Ligue um rádio em qualquer lugar do mundo e não vai demorar muito até você ouvir uma música cantada na língua inglesa. Mas você já prestou atenção nas diferenças de sotaque em inglês? As músicas do seu artista preferido podem te falar muito sobre elas! Confira, então, 6 canções diferentes que vão te mostrar bem como esse idioma pode variar em questão de pronúncia em diferentes lugares do mundo!

Aprenda sobre as diferenças de sotaque em inglês com essas 6 músicas

Mudança de sotaque

Identificar sotaques é difícil. A pronúncia e a entonação são características fluidas, o que significa que a maneira como falamos muda, dependendo de onde estamos, com quem estamos falando e o que estamos fazendo.

Às vezes, modificamos nossa linguagem intencionalmente, e outras vezes sem nem perceber. E, como você provavelmente já deve ter notado, algumas pessoas são mais propensas a mudanças de sotaque do que outras.

Vamos usar como exemplo a cantora Adele. Ouça uma de suas músicas e depois compare com quando ela está conversando com a apresentadora Ellen DeGeneres. O que você consegue perceber? O sotaque dela está diferente?

Isso acontece porque quando canta, ela tem um sotaque mais “neutro” e “americanizado”, o que pode acabar confundindo algumas pessoas. Mas não se engane: ela é realmente de Tottenham, uma área ao norte de Londres! A maneira como ela fala na entrevista é o seu sotaque “autêntico”.

No caso da Adele, não podemos ter certeza se essas diferenças de sotaque em inglês são algo subconsciente ou uma decisão estratégica para atrair um público maior. Em geral, os sotaques são naturalmente fluidos, mas também existem muitos exemplos de artistas que se apresentam em sua própria vertente do idioma. Confira 6 delas:

Sotaque da região sul dos EUA

Johnny Cash – The Man Comes Around

O cantor e compositor americano Johnny Cash nasceu em 1932, na cidade de Kingsland, no Arkansas, e viveu a maior parte de sua vida nos outros estados do sul dos EUA, como Kentucky e Tennessee.

“The Man Comes Around”, lançada no álbum “American IV: The Man Comes Around”, de 2002, é uma boa amostra do inglês falado nessa parte dos Estados Unidos. Preste atenção principalmente nos sons das vogais em palavras como “white” e “pipers”. Em vez de /ai/, o “i” soa mais como /a:/, e esse é um recurso característico daquela região do país. Além disso, note a forma como ele pronuncia as letras “wh” em “whirlwind” e “white”.

Vale ressaltar que o inglês falado no sul dos EUA não se refere a um único sotaque, mas a uma variedade de dialetos regionais do idioma. Como em todos os exemplos listados abaixo, sempre há variações dentro da variedade!

3-diferencas-de-sotaque-em-ingles

Johnny Cash se apresentando em Brémen (Alemanha), em 1972

Inglês jamaicano

Bob Marley – Buffalo Soldier

Agora, vamos direto do Golfo do México até a ilha caribenha da Jamaica. Colônia britânica há mais de 250 anos, o idioma oficial do país é o inglês jamaicano. Mas embora o inglês tenha uma forte presença na cultura da ilha (principalmente em sua música), a língua mais falada é o crioulo jamaicano (ou patois).

A Jamaica é o berço do reggae e Bob Marley é um ícone não só do gênero musical, como do país, de forma geral. Nesta música, Marley presta homenagem aos Buffalo Soldiers, regimentos de soldados afro-americanos que serviram na fronteira ocidental após a Guerra Civil Americana.

Inglês irlandês

The Pogues – Dirty Old Town

Do outro lado do Atlântico, passamos de uma ilha para outra. Se você já visitou a Irlanda, deve ter conhecido a rica tradição musical do país. Apresentações ao vivo – com apitos e violinos – são comuns nos pubs movimentados de Dublin, a capital.

“Dirty Old Town” foi originalmente composta por Ewan MacColl, mas a versão do The Pogues é a mais famosa. A voz distinta de Shane MacGowan, vocalista da banda, combina perfeitamente com a música! Desta vez, preste atenção à pronúncia das palavras com /r/, como “dirty” e “girl“. Esse som é pronunciado de forma mais forte no inglês irlandês do que em outras vertentes do idioma.

Inglês galês

Marina – Obsessions

A cantora Marina Diamandis (conhecida anteriormente pelo nome artístico Marina & the Diamonds) nasceu em Brynmawr, em 1985, e cresceu na vila de Pandy, no País de Gales. Apesar de ter vivido alguns anos na Grécia, a cantora morou a maior parte da vida nessa região do Reino Unido.

O inglês falado naquela área tem forte influência da língua galesa, derivada do idioma céltico, falado na parte ocidental da Grã-Bretanha. As diferenças por lá ficam por conta das variações de pronúncia das vogais e das consoantes.

Na música, preste atenção em como a cantora usa a palavra “can’t”: a vogal é pronunciada de forma aberta, central e não-arrendada (/ɑ̈/).

Você também pode notar as diferenças de sotaque em inglês neste trecho:

Won’t you quit your crying? I can’t sleep
One minute I’m a little sweetheart
And next minute you are an absolute creep

1-diferencas-de-sotaque-em-ingles

Marina no programa sueco Sommarkrysset, em 2012

Inglês estuário (Londres)

Lily Allen – LDN

Como o nome sugere, o inglês estuário está associado à área ao longo do rio Tâmisa (um estuário é um ambiente aquático de transição entre um rio e o mar). Porém, esse sotaque é comum no resto de Londres e em todo o sudeste da Inglaterra.

Como Adele, Lily Allen é de Londres e ambas podem ser descritas como falantes dessa vertente do inglês. O interessante é que, em “LDN”, ela usa um estilo mais “falado” nos versos, o que permite que identifiquemos mais fácil o sotaque. Por exemplo, uma característica desta variedade de inglês que podemos perceber é a entonação mais forte na última sílaba de palavras no gerúndio, como “walking“, “struggling” e “having” (com a inclusão do “g”). Você consegue ouvir a diferença?

Inglês australiano

Kylie Minogue – Confide in Me

Muita gente não consegue perceber as diferenças de sotaque em inglês quando se trata da vertente australiana. Isso porque, na terra dos cangurus, o idioma fica num “meio-termo” entre o sotaque britânico e o norte-americano. Porém, há sim algumas diferenças que, com um ouvido treinado, podem ser notadas.

Uma característica marcante dessa variante é a perda de tonicidade no fim de palavras terminadas em “r”. Na música, note como Kylie (que nasceu em Melbourne, na Austrália), pronuncia as palavras “afar” e “are”. O som do “r” é substituído por um curto “a”!

2-diferencas-de-sotaque-em-ingles

Kylie se apresentando no aniversário da Rainha Elizabeth, em 2018

Intercâmbio com a UDI

Conseguiu identificar as diferenças de sotaque em inglês? Então que tal você conhecer mais sobre as variações do idioma pessoalmente, fazendo um intercâmbio? Clique aqui e faça agora mesmo o seu teste de perfil para participar da nossa mentoria. Nós te ajudamos a conquistar sua oportunidade internacional!


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.