BOLSAS IDIOMAS PROVAS UNIVERSIDADES INSPIRAÇÃO TESTES RESUMÃO DA SEMANA MUNDO ESTUDAR FORA TRABALHAR FORA NOTÍCIAS

Atividades extracurriculares: quais são as melhores opções?

Quem quer fazer uma graduação, pós-graduação, estágio, summer ou winter job em um outro país já sabe que as atividades extracurriculares são essenciais para ter um currículo de destaque. Isso porque a maioria das oportunidades internacionais pedem para que você conte sobre o que você faz quando está fora da sala de aula.

Como fazer estágio na ONU: conheça esta oportunidade

Ainda assim, esse é um tópico que gera muitas dúvidas em quem quer se candidatar para um intercâmbio. Se você também tem dúvidas, se liga neste texto, porque hoje nós vamos te explicar o que são as extracurriculares, como usar as suas atividades de forma estratégica e te dar algumas dicas de quais delas você deve fazer!

O que são as atividades extracurriculares?

Quando a gente está na escola, na faculdade ou na pós-graduação, temos algumas atividades obrigatórias, não é mesmo? Essas atividades fazem parte do currículo do curso. Por exemplo, no currículo do Ensino Médio, todos os alunos têm que fazer Português, Matemática, Educação Física, História, Geografia, Biologia, Química e Física. Essas disciplinas são consideradas atividades curriculares, porque fazem parte do seu currículo obrigatório.

Isso quer dizer que todas as atividades que você faz que não fazem parte dessa lista de obrigatórias são atividades extracurriculares, porque não fazem parte do seu currículo. Ou seja, praticamente qualquer coisa que você faz fora da sala de aula conta como atividade extracurricular, desde tocar um instrumento a ser gestor de uma página no Instagram.

A gama de atividades que são consideradas extracurriculares é gigantesca, mas isso não quer dizer que todas elas devem ser colocadas no seu currículo. Afinal de contas, pode não ser relevante para ingressar em um curso de Literatura que você corra todos os dias depois da aula, né? Por outro lado, participar de um clube do livro ou ser um booktuber pode ser uma atividade interessante neste caso.

Um currículo com extracurriculares interessantes pode ser um grande diferencial na sua aplicação. Isso porque, diferente do que acontece no Brasil, no exterior eles valorizam mais o seu potencial do que o nome da instituição que você estudou. Por isso, invista em fazer extracurriculares que demonstrem suas qualidades.

Os 4 pontos mais importantes das atividades extracurriculares

Tudo bem, já deu para entender que nem toda extracurricular é boa para o seu currículo, mas como é que você faz para saber se uma atividade fora de sala vale a pena ou não? Existem quatro passos básicos que vão te ajudar a decidir quais são as melhores para você:

1. A atividade tem que demonstrar uma grande paixão

Geralmente, escolhemos fazer cursos que despertem o nosso interesse, né? O mesmo vale para as nossas atividades extracurriculares. Geralmente, a atividade ideal é aquela que demonstre suas paixões. Faça coisas que você ama e que te motivam tanto que você nem percebe o tempo passar.

Teste vocacional: o que é a para que serve

Essas atividades vão demonstrar para os avaliadores que você se dedica às suas paixões e se encaixa no perfil de estudante daquele curso. Um dos critérios das grandes universidades é o seu potencial para ter uma trajetória de sucesso na instituição. Se você já se dedica a fazer uma atividade relacionada e demonstra paixão por ela, suas chances são maiores.

2. Uma extracurricular tem que demonstrar o fortalecimento de algum dom, habilidade ou talento que você já tenha.

Sim, todas as pessoas têm talentos e nós precisamos conhecê-los e desenvolvê-los. As universidades valorizam o que nos torna únicos e faz parte do processo de aplicação aprendermos do que nós gostamos e o que nós fazemos bem. Essa autoavaliação pode até te ajudar a escolher que curso fazer depois da escola, por exemplo.

Tente se aprimorar nas coisas que você gosta e que tenham relação com o curso que você quer fazer. Se você se interessa por tecnologia ou computação, por exemplo, tente fazer algum curso online nessa área. Existem opções gratuitas até mesmo em grandes universidades, como no programa HarvardX. E não se esqueça de colocar em prática o que você aprendeu.

3. Mostrar protagonismo

A gente tem o costume de ler “protagonismo” e pensar logo que para ser protagonista você tem que estar em uma posição de liderança. Mas não é bem assim! Essa característica não tem nada a ver com status e sim com a forma que você utiliza seus talentos e paixões para agir. Ou seja, protagonismo é colocar seus planos em prática, ser o dono(a) da sua história.

TESTE: diga a sua personalidade do eneagrama e indicaremos uma universidade no exterior

Sonhar é muito importante, mas o que as universidades mais valorizam é que você tente tirar os seus planos do papel. Então planeje o seu futuro e onde você quer chegar, mas não esqueça de pensar no presente e no que você pode fazer hoje para que seus sonhos virem realidade.

4. Faça atividades que gerem resultado e impacto

Calma, você não precisa fazer uma atividade que vai mudar o mundo para que ela seja uma boa extracurricular. Esse ponto está muito ligado ao protagonismo. Se você coloca os seus planos em prática, essa ação vai gerar algum resultado, alguma mudança, ainda que seja só na sua vida. Mesmo mudanças pessoais são levadas em conta pelas universidades, porque elas consideram o contexto em que você está inserido para te avaliar.

Qual a melhor atividade extracurricular para você?

A primeira coisa que você tem que ter em mente é que não existe um tipo de extracurricular coringa, que vai funcionar bem para todo o mundo. Até porque, não tem como todas as pessoas terem exatamente as mesmas habilidades e sonhos. Então não tente copiar as experiências de outras pessoas. Mais do que o que foi feito, as universidades querem entender o porquê de você ter feito aquela atividade.

Mas, ainda assim, é importante ter um norte, um caminho para procurar as atividades que você vai se encaixar. É por isso que vamos deixar algumas sugestões de extracurriculares que podem valer a pena.

1. Faça cursos sobre os temas que você gosta

Hoje em dia é muito simples encontrar cursos das mais diversas áreas de estudo pela internet. Aqui mesmo no blog nós divulgamos muitas oportunidades oferecidas por grandes universidades do mundo todo que você pode dar uma olhada e escolher o que mais te interessa.

450 cursos Ivy League que você pode fazer em casa

42 cursos online gratuitos das universidades australianas

27 cursos online oferecidos pelo Imperial College

Algumas oportunidades são totalmente gratuitas e incluem certificado e outras não. Mas o mais importante do curso extra é que ninguém está te obrigando a estudar e, mesmo assim, você está estudando. Isso demonstra que você tem paixão e iniciativa para correr atrás do que você deseja. Além disso, eles te ajudam a desenvolver suas habilidades.

2. Se envolva em projetos

Uma excelente maneira de se destacar nas extracurriculares é colocar as suas habilidades em prática. Você pode fazer isso indo atrás de projetos de extensão em universidades ou projetos extra oferecidos pela sua escola. Outra opção é ir atrás de organizações independentes da sua cidade ou do seu bairro. Se você gosta da área de saúde, que tal fazer trabalho voluntário em um abrigo de idosos, por exemplo?

4 motivos para fazer trabalho voluntário online

Mesmo quando você não vê nada que te interessa disponível, você pode se propor a criar algo em conjunto. Se você gosta de teatro, por exemplo, por que não se propor a organizar uma peça com os seus colegas? Ou então criar um clube do livro com os seus amigos?

Mas, se você não tem acesso a nenhum projeto que já exista e nenhum dos seus amigos quer te ajudar nessa empreitada, também é possível criar um projeto sozinho(a). Que tal criar um perfil no Instagram ou no YouTube para mostrar a sua rotina de estudos ou as receitas que você prepara? Ou então desenvolver um aplicativo que possa impactar a sua comunidade ou a sua rotina? São centenas de opções disponíveis e, com certeza, você vai encontrar a extracurricular certa para você!

Intercâmbio com a UDI

Agora que você já sabe tudo sobre as atividades extracurriculares, está na hora de preparar os outros pontos da sua aplicação. Com a mentoria especializada da Universidade do Intercâmbio, você fica por dentro do passo a passo para aproveitar mais de 60 tipos de intercâmbio! Aprenda com quem já esteve fora do Brasil e estudou nas melhores universidades do mundo. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui.

Posts relacionados

Ana Resende Quadros
AUTOR

Ana é jornalista, mestra e doutoranda em Comunicação. Sua paixão é levar informação e conhecimento para todos e, assim, contribuir para a ampliação da cidadania.

06 Mai 2021

Postagens recentes
7 fatos sobre a Irlanda

Curiosidades que você provavelmente não sabe sobre este destino encantador!

Ana Clara Reis
21 Fev 2024