Oxford e Cambridge: qual é a melhor?

Oxford e Cambridge são, sem dúvidas, as universidades mais famosas e prestigiadas do Reino Unido. Isso pode acabar deixando quem quer fazer um intercâmbio no país um pouco confuso sobre qual delas escolher para estudar. Pensando nisso, montamos esse guia comparativo que analisa diversos fatores que aproximam e diferem as duas instituições. Vamos lá?

Oxford e Cambridge: um guia comparativo

Rankings

A Universidade de Oxford supera Cambridge no QS World University Rankings 2021, mas a disputa é bem acirrada. É importante lembrar que, nesse nível, as diferenças entre as duas instituições são geralmente muito pequenas. Como ambas fazem parte há bastante tempo do TOP 10 global, Oxford e Cambridge estão bem estabelecidas entre a elite do ensino superior mundial.

Prova disso é que as duas são fortes nas avaliações dos acadêmicos e dos empregadores. Nas últimas pesquisas, Cambridge aparece em segundo lugar no ranking geral, tanto em quesitos acadêmicos quanto para o mercado de trabalho. Enquanto isso, Oxford reivindica a terceira maior classificação mundial entre empregadores e acadêmicos graduados. Em resumo: se você quer estudar em uma universidade com uma sólida reputação internacional, Oxford e Cambridge têm praticamente o mesmo “peso”.

Oxford tem uma pontuação um pouco mais forte em citações por professor – um indicador que visa refletir a influência alcançada por pesquisas produzidas em cada instituição, embora ambas estejam entre as 100 melhores do mundo. Oxford também assume a liderança quando se trata da proporção professor-aluno (número de estudantes por membro da equipe acadêmica), mas ambas estão entre as 20 melhores no mundo nesse quesito e são reconhecidas por seu compromisso com o ensino em pequenos grupos e a supervisão individual.

Em termos de diversidade internacional, Oxford e Cambridge obtêm novamente altas pontuações. Sem surpresa, ambas são destinos populares para acadêmicos e estudantes de todo o mundo. Apesar das críticas recentes a respeito de sua falta de diversidade, Oxford toma a frente por pouco no percentual de estudantes internacionais, embora Cambridge obtenha uma pontuação um pouco mais forte pelo percentual de professores internacionais.

2-oxford-e-cambridge

Sala de jantar da Balliol College, em Oxford

Localização

Oxford e Cambridge são duas localidades relativamente pequenas, nas quais você pode facilmente se locomover a pé ou de bicicleta, como é bem comum. Ambas são famosas pela atraente arquitetura histórica e pelos rios que percorrem os centros das duas cidades, onde é possível encontrar, em muitas ocasiões, estudantes em treinamento para competições de remo ou para a disputa anual de regata entre Oxford e Cambridge. Essa competição é, talvez, o dia do ano em que a rivalidade da “Oxbridge” se torna a mais acalorada!

Oxford e Cambridge também estão próximas da capital do Reino Unido. Londres fica a cerca de uma hora de trem de Oxford e pouco menos de uma hora de Cambridge. Em termos de diferenças entre os dois locais, existe um consenso geral de que Cambridge é um pouco mais bonita, enquanto Oxford tem um pouco mais de ação – mas essas percepções podem variar de pessoa para pessoa.

1-oxford-e-cambridge

Competição de remo entre Oxford e Cambridge, em Londres

Mensalidades e custo de vida

Tanto Oxford quanto Cambridge cobram diferentes mensalidades, dependendo se os estudantes são do próprio país ou se pertencem ou não à União Europeia. Confira na tabela abaixo quais são os custos atualmente (2019/2020) para intercambistas de fora da UE que estudam em período integral:

Oxford Cambridge
Graduação £25.740 – 36.065 por ano (~R$ 173.500 – 243.100) para a maioria dos cursos. £22.227 – 33.825 por ano (~R$150.000 – 22.800) para a maioria dos cursos; £58,038 (~R$ 39.100) para Veterinária e Medicina.
Pós-Graduação £4.265 – 36.065 (~R$ 28.700 – 243.100) para a maioria dos programas de mestrado e doutorado – varia de acordo com a área; existem algumas exceções com taxas mais altas. £24.531 – 32.130 (~R$ 165.300 – 216.600) para a maioria dos programas de mestrado e doutorado – varia de acordo com a área; existem algumas exceções com taxas mais altas.

Além das mensalidades, Oxford aconselha os estudantes a separar entre £12.698 e £19.721 (~R$ 107.500 – 132.900) por ano para os custos de moradia, incluindo acomodação, alimentação, recursos de estudo, socialização e outros itens. Cambridge, por sua vez, recomenda um mínimo de £11.230 (~R$ 75.700) por ano para despesas de moradia.

3-oxford-e-cambridge

Universidade de Cambridge durante o inverno

Auxílio financeiro

No geral, os custos para estudar em Oxford e Cambridge são altos, embora ainda seja menor que o preço inicial de um curso na maioria das universidades mais conceituadas dos Estados Unidos. Para muitos estudantes, no entanto, ainda é necessário algum tipo de apoio financeiro.

Nesse caso, Oxford e Cambridge oferecem uma variedade de bolsas de estudos e esquemas de apoio financeiro. Em Cambridge, os alunos e alunas de graduação podem solicitar bolsas de até £3.500, além de uma variedade de oportunidades de financiamento que estão abertas a estudantes de diversas origens. O site de Oxford, por sua vez, permite que os alunos pesquisem as bolsas de estudos para as quais podem se qualificar, com base no curso e na nacionalidade.

Além disso, as faculdades individuais que compõem as duas universidades também oferecem bolsas de estudos. Obviamente, os auxílios para estudar em Oxford e Cambridge estão entre os mais competitivos do mundo. Porém, se você apresentar uma boa aplicação, provavelmente vai ser recompensado(a), além de poder desfrutar de uma experiência que é academicamente desafiadora e inspiradora.

Intercâmbio com a UDI

Entre Oxford e Cambridge, qual das duas você prefere? Conta para a gente nos comentários! Se quiser uma ajuda aprofundada para entrar em qualquer universidade no exterior, você pode contar com a nossa mentoria especializada (com aulas e acompanhamento 100% online) e todo o nosso time de mentores. Clique aqui e faça agora mesmo o seu teste de perfil!

Lucas Almeida

Lucas Almeida

Mineiro, jornalista e mestrando em Comunicação. Entusiasta de idiomas, viagens e cibercultura. Tem o sonho de mudar o mundo, uma pauta de cada vez.