Se você está procurando um lugar para estudar no exterior, a China pode ser uma ótima opção. Por mais que fazer um intercâmbio na Ásia possa nem ter passado pela sua cabeça, a verdade é que existem vários motivos para se fazer um intercâmbio na China. Descubra alguns deles agora!

Por que fazer um intercâmbio na China?

A comida é muito boa (e barata!)

A comida da China é popular no mundo todo, mas estudando lá você vai ver que nada pode competir com a verdadeira culinária chinesa. Com os jianbing (crepes) crocantes no café da manhã e os baozi (bolinhos) quentes, os intercambistas que estudam na China não têm do que reclamar. Tão bom quanto a comida é o preço dela: você encontra uma refeição decente por cerca de R$12.

O custo de vida é baixo

Se uma das suas maiores preocupações em estudar no exterior é a parte financeira, a China é uma ótima opção. Isso porque o custo de vida no país é relativamente baixo. Além da comida, que já falamos anteriormente, coisas como transporte público e moradia também são bastante baratas.

Você vai aprender uma das línguas mais faladas do mundo

O mandarim é falado por mais de 900 milhões de pessoas em todo o mundo. Sendo assim, estudar o idioma é uma ótima maneira de aprender sobre a cultura chinesa e fazer amizade com os habitantes locais. Não se deixe intimidar pela escrita complicada e pela variação de entonação: ainda é relativamente fácil aprender mandarim básico. Você vai estar conversando com seus vizinhos (na língua deles!) em pouco tempo.

Você tem várias opções de cidades para estudar

A China é um país imenso e 20 cidades de lá têm mais de 3 milhões de habitantes. Isso significa que existem muitas opções para você decidir onde estudar! Se você está interessado em uma experiência mais urbana, pode ir para Xangai ou Hong Kong. Se quer se aprofundar mais na história do país, Pequim é um ótimo destino. Há ainda outras opções, inclusive em áreas mais rurais!

1-fazer-intercambio-na-china

Pequim: poucas cidades do mundo misturam tão bem o moderno com o antigo quanto a capital chinesa.

Mas você não precisa ser fluente em mandarim para estudar lá

Por mais que você acabe aprendendo alguma coisa ou outra enquanto estiver na China, não é necessário ser fluente em mandarim quando chegar lá. Isso porque muitos cursos no país são ministrados em inglês, o que acaba sendo muito útil para quem quer ter uma experiência de intercâmbio breve.

Vai te ajudar profissionalmente

Fazer intercâmbio na China é uma ótima maneira de aprimorar seu currículo e melhorar suas opções de carreira. O conhecimento de uma língua estrangeira ainda pouco falada por brasileiros e a compreensão de outra cultura são habilidades que você pode trazer para sua vida profissional que vão te ajudar a conseguir o emprego perfeito depois de se formar. Além disso, muitas empresas trabalham em colaboração com o mercado e as corporações chinesas. Dessa forma, sua experiência na China vai te dar vantagem sobre a concorrência!

Você vai sair da sua zona de conforto

A cultura chinesa é completamente diferente da brasileira. Isso pode parecer preocupante a princípio, mas esse choque cultural vai ser muito importante para você sair da sua zona de conforto e conhecer mais do mundo. Uma boa ideia é pesquisar bastante os costumes do local antes de ir. Assim, você vai estar mais preparado(a) e também vai diminuir suas chances de ofender moradores locais sem saber, o que é sempre uma coisa boa!

Intercâmbio com a UDI

Enquanto seus amigos falam de visitar Paris ou Roma, se destaque falando sobre as razões para fazer um intercâmbio na China. Se você estiver realmente interessado(a) em viver essa experiência, faça agora mesmo o seu teste de perfil (clicando aqui) e conheça o trabalho da nossa mentoria especializada.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.

+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos
+100 aulas sobre intercâmbios por apenas 99 centavos