Por mais que os EUA ainda carreguem muitas heranças do período colonial britânico, o espírito universitário por lá e no Reino Unido podem ser bem diferentes. As diferenças entre as universidades americanas e britânicas passam tanto pela relação dos estudantes com a instituição quanto pelas oportunidades de trabalho durante a graduação. Se você quer saber mais sobre essas divergências, confira essa lista que nós fizemos!

No que as universidades americanas e britânicas divergem?

Espírito universitário

No Reino Unido, muitas universidades têm clubes, sociedades e times esportivos. Os alunos e alunas podem frequentar esses times tanto por diversão quanto para se tornarem atletas de verdade. Os outros estudantes que não participam ainda podem ir aos jogos para torcer pelo time da sua universidade. Isso ajuda muito a criar o espírito universitário e aprofundar a relação dos estudantes com a instituição.

Nos Estados Unidos a dinâmica é bem parecida. No entanto, por lá eles são mais orgulhosos da universidade que estudam, e também costumam fazer mais barulho nos eventos esportivos. E esse barulho todo não é só figurativo: eles têm bandas, líderes de torcida, mascotes e toda uma torcida organizada.

esporte-universidades-americanas-e-britânicas

Os times esportivos e as líderes de torcida são muito comuns nas universidades americanas.

Flexibilidade nos estudos

Essa é uma das principais diferenças entre as universidades americanas e britânicas. Um curso de bacharelado no Reino Unido leva cerca de 3 anos para ser completado. Por lá, uma vez que você escolhe a sua área de estudo fica difícil de mudar de campo depois. Em muitos casos, se o estudante quiser fazer isso, é preciso começar tudo de novo. Algumas universidades, porém, permitem o estudo de duas áreas ao mesmo tempo.

Já nos Estados Unidos as graduações levam cerca de 4 anos (semelhante ao Brasil). Além disso,por lá há uma maior flexibilidade para mudança de curso durante os dois primeiros anos de estudo. Os alunos e alunas também podem estudar um minor, que acaba permitindo juntar mais de uma área.

Acomodação

Os dormitórios são muito comuns nas universidades americanas e britânicas. No Reino Unido, elas são bem populares principalmente durante o primeiro ano de estudo dos alunos. As instituições por lá oferecem acomodações que lembram pensões, com uma cozinha comum e quartos individuais. Algumas ainda oferecem suítes, onde cada estudante tem seu próprio banheiro.

Nos Estados Unidos, a vida universitária sem dúvidas significa dividir um quarto com outro estudante. Diversas universidades oferecem acomodações dentro do próprio campus, em quartos divididos por dois alunos e um banheiro comum para todos que vivem no mesmo andar. Por lá, há também a opção das fraternidades universitárias, com uma relação mais ou menos parecida com as repúblicas aqui do Brasil.

fraternidade-universidades-americanas-e-britânicas

Sede da fraternidade Kappa Kappa Gamma, da Universidade de Illinois.

Oportunidades de trabalho

Atualmente, enquanto o Brexit não se concretiza, os estudantes europeus podem trabalhar livremente enquanto estiverem estudando nas cidades do Reino Unido. Já os intercambistas de outras regiões dependem das especificações do visto para exercer alguma atividade remunerada no país. As universidades, no entanto, aconselham os estudantes a trabalharem apenas algumas horas por semana para não comprometer os estudos.

A maioria dos estudantes internacionais é liberada para trabalhar nos Estados Unidos enquanto estudam por lá, mas apenas dentro do campus da universidade. Porém, os alunos ainda podem ganhar experiência no mercado de trabalho com os programas de estágio oferecidos na terra do Tio Sam, como o Treinamento Prático Opcional (Optional Practical Training, em inglês) ou o Treinamento Prático Curricular (Curricular Practical Training).

estágio-universidades-americanas-e-britânicas

As relações de trabalho são diferentes nos dois países.

Essas são as principais diferenças entre as universidades americanas e britânicas. Qual delas te surpreendeu mais? E onde você vai querer estudar, no Reino Unido ou nos Estados Unidos? Se você já quiser se preparar para conquistar sua vaga lá fora, faça agora mesmo o seu teste de perfil (clicando aqui) e conheça o trabalho da nossa mentoria especializada. Nós podemos te ajudar em todo esse processo!

Quer acompanhar todos os nossos conteúdos? Então cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal. 


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos