BOLSAS IDIOMAS PROVAS UNIVERSIDADES INSPIRAÇÃO TESTES RESUMÃO DA SEMANA MUNDO ESTUDAR FORA TRABALHAR FORA NOTÍCIAS

10 melhores universidades da América do Sul

Você sempre quis fazer intercâmbio em algum país aqui perto do Brasil, mas sem deixar de estudar em uma universidade renomada? Então esse texto é para você! Descubra agora quais são as melhores universidades da América do Sul, sem considerar o Brasil.

Quais são as melhores universidades da América do Sul?

Para fazer essa lista, nós analisamos a edição mais recente do QS World University Rankings, um dos rankings universitários mais respeitados do mundo. Essa pesquisa, que avalia mais de mil universidades ao redor do planeta, leva em conta seis requisitos principais para classificar as melhores: 

  • Reputação acadêmica;
  • Reputação no mercado de trabalho;
  • Proporção professor/aluno;
  • Citações por corpo docente;
  • Proporção de professores internacionais;
  • Proporção de estudantes internacionais.

A primeira coisa que você precisa saber, antes de descobrir quais são as melhores universidades da América do Sul, é que apenas uma instituição sul-americana se encontra entre as 100 melhores do mundo atualmente, a Universidade de Buenos Aires (UBA). Ou seja, nenhuma delas fica no Brasil.

Na verdade, o nosso país tem duas universidades na lista das melhores da nossa região. A Universidade de São Paulo (USP) está em segundo lugar, a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) está em quinto e a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) ficou com a 9.ª posição. Porém, neste texto o foco serão as 10 melhores universidades internacionais da América do Sul, ou seja, excluindo o Brasil. Por isso, a lista fica assim:

1. Universidade de Buenos Aires (UBA)

A Universidade de Buenos Aires é a única da América do Sul que aparece entre as 100 melhores universidades do mundo, de acordo com o ranking da QS, e mais precisamente na 67.ª posição. Já bastante procurada pelos brasileiros, principalmente aqueles que desejam estudar Medicina fora do país, a UBA foi fundada em 1821 e tem mais de 310 mil alunos. Esse número, aliás, faz dessa instituição a segunda maior da América Latina em número de estudantes.  

Uma grande vantagem de estudar na UBA é que, ao se formar por lá, o seu diploma será automaticamente reconhecido na Espanha e nos outros países da União Europeia. Então se você sonha em viver na Europa, mas sem deixar de trabalhar na sua área, essa pode ser uma ótima opção. 

Mas, sem dúvidas, o maior fator positivo da UBA é que ela é totalmente gratuita, mesmo para estudantes internacionais! Tirando alguns gastos extras, os estudantes que se matriculam por lá normalmente não precisam gastar muito. Clique aqui para saber mais sobre a Universidade de Buenos Aires. 

Santiago no Chile tem boas universidades(Chile/Caio Silva/Unsplash)

2. Pontifícia Universidade Católica do Chile

A Pontifícia Universidade Católica do Chile (PUC Chile) fica em Santiago e foi fundada em 1888. Uma das universidades mais antigas do Chile, a PUC oferece uma quantidade quase inacreditável de cursos, faculdades e departamentos de pesquisa, e tem cerca de 30 mil alunos. 

Ela já figurou em edições anteriores do ranking da QS como a melhor universidade da América do Sul, perdendo esse posto para a UBA nas duas últimas edições da lista. Já a nível mundial, a PUC Chile ocupa a 121.ª colocação, o que também não é nada mal. 

A PUC tem quatro campi separados, espalhados pela grande área de Santiago. Então dependendo do curso que você optar estudar por lá, pode ser que tenha que se deslocar entre um e outro. Ainda que isso possa ser um pouco cansativo, não é necessariamente ruim, afinal, você terá a oportunidade de conhecer ainda mais a cidade durante o seu curso. 

3. Universidade do Chile (UChile)

Outra grande universidade chilena é a Universidade do Chile, que tem uma rivalidade histórica com a PUC, já que ambas são consideradas as mais prestigiadas do país e, enquanto uma tem orientação católica, a outra tem orientação secular. Mas, pelo menos no ranking da QS, a PUC acabou se saindo um pouco melhor, já que a Universidade do Chile ocupa a 167.ª posição geral, ainda assim permanecendo entre as 200 melhores universidades do planeta. 

A Universidade do Chile foi criada em 1842 e tem aproximadamente 44 mil alunos. Entre eles estão nada menos que 12 ex-presidentes chilenos e os vencedores do Nobel, Pablo Neruda e Gabriela Mistral. Para saber mais informações sobre a instituição clique aqui.

4. Universidade de Los Andes (UniAndes) 

A Universidade de Los Andes, também conhecida como Uniandes, é a melhor universidade da Colômbia, de acordo com o ranking da QS. A instituição privada figura na posição 220, estando assim entre as 300 melhores universidades do mundo. Foi fundada em 1948 como a primeira universidade colombiana sem filiação com instituições religiosas ou grupos políticos. 

Com cerca de 25 mil alunos, a UniAndes fica em Bogotá, a capital da Colômbia, e oferece 31 cursos de graduação, 38 de mestrado e 18 de doutorado. 

Bogotá na Colômbia tem ótimas universidades
(Colômbia/Social Income/Unsplash)

5. Universidade Nacional da Colômbia (UNAL)

Na quinta posição entre as melhores universidades da América do Sul, temos outra representante colombiana. A Universidade Nacional da Colômbia tem diversos campi espalhados pelo país, mas os principais deles ficam em Bogotá, Medellín, Manizales e Palmira.

Com tantas unidades espalhadas, não é de se estranhar que a universidade tenha quase 53 mil alunos e ofereça cerca de 450 programas, entre graduações, mestrados, doutorados e especializações. 

A Universidade Nacional da Colômbia, que foi fundada em 1867, ocupa a 243.ª posição no ranking da QS, ficando também entre as 300 melhores do mundo. 

6. Pontifícia Universidade Católica da Argentina (UCA)

A Pontifícia Universidade Católica da Argentina tem vários campi espalhados pelo país e o principal deles fica em Buenos Aires, mais exatamente na região de Puerto Madero. As outras cidades que contam com unidades da UCA são Santa Fé, Rosário, Mendoza e Paraná. Essa universidade foi fundada em 1958 e tem cerca de 18 mil alunos. No ranking da QS, a UCA se posiciona na 323.ª colocação. 

7. Pontifícia Universidade Católica do Peru (PUCP)

Essa é considerada a melhor universidade do Peru e a primeira representante do país na lista de melhores da América do Sul. A instituição está localizada em Lima, capital peruana e, atualmente, figura entre as 400 melhores do mundo (exatamente na 363.ª posição). Essa é a primeira vez que a universidade aparece entre as 10 melhores da América do Sul. 

Fundada em 1917, é uma das maiores instituições de ensino privadas do Peru. Por lá, é possível realizar graduação, mestrado e doutorado em 12 faculdades, dentre Ciências e Engenharia, Direito, Ciências Contábeis, Gestão, Ciências Sociais, Ciências e Arte da Comunicação; Letras e Ciências Humanas; Psicologia; Arte e Desenho; Artes Cênicas e Arquitetura e Urbanismo. 

Peru também tem universidades entre as melhores(Peru/Eduardo Garcia/Unsplash)

8. Pontifícia Universidade Javeriana

Na nossa lista das melhores universidades da América do Sul, temos mais uma representante da Colômbia. A Pontifícia Universidade Javeriana subiu 2 posições na edição mais recente e, hoje, figura no 383.º lugar do ranking da QS. Foi fundada em 1604 e tem dois campi nas cidades de Bogotá e Cali. Ao todo, tem cerca de 23 mil estudantes divididos entre quase 200 programas de graduação e pós-graduação. 

9. Universidade de Palermo (UP)

Mais uma representante argentina, a Universidade de Palermo também é uma instituição privada, assim como a UCA. Tem cerca de 13 mil alunos e fica na capital do país, mas não tem um campus único, o que significa que os prédios da instituição estão espalhados por Buenos Aires. 

A Universidade de Palermo surgiu em 1986, mas, mesmo com sua pouca idade, já figura entre as 400 melhores do mundo, mais exatamente na 390.ª colocação.  Em comparação com outros rankings, a instituição caiu 2 posições, sendo superada pela Pontifícia Universidade Javeriana e pela Pontifícia Universidade Católica do Peru. 

10. Universidade Austral

A Argentina conta com mais uma instituição privada entre as melhores universidades da América do Sul: é a Universidade Austral, que tem campi em Buenos Aires, Rosário e Pilar.

É uma universidade, que foi iniciada em 1977, é focada quase exclusivamente em programas de graduação, oferecendo 15 cursos de tempo integral. A única exceção é a IAE Business School, a escola de negócios da instituição, que é considerada uma das 30 melhores do mundo e uma das três representante da América Latina nesse grupo — ao lado da Fundação Dom Cabral, no Brasil, e da IPADE Business School, no México. 

A Universidade Austral também é uma das instituições mais procuradas na Argentina pelos brasileiros que sonham em estudar Medicina no país. Já no ranking da QS, a universidade se classifica na 432.ª posição entre as melhores universidades do planeta e encerra a nossa lista das 10 melhores instituições de ensino da América do Sul.

 

E as universidades do Brasil?

Como esse artigo está focado nas universidades da América do Sul fora do Brasil, não colocamos no ranking as universidades brasileiras. Mas só para você ter uma ideia, o nosso país tem cinco universidades entre as 500 melhores do mundo:

  1. Universidade de São Paulo - USP (115.ª posição)
  2. Universidade Estadual de Campinas - Unicamp (210.ª posição)
  3. Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ (333.ª posição)
  4. Universidade Federal de São Paulo - UNIFESP (441.ª posição)
  5. Universidade Estadual Paulista - UNESP (477.ª posição)

Da mesma forma, também não colocamos na lista universidades de países como México, Cuba e Costa Rica, que fazem parte da América Latina, mas não da América do Sul.

Mas e os outros países da América do Sul?

Como você deve ter percebido acima, apenas quatro países aparecem na nossa lista das 10 melhores universidades da América do Sul: Argentina, Chile, Colômbia e Peru. Mas e os outros países da região? Outras nações sul-americanas têm universidades excelentes. Por isso, também confira quais são as melhores universidades de cada um desses lugares. 

Qual é a melhor universidade da Bolívia?

Apenas três universidades bolivianas aparecem na lista da QS, e estão em uma posição mais baixa. Instaladas em La Paz, capital do país, a Universidade Maior de San Andrés (1201-1400) e a Universidade Católica Boliviana San Pablo (1400+) estão nos primeiros lugares. Por fim, a Universidad Mayor de San Simón, que fica em Cochabamba, está em 1400+.

Qual é a melhor universidade do Equador?

A melhor instituição de ensino superior do Equador é a Universidade San Francisco de Quito (USFQ), que fica localizada na capital do país. Essa instituição é a primeira universidade privada autofinanciada do Equador e tem cerca de 1000 estudantes intercambistas. 

Uma curiosidade sobre a USFQ é que ela é a única universidade do mundo que opera um campus nas Ilhas Galápagos. Já no ranking da QS, a instituição aparece no grupo 701-750. 

Outras 9 universidades equatorianas aparecem na lista de avaliação das melhores do mundo. Em segundo e terceiro lugar, temos a Pontifícia Universidade Católica do Equador (801-1000) e a  Escola Politécnica Nacional (1001-1200).

Qual é a melhor universidade do Paraguai?

O Paraguai tem apenas uma representante no ranking da QS: a Universidade Nacional de Assunção, que tem campi na capital do país e nas cidades de San Lorenzo e Luque. Foi fundada em 1889 e tem cerca de 36 mil alunos. A instituição figura no grupo 1001-1200 da pesquisa. 

Qual é a melhor universidade do Uruguai?

O Uruguai tem quatro universidades no ranking da QS, e duas delas estão entre as 500 melhores do mundo. A Universidade de Montevidéu, fundada em 1986, fica na 449.ª posição. Já a Universidade ORT Uruguai, inaugurada em 1942, figura na 494.ª colocação. Elas têm, respectivamente, 2.500 e 12 mil alunos.

 

 

 

Qual é a melhor universidade da Venezuela?

A Venezuela é representada por sete instituições na avaliação da QS, mas todas estão abaixo da posição 700. A melhor colocada delas é a Universidade Central da Venezuela, que foi fundada em 1721 e tem aproximadamente 63 mil estudantes. 

Uma curiosidade sobre essa universidade, que se posiciona no grupo 701-750, é que seu campus principal, localizado em Caracas, é declarado pela UNESCO como um Patrimônio Mundial. 

Alguns países da América do Sul não contam com nenhuma universidade no ranking da QS, como Guiana, Guiana Francesa e Suriname. 

Estudar fora do Brasil 

Qual dessas universidades da América do Sul parece a mais interessante para você? Independentemente da sua resposta, o que importa é se preparar para conseguir uma vaga em uma delas. É que, assim como acontece no Brasil, o processo seletivo para entrar em uma dessas universidades pode ser bastante competitivo.

Se você quer estudar fora, mas ainda ficar na América do Sul, a nossa mentoria especializada pode te ajudar com isso. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  

*Texto escrito por Rafael Cerqueira (2021) e atualizado por Elaine Maciel (2022).

Posts relacionados

Elaine Maciel
AUTOR

Jornalista mineira que veio de Baependi – uma cidade de 20 mil habitantes, e sempre quer ampliar seus horizontes. Do interesse em livros, séries e culturas diferentes, veio a vontade de conhecer, escrever e informar.

14 Jul 2022

Postagens recentes
10 bolsas de estudos no Reino Unido

Existem diversas bolsas de estudos no Reino Unido, tanto para graduação quanto pós-graduação. Confira algumas delas com a gente!

Ana Resende Quadros
09 Ago 2022