BOLSAS IDIOMAS PROVAS UNIVERSIDADES INSPIRAÇÃO TESTES RESUMÃO DA SEMANA MUNDO ESTUDAR FORA TRABALHAR FORA NOTÍCIAS

Testes de Cambridge: qual fazer?

Você já deve ter ouvido falar do TOEFL ou do IELTS, né? Mas existem outros exames de proficiência que também são amplamente reconhecidos a nível mundial. Os testes de Cambridge fazem parte desse grupo.

Gerenciados pela famosa Universidade de Cambridge, esses exames são realizados em diferentes níveis. E cada um deles têm suas características próprias. No entanto, para quem pretender estudar fora do país, seja em uma graduação ou em uma pós, três diferentes testes podem ser utilizados: o FCE, o CAE e o CPE. Entenda um pouco mais sobre eles agora:

O que são os testes de Cambridge?

A Universidade de Cambridge é uma das mais antigas e prestigiadas universidades do Reino Unido. A instituição  faz testes de comprovação de nivelamento em inglês desde 1913, quando surgiu a Cambridge English Language Assessment, conhecida apenas como Cambridge English.

Essa organização é a responsável por uma série de exames de inglês. Os mais famosos deles são as provas do IELTS e aqueles que ficaram conhecidos como “testes de Cambridge” (FCE, CAE e CPE).

Testes de Cambridge

A Universidade de Cambridge é a responsável pelos testes do FCE, CAE e CPE.

O mais antigo entre esses exames é o CPE, ou Certificate of Proficiency in English (Certificado de Proficiência em Inglês). A prova foi realizada pela primeira vez em 1913. Na época, o exame tinha 12 horas de duração e avaliava as capacidades de ler, escrever e falar inglês dos candidatos.

Em sua primeira edição, apenas três pessoas realizaram a prova e todas elas foram reprovadas. Nos anos seguintes, o número de candidatos continuou baixo, por isso, a prova passou por reformulações. Hoje, o exame é muito diferente do original, mas ainda mantém a fama de ser um dos testes de proficiência em inglês mais difíceis.

Quais são as provas de Cambridge?

Para se ter uma ideia de quanto os testes de Cambridge mudaram basta observar a quantidade de exames oferecidos. Atualmente, são 16 provas, sendo oito para crianças em idade escolar, três voltadas para o público de negócios e cinco destinadas ao público geral

As provas de Cambridge com foco no público geral são as mais importantes para quem precisa comprovar o domínio do idioma no mercado de trabalho ou em uma instituição de ensino superior. Elas abarcam cinco dos seis níveis do Quadro Comum Europeu (CEFR).

Cada uma das provas representa um nível diferente de domínio, partindo do básico (A2) até o avançado (C2). Porém, as provas mais aceitas são as que comprovam os níveis B2, C1 e C2. Funciona assim:

A2 Keys

O A2 Keys (antigo KET) é a primeira avaliação de inglês geral oferecida por Cambridge. Ela comprova que você tem habilidades básicas no idioma, por isso é ideal para aquelas pessoas que estão começando a estudar a língua.

Assim como indica o nome, o A2 Keys equivale ao nível A2 do Quadro Europeu Comum (CEFR). Por isso, seu principal uso é o desenvolvimento pessoal e a preparação para os demais testes de Cambridge, já que todos os exames seguem formatos similares.

B1 Preliminary

O B1 Preliminary é a nova versão do antigo PET (Cambridge English: Preliminary). Esse exame é um pouco mais avançado que o A2 Keys, mas ainda não chega ao nível mínimo exigido pelas universidades estrangeiras.

Na escala do CEFR, o B1 Preliminary testa um nível intermediário-básico de inglês. Isso significa que você será capaz de ler artigos e livros básicos em inglês, escrever e-mails e participar de conversas do dia a dia.

B2 First (antigo FCE)

Dentre os exames de Cambridge, existem três mais famosos. Um deles é o B2 First que ainda é mais conhecido por seus antigos nomes: Cambridge English: First e First Certificate in English (FCE).

Essa foi a segunda prova desenvolvida pelo Cambridge English, ainda em 1939, com o nome de Lower Certificate in English (LCE). Mesmo com todas essas mudanças na nomenclatura, o intuito deste exame segue sendo o mesmo: provar que o candidato tem capacidade para utilizar o inglês no exterior, seja para estudar ou para trabalhar.

Dentre as principais avaliações de Cambridge, o FCE é considerado o “menos exigente”. Mesmo assim, na escala do CEFR, o B2 First fica entre os níveis intermediário e avançado (B2). Por isso mesmo ele já pode ser usado em meios profissionais e acadêmicos, sendo o exame mais conhecido de Cambridge.

C1 Advanced (antigo CAE)

Por sua vez, o CAE (Cambridge English Advanced) é provavelmente a prova mais vantajosa entre os exames de Cambridge. Hoje conhecido apenas como C1 Advanced, o exame foi criado em 1991 com o objetivo de verificar o nível C1 em inglês.

Este é um exame recomendado para os candidatos com a necessidade de provar que dominam o idioma de forma avançada. Além de oportunidades de estudo e trabalho, pode ser requerido por programas de imigração e para solicitação de visto, por exemplo.

Ao todo, mais de 9 mil instituições de todos os tipos aceitam o CAE. Mas uma das maiores vantagens do exame é que, dependendo da sua pontuação, ele pode comprovar o nível B2 e C2 de inglês. Ou seja, a prova também cobre os níveis medidos pelo FCE e CAE.

C2 Proficiency (antigo CPE)

Já o CPE (Cambridge English Proficiency) é o mais antigo e mais criterioso entre os três. O hoje chamado C2 Proficiency é indicado para aqueles candidatos que possuem um domínio do inglês próximo ao dos nativos da língua.

A sorte é que poucas pessoas precisam do exame do CPE. Geralmente, o FCE é o bastante para aqueles que querem fazer um curso de graduação no exterior, enquanto o CAE serve para comprovar o nível necessário para alunos de mestrado e participar de processos seletivos de empresas.

O C2 Proficiency é reservado para profissionais e pesquisadores de alto nível. Esse exame é muito requerido em cursos de PhD nas universidades do Reino Unido e outros lugares do mundo, já que ele comprova o nível C2 do CEFR, o mais elevado.

teste de perfil

Qual é a estrutura das provas?

Todas as provas de Cambridge são bastante semelhantes quando o assunto é estrutura.Os exames avaliam habilidades de escrita (writing), leitura e uso do inglês (reading and use of english), fala (speaking) e compreensão oral (listening).

A maioria das perguntas são feitas no formato múltipla-escolha, mas também existem questões abertas e de associação. A maior diferença entre os exames está no tempo de duração das provas e na complexidade das questões. Confira:

Reading e Use of English

A prova de leitura de Cambridge é bastante diferente das encontradas em outros exames de proficiência. Isso porque ela inclui uma seção sobre o uso do inglês. Isso significa que, mais do que avaliar se você é capaz de extrair informações de textos e interpretar o que você leu, Cambridge quer saber se você compreende como a língua é utilizada.

Por essa razão, a prova de leitura conta tanto com questões de múltipla-escolha quanto com perguntas abertas. Nesta parte os candidatos devem formar palavras, alterar palavras-chave e fazer associações. O tempo, o estilo e o número de questões variam conforme cada exame:

  • FCE: 1 hora e 15 minutos para responder 52 questões divididas em 7 partes, sendo duas delas de múltipla-escolha.
  • CAE: 1 hora e 30 minutos para responder 56 questões divididas em 8 partes, sendo duas delas de múltipla-escolha.
  • CPE: 1 hora e 30 minutos para responder 53 questões divididas em 7 partes, sendo duas delas de múltipla-escolha.

Writing

A prova de escrita dos testes de Cambridge pede que os candidatos escrevam duas redações. A primeira questão é sempre um artigo argumentativo baseado em uma pergunta obrigatória. Já o segundo texto pode ter vários estilos e você pode escolher o que te interessa mais entre as opções disponíveis.

  • FCE: 1 hora e 20 minutos para fazer duas redações de 140 a 190 palavras cada;
  • CAE: 1 hora e 30 minutos para fazer duas redações de 220 a 260 palavras cada;
  • CPE: 1 hora e 30 minutos para fazer duas redações de 240 a 280 palavras cada.

Listening

A seção de Listening dos exames de Cambridge apresentam opções bastante variadas de áudio. É possível encontrar conversas, aulas, monólogos, programas de rádio e até pequenas histórias. O objetivo é verificar se você compreende o inglês falado em qualquer ambiente.

Esta é a seção que mais se parece em todas as provas. Ela exige que os candidatos respondam a 30 questões em 40 minutos. Ao todo são quatro partes, sendo duas de múltipla-escolha, uma para completar espaços em branco e outra para fazer associações.

Speaking

As provas de Speaking de Cambridge costumam ser realizadas em um dia diferente das demais. O exame é feito em dupla e consiste em uma entrevista entre o avaliador e cada um dos candidatos além de tarefas colaborativas. Também é preciso comentar fotos e debater opiniões. Para isso você terá:

  • FCE: 14 minutos;
  • CAE: 15 minutos;
  • CPE: 16 minutos.

Como funcionam as notas?

Ao fazer uma prova de Cambridge você deve ter em mente que precisa atingir um mínimo de pontos para que o seu domínio do idioma seja aprovado. Essa margem varia conforme cada uma das provas, porém, todas elas usam a Escala de Classificação de Cambridge para determinar os níveis de competência no inglês conforme o CEFR.

Cada teste de Cambridge tem três conceitos. Os conceitos B e C comprovam o nível de proficiência para o qual o exame é indicado, o conceito A atesta que você sabe um nível a mais. Ou seja, se você tirar B ou C no CAE, seu nível de inglês é equivalente ao C1, mas se conseguir um A, seu nível de inglês é o C2 no Quadro Europeu Comum.

LEIA TAMBÉM — Inglês fluente: 5 dicas para dominar o idioma

Por outro lado, se você não conseguiu uma nota suficiente para atingir o conceito C, ainda pode receber um certificado caso sua pontuação esteja até um nível abaixo do esperado para a prova. Isso significa que, se ao fazer o CAE você estiver dentro dos conceitos do FCE, também receberá um certificado, mas comprovando nível B2 e não C1.

Porém, as pessoas que ficam abaixo da pontuação mínima não recebem um certificado de domínio do idioma, apenas um relatório de notas. Com esse relatório você pode verificar em que nível está seu inglês conforme a escala do exame, mas o documento não poderá ser utilizado para aplicação de vagas internacionais. As pontuações são as seguintes:

Faixa de notas

FCE

CAE

CPE

A

180 a 190 (nota máxima equivalente a C1)

200 a 210 (nota máxima equivalente a C2)

220 a 230 (nota máxima do exame)

B

173 a 179

193 a 199

213 a 219

C

160 a 172

180 a 192

200 a 212

Nível anterior

B1: 140 a 159 pontos

B2: 160 a 179 pontos

C1: 180 a 199 pontos

Caso você seja aprovado(a) em um dos testes de Cambridge, sua nota é válida para a vida toda. Ou seja, você só precisará fazer um novo exame de proficiência em inglês caso queira melhorar sua nota ou precise de um teste específico para outra oportunidade.

Qual teste de Cambridge devo fazer?

Obviamente, o seu nível de domínio do inglês deve ser levado em conta na escolha de qual exame fazer. Afinal, cada teste de Cambridge representa um nível de domínio diferente. Por mais que você possa comprovar um nível acima e um abaixo, saber quanto você conhece o idioma faz diferença, já que você pode não ser aprovado(a).

Outro fator que pode influenciar na sua decisão é a instituição que você deseja estudar. Isso porque cada uma delas tem suas próprias regras em relação a quais testes são mais adequados. E, além disso, elas podem variar, inclusive, entre um curso e outro. Ou seja, pesquisar antes de escolher definitivamente o seu teste é a melhor pedida.

LEIA TAMBÉM — Intercâmbio na Inglaterra: o que saber antes de ir

Se você busca informações mais gerais, a própria Cambridge English oferece um site onde você pode consultar que instituições aceitam cada uma das provas oferecidas. Mas, se você está em dúvida entre o FCE, CAE e CPE, invista no C1 Advanced, porque ele é a prova mais abrangente entre as três principais e pode comprovar do nível B2 ao C2.

 

Quanto custa um teste de Cambridge e onde fazer o exame?

Os testes de Cambridge são aplicados em diferentes datas durante o ano em milhares de centros autorizados espalhados por todo o mundo, inclusive no Brasil. Acesse aqui para descobrir o local de aplicação mais próximo de você. As datas disponíveis também podem ser consultadas.

Ao contrário de outros testes de proficiência, os exames de Cambridge não possuem taxas fixas. Os preços cobrados pelos testes podem variar conforme o centro de aplicação do exame e a cotação da libra. Além disso, os valores são atualizados anualmente. Mas, pode-se dizer que, em média, os preços são os seguintes:

  • B2 First (FCE): R$975,00;
  • C1 Advanced (CAE): R$ 1.000,00;
  • C2 Proficiency (CPE): 1.100,00

Comparada a outras provas de proficiência, os exames de Cambridge tem um custo-benefício maior dependendo do seu uso. Isso porque, apesar de terem valores similares, o exame não tem prazo de validade e você não terá que refazer a prova em dois anos como no caso do TOEFL.

Como estudar no Reino Unido?

Os testes de Cambridge são uma ótima maneira de abrir suas portas para oportunidades de educação e trabalho no Reino Unido e em vários outros países do mundo! Mas para ir para fora não basta só saber inglês, é preciso entender como funcionam as seleções no exterior!

Para te ajudar nessa tarefa você pode contar com a ajuda do programa M60. São mais de mil aulas gravadas e encontros ao vivo todas as semanas para te explicar quais são as melhores oportunidades de intercâmbio! Se você quer mudar a sua vida, faça agora mesmo teste de perfil clicando aqui!

*Este texto foi escrito por Rafael Cerqueira (2018) e Ana Resende Quadros (2022)

Posts relacionados

Ana Resende Quadros
AUTOR

Ana é jornalista, mestra e doutoranda em Comunicação. Sua paixão é levar informação e conhecimento para todos e, assim, contribuir para a ampliação da cidadania.

31 Mai 2022

Postagens recentes
O que é GPA e como calcular?

O GPA é uma parte muito importante na aplicação para um intercâmbio. Mas você sabe mesmo o que é isso? Confira a explicação completa neste guia!

Rafael Cerqueira
30 Nov 2022
Assistantship: o que é?

Esse é um tipo de remuneração mais comum na pós-graduação no exterior. Descubra tudo sobre o assistantship!

Elaine Maciel
29 Nov 2022