filhos de estudar fora é aprender mais sobre a cultura do país em que eles estão. Você pode preparar uma tortilla española ou começar a ouvir as músicas de uma banda canadense e surpreendê-los com suas próprias descobertas. Além disso, demonstre interesse sempre que vierem te contar alguma coisa nova que aprenderam, por menor que seja. Isso vai incentivá-los a compartilhar mais sobre o dia a dia com você.

6. Tente entender o que eles podem estar sentindo (e como você pode ajudar de longe)

Estar presente para dar suporte emocional é muito importante quando os filhos vão estudar fora. Para isso, é fundamental estar atento(a) a comportamentos que podem demonstrar que alguma coisa está ou não indo bem. Por exemplo, se seu filho, que normalmente é bastante independente, começar a te ligar várias vezes ao dia quando chegar no novo país, você pode perceber que isso é indício de um choque cultural inicial. Nesse caso, você pode lembrá-lo de se abrir para a nova cultura e tentar fazer novos amigos.

Intercâmbio com a UDI

Essas são as principais dicas para lidar bem quando os filhos vão estudar fora! Quer ajudá-los a conquistar uma oportunidade internacional? Então conheça mais sobre a nossa mentoria especializada e, depois, peça a eles para fazerem o nosso teste de perfil, clicando aqui.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.