Intercâmbio: estudar ou fazer estágio?

Você decidiu ir para o exterior mas ainda não sabe o que fazer lá fora? Entre os tipos de intercâmbio que você pode fazer, os mais comuns são para estudar ou fazer estágio. Mas qual desses é melhor para você? Nós listamos aqui alguns fatores que você deve colocar na balança quando for decidir. Confira!

Aprendizado vs. Prática

Vamos começar com o básico. Ao estudar no exterior, seu objetivo vai ser adquirir conhecimento, crescer e experimentar a vida em outra cultura. As lições que você vai aprender dentro da sala de aula são importantes. Apesar disso, você vai descobrir que as aventuras que encontrar e os relacionamentos que construir além da sala de aula são o que torna o estudo no exterior tão valioso.

Um estágio internacional, por sua vez, é mais focado e direcionado. Embora seja também uma grande oportunidade de amadurecer, durante um estágio no exterior você terá objetivos específicos em relação à experiência profissional em sua área de trabalho. Você vai aprender habilidades práticas e ter um horário mais rígido. Sendo assim, o estágio é uma experiência menos aberta do que um intercâmbio voltado para estudo. No entanto, as lições que você aprende trabalhando fora do país e interagindo com os habitantes locais em um ambiente profissional todos os dias trazem um tipo diferente de crescimento.

Aproveitar a viagem vs. Trabalhar

Partindo do ponto anterior, essa é outra grande diferença entre estudar e fazer estágio no exterior. Ao estudar lá fora, você vai estar entre colegas que se interessaram pelo mesmo destino. Nesse caso, se divertir também é uma prioridade mútua. Dessa forma, você vai ter a liberdade de explorar completamente o ambiente, mergulhar no idioma e na cultura e construir sua experiência da maneira que desejar. Esse sentimento de liberdade costuma ser o que os intercambistas mais elogiam na experiência de estudar fora do Brasil.

Os estágios no exterior têm uma camada adicional de responsabilidade profissional, que vem com prós e contras. Embora você tenha a oportunidade de conhecer a cidade e interagir socialmente com seus colegas de trabalho, relaxar e se divertir não é tanto uma prioridade. Ao mesmo tempo, essa responsabilidade adicional pode valer a pena. Durante seu estágio, você se aprofunda mais na cultura local e ganha uma valiosa experiência de trabalho para melhorar seu currículo.

Gastar vs. Ganhar dinheiro

Mudando de assunto para uma questão mais prática, o dinheiro pode ser um dos fatores decisivos mais importantes nessa escolha. Quando você calcula os custos de viagem, moradia, mensalidades e outras despesas diárias, estudar no exterior pode ser um empreendimento bastante caro. Ainda mais se você for sem uma bolsa de estudo ou levar um estilo de vida mais caro.

Já com o estágio é uma história diferente. Embora nem todos os estágios sejam pagos, muitas vezes você será remunerado de maneiras alternativas, com refeições, moradia ou com o reembolso dos custos de viagem. Sua remuneração vai depender do local e da área que você atuar. Ainda assim, é bem provável que você vai ter mais dinheiro se preferir um estágio no exterior em vez de ir para fora apenas para estudar.

Agora que você já viu como decidir entre estudar ou fazer um estágio, qual deles você vai escolher? Independente da sua decisão, você pode começar a se preparar com a ajuda da nossa mentoria especializada. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui e junte-se ao nosso time de mentorados!  

 

Matheus Tomoto

Matheus Tomoto

Estudou em escola pública, aprendeu inglês sozinho em 3 meses, foi aceito nas 10 melhores faculdades dos Estados Unidos, trabalhou no MIT (melhor faculdade de tecnologia do mundo), é embaixador da Youth Assembly no Brasil, recebeu proposta da NASA e é ex-fellow de HARVARD. É escritor, palestrante e mentor de pessoas que desejam buscar sua oportunidade no exterior.