Entre as melhores universidades dos EUA, a maioria é formada por instituições privadas. Harvard, MIT, Yale, Stanford, Caltech… A lista é grande! No entanto, as universidades públicas costumam ser uma opção mais barata e algumas delas são bem renomadas. Duas das mais bem conceituadas são a Universidade de Michigan e UC Berkeley (Universidade da Califórnia em Berkeley). Confira agora um guia comparativo entre essas duas instituições!

Michigan e UC Berkeley: um guia comparativo

Rankings

No QS World University Rankings 2021, Michigan e UC Berkeley estão a apenas nove posições de distância. A Universidade de Michigan está em 21º lugar, enquanto UC Berkeley está em 30º (a nível mundial). Ambas têm uma reputação muito forte, mas Berkeley é mais reconhecida. Por exemplo, a UC Berkeley está classificada em terceiro lugar na opinião dos acadêmicos e em nono na pesquisa de empregadores, enquanto a Universidade de Michigan está em 19º e 58º, respectivamente.

A Berkeley também sai na frente no número de citações em pesquisas (13º no mundo, enquanto Michigan é a 126º), o que significa que as pesquisas desenvolvidas por lá estão tendo um impacto mais profundo. Mas a Universidade de Michigan está significativamente à frente na proporção professor-aluno (78º, enquanto Berkeley é 358º) – um indicador que busca dar uma ideia do nível de contato que os estudantes podem esperar ter com os seus professores.

1-michigan-e-uc-berkeley
Doe Library, na UC Berkeley (Minesweeper/Wikimedia Commons)

Por fim, em termos de diversidade internacional de funcionários e alunos, a Berkeley recebe uma pontuação muito mais forte para a porcentagem de membros internacionais do corpo docente (está entre as 100 primeiras, enquanto Michigan está em 204º). No entanto, as duas universidades recebem pontuações semelhantes na porcentagem de estudantes internacionais, sugerindo que elas têm tido menos sucesso em atrair estudantes de fora dos EUA.

Localização e comunidade estudantil

Michigan e UC Berkeley podem não ter tanta diferença em termos de qualidade acadêmica, mas com certeza oferecem experiências muito diferentes no que diz respeito à localização. No oeste da Califórnia, Berkeley faz parte da área da baía de São Francisco, perto o suficiente para poder ver a famosa Ponte Golden Gate. 

3-michigan-e-uc-berkeley
Golden Gate Bridge (Joseph Barrientos/Unsplash)

Uma cidade relativamente pequena, Berkeley possui um forte cenário fit, boa comida e uma expressiva história de política liberal. Fica a apenas 21 km de distância de São Francisco, o que significa que você pode ir passear por lá nos finais de semana.

Mais para a região leste dos Estados Unidos, a Universidade de Michigan fica em Ann Arbor, outra cidade relativamente pequena, onde a universidade desempenha um papel importante em eventos esportivos e culturais. Há uma variedade de locais de artes, música e vida noturna, além de esportes aquáticos (no rio) e muitos parques e reservas naturais nas proximidades para os estudantes explorarem.

5-michigan-e-uc-berkeley
Estádio da Universidade de Michigan (Alex Mertz/Unsplash)

A Universidade de Michigan tem o maior corpo estudantil, com mais de 44.700 alunos, enquanto Berkeley tem cerca de 40.170. Em ambas Michigan e UC Berkeley, os alunos de graduação formam o maior segmento da comunidade estudantil – quase 65% em Michigan e 73% em Berkeley.

Custos

As taxas de ensino cobradas em Michigan e UC Berkeley variam dependendo de vários fatores, incluindo nível de estudo, curso e (o mais importante) se você vem de dentro do estado ou não. Esta última distinção tem o maior impacto. Nas universidades públicas dos Estados Unidos, as mensalidades são muito mais baixas para os alunos residentes no estado e, consequentemente, também mais caras para estrangeiros.

Para saber exatamente quais taxas você deve pagar, verifique os sites das universidades. Porém, para se ter uma ideia dos números, as mensalidades de graduação da Berkeley são de US$ 43.168,50 (cerca de R$ 227 mil) para estudantes de fora do estado (incluindo estudantes internacionais) por ano. As mensalidades da pós-graduação variam dependendo do programa e também diferenciam os residentes do estado de todos os demais.

Em Michigan, as mensalidade são divididas em duas partes: outono/inverno e primavera/verão. As últimas estimativas para estudantes de fora do estado somam um total de US$ 56.763 (~R$ 296 mil) por ano para alunos de graduação e US$ 55.777 (~R$ 291 mil) para estudantes de pós-graduação.

Para ter uma ideia dos custos gerais – incluindo mensalidades, acomodação, alimentação, transporte, seguro saúde e outras despesas –, a Berkeley aconselha que os alunos de graduação de dentro do estado separem US$ 24.090–33.400 (~R$127.000–174.000) por ano. Não há números específicos para residentes de fora do estado, mas os estudantes podem usar a calculadora de preço da universidade para ter uma ideia dos custos.

O orçamento total estimado para graduação em Michigan varia entre US$ 74.593–83.013 (~R$ 392.000–439.000) para estudantes de fora do estado, tornando ela a opção mais cara. No entanto, a maioria dos alunos não paga tanto assim, especialmente aqueles que conseguem uma bolsa de estudos. Falando nisso…

2-michigan-e-uc-berkeley
Law Quadrangle da Universidade de Michigan (Mathew Schwartz/Unsplash)

Ajuda financeira

O ensino superior nos Estados Unidos nunca é barato, mesmo nas universidades públicas, mas também não costuma custar tanto quanto o anunciado, já que muitos alunos se qualificam para receber ajuda financeira. Cerca de 50% dos alunos de graduação de Michigan e dois terços dos alunos de graduação em Berkeley recebem alguma forma de ajuda financeira. Isso inclui bolsas de estudos, auxílios, empréstimos e bolsas work-study.

No entanto, a maioria dos esquemas de apoio financeiro está aberta apenas a estudantes dos EUA. Para estudantes internacionais, fontes alternativas de apoio podem estar disponíveis através de agências, como o Programa Fulbright.

Intercâmbio com a UDI

Então, entre Michigan e UC Berkeley, onde você prefere estudar? Conta pra gente nos comentários! Independente da sua escolha, você pode contar com o apoio da nossa mentoria especializada para chegar lá. Clique aqui e faça agora mesmo o seu teste de perfil.


Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.