Se você está lendo este artigo, é provável que esteja planejando se inscrever nos principais programas de MBA do mundo. Nesse caso, o primeiro passo é entender que a nota do GMAT (Graduate Management Admission Test) é um componente essencial no sucesso dessa empreitada.

A pergunta mais frequente entre quem deseja fazer essa prova é: “Qual é a pontuação no GMAT suficiente para ser admitido na Escola de Negócios dos meus sonhos?”. Mas antes de chegar a esse ponto, é fundamental entender outras variáveis que interferem nesse resultado final.

Como ser admitido em uma Escola de Negócios?

Depois de tomar a decisão de fazer um MBA, você deve se familiarizar com todos os fatores envolvidos na aplicação e nota do GMAT. Tenha sempre em mente que o seu objetivo principal é obter uma pontuação perfeita para eliminar qualquer dúvida da mente dos avaliadores em relação à sua excelência acadêmica.

Mas atenção: Embora a pontuação do GMAT seja um elemento-chave, as principais Escolas de Negócios do mundo dão igual importância a todo o perfil do candidato ao avaliar seu desempenho. Então defina sua meta de acordo com os requisitos do lugar em que você pretende estudar.

Por exemplo, nem todos os alunos da Wharton, uma das melhores Escolas de Negócios do mundo, têm uma pontuação de 732, mesmo que essa seja a nota média do GMAT nessa instituição. Isso significa que o seu foco também deve estar na criação de um perfil sólido, que enfatize suas habilidades de liderança para lidar com eventos complicados.

Nota do GMAT: Faixas de pontuação

Há um total de cinco seções no GMAT, e as suas respectivas pontuações são avaliadas em uma escala fixa. Essas cinco seções são as seguintes: Avaliação de Redação Analítica, Raciocínio Integrado, Raciocínio Quantitativo, Raciocínio Verbal e Pontuação Total.

Após a conclusão do GMAT, um Relatório Oficial de Pontuação é enviado por e-mail para os participantes. Um problema bem comum é que os candidatos geralmente tendem a se concentrar na pontuação total, mas as outras quatro seções também são importantes. Isso porque elas fornecem às instituições avaliadores uma compreensão mais detalhada dos pontos fortes e área de melhoria dos aplicantes.

nota-do-gmat

Tirar uma boa nota no GMAT é fundamental para conseguir entrar nas melhores Escolas de Negócios.

Descubra agora os intervalos de pontuação para as cinco seções da prova:

Avaliação de Redação Analítica (Pontuação: 0 a 6)

Método de pontuação: Os ensaios são verificados pelo menos duas vezes. Uma vez manualmente por um examinador humano e uma vez por um computador. As pontuações são relatadas nos intervalos de 0,5 pontos. A pontuação média típica é 4,42.

Raciocínio Integrado (Pontuação: 1 a 8)

Método de pontuação: As pontuações são relatadas nos intervalos de 1 ponto. A nota dessa seção é determinada com base no número de perguntas respondidas com precisão. É comum que uma pergunta tenha várias partes. Para obter uma pontuação para essa pergunta, é necessário responder todas as partes corretamente. A nota dessa seção é listada separadamente no relatório. A  média fica em torno de 4,26 pontos.

Raciocínio quantitativo (Pontuação: 0 a 60)

Método de pontuação: A pontuação nesta seção depende de três elementos:

  • Quantas perguntas foram respondidas
  • O número de perguntas respondidas corretamente
  • O nível de dificuldade e outros fatores das perguntas que o candidato escolher responder

Se o candidato responder corretamente a um número maior de perguntas mais difíceis, será recompensado com uma pontuação melhor. As pontuações também são relatadas em intervalos de 1 ponto. Para conseguir entrar em uma Escola de Negócios de primeira linha, é necessário atingir pelo menos 40 pontos nessa seção.

Raciocínio verbal (Pontuação: 0 a 60)

Método de pontuação: A técnica de pontuação para o raciocínio verbal é a mesma que a do raciocínio quantitativo. Tente escolher perguntas de nível mais difícil e responda com precisão ao maior número possível. Como na seção de raciocínio quantitativo, as pontuações são relatadas em intervalos de 1 ponto. Marcar mais de 40 aumenta suas chances de ser admitido em uma instituição de alto escalão.

Pontuação total (Pontuação: 200 a 800)

Método de pontuação: A nota do GMAT é calculada com a combinação de pontuações das seções Raciocínio Quantitativo e Verbal. As pontuações são relatadas em intervalos de 10.

É necessário ter em mente que há uma penalidade envolvida por não responder as perguntas. Se o candidato não conseguir concluir o teste dentro do tempo determinado, sua pontuação será determinada de acordo com o número de perguntas tentadas. Com cada questão não respondida, a pontuação é reduzida substancialmente.

O que pode ser considerada uma boa nota do GMAT?

O aumento crescente da média de nota do GMAT a cada ano é uma indicação da enorme concorrência entre os aspirantes, bem como um aumento nos candidatos em potencial. Junto com isso, também há um aumento da concorrência entre as melhores escolas. Com todos esses fatores combinados, ter uma pontuação alta e um perfil forte devem ser uma prioridade para o candidato.

Mas, mais uma vez vale lembrar: nenhuma nota alta do GMAT vai garantir, por si só, a sua aprovação! O segredo é combinar uma boa pontuação com a apresentação de um perfil interessante, que reflita eficientemente as realizações, potenciais e capacidades do candidato e destaque sua participação em diferentes atividades extracurriculares e de impacto social.

Qual é a nota do GMAT em alguma das principais Escolas de Negócios?

Agora que você já está entendendo melhor como mandar bem na prova do GMAT, confira a pontuação média de algumas das principais Escolas de Negócios:

Intercâmbio com a UDI

Você sonha em fazer MBA e quer mandar bem na nota do GMAT? Então tem que começar a se preparar desde agora! A boa notícia é que a nossa mentoria especializada está a postos para te ajudar. Clique aqui e faça agora mesmo seu teste de perfil!

Cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal e acompanhar tudo o que publicamos no Blog.


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos