A Europa é o lar de alguns dos melhores programas de Medicina do mundo e se você sonha em estudar essa área no exterior, seja na graduação ou na pós-graduação, vale a pena ficar de olho nas instituições de ensino do velho continente. Pensando nisso, separamos as melhores escolas de Medicina da Europa para você se inspirar. O ranking foi montado de acordo com a pesquisa do QS World University Rankings 2019.

10 melhores escolas de Medicina da Europa

1º Oxford – Reino unido

A Escola de Medicina de Oxford é a segunda melhor do mundo, atrás apenas da escola de Medicina de Harvard, nos Estados Unidos. A Escola faz parte da Divisão de Ciências Médicas da instituição e o ensino é realizado em seus vários departamentos constituintes. As aulas pré-clínica (três primeiros anos) acontecem no departamento de Ciência da universidade no centro da cidade de Oxford. Já os estudantes do 4º ao 6º ano da graduação participam das aulas no Hospital John Radcliffe, em uma região mais afastada da cidade.

O curso de graduação em Medicina da universidade admite cerca de 150 alunos por ano e a instituição atualmente conta com cerca de 950 estudantes. A grande maioria (88%) faz parte do ciclo de graduação. Já os 12% restantes participam de programas de pós-graduação.

melhores-escolas-de-medicina-da-europa-Hospital-John-Radcliffe

Hospital John Radcliffe

2º Cambridge – Reino Unido

A Escola de Medicina Clínica de Cambridge aparece logo depois de Oxford, na terceira posição mundial. Está localizada no Hospital de Addenbrooke, no Campus Biomédico de Cambridge. Assim como em Oxford, o curso de graduação também é dividido em duas fases (pré-clínica e clínica). Atualmente as turmas de pré-clínica contam com 280 alunos e as de clínica com 145 estudantes.

Para entender melhor como funciona: os estudantes da Universidade de Cambridge podem ingressar na escola clínica após 3 anos de treinamento pré-clínico e um novo processo de entrevista. Os candidatos que concluíram o curso básico de Medicina em outras instituições também podem concorrer para a escola clínica diretamente, desde que atendam aos requisitos de inscrição.

Confira aqui os melhores hospitais para fazer residência médica no exterior

Você sonha em fazer Medicina nos EUA? Então clique e confira as melhores escolas da área no país

Prefere no Canadá? Então confira as melhores escolas de Medicina do país

3º Instituto Karolinska – Suécia

O Instituto Karolinska aparece na terceira posição na Europa e na sexta no ranking mundial, logo depois de Stanford e da Universidade Johns Hopkins, além das outras já citadas. É uma faculdade completamente dedicada a área médica, com cerca de 7774 estudantes (sendo cerca de 22% estrangeiros).

Localizada em Solna, na região metropolitana de Estocolmo, é considerada a melhor universidade da Suécia e atua em diferentes área da Medicina, como Bioquímica, Genética, Farmacologia, Patologia, Anatomia, Fisiologia e Microbiologia Médica. É responsável por 30% da formação médica e mais de 40% de toda a pesquisa acadêmica em Medicina e Ciências da Vida realizada no país.

melhores-escolas-de-medicina-da-Europa-Karolinska-Institutet

Vista aérea do campus do Instituto Karolinska, com a construção no novo hospital ao fundo.

4º UCL – Reino Unido

A Escola de Medicina da University College London ocupa a nona colocação mundial, empatada com o MIT, nos Estados Unidos. Está localizada em Londres e oferece uma ampla gama de programas de educação médica de graduação e pós-graduação, além de possuir uma unidade de pesquisa em educação médica e uma unidade de consultoria em educação.

É uma das maiores escolas de Medicina do Reino Unido em número de ingresso de estudantes – são cerca de 330 por ano. O ensino de graduação está espalhado por três campi baseados em Bloomsbury (incluindo o University College Hospital), em Archway (incluindo o Whittington Hospital) e em Hampstead (incluindo o Royal Free Hospital).

melhores-escolas-de-medicina-da-europa-prédio-principal-do-hospital-escola-da-UCL

Prédio principal do University College Hospital

5º Imperial College London – Reino Unido

O Imperial College London aparece na 12ª posição, abaixo da Universidade da Califórnia em São Francisco e logo acima da Universidade de Toronto, no Canadá. A Escola de Medicina do Imperial College (ICSM) foi formada pela fusão de várias escolas históricas, com campi centrais em South Kensington, St Mary, Charing Cross, Hammersmith, Chelsea e Westminster. Conta com cerca de 2200 estudantes de graduação e 240 de pós-graduação.

6º King’s College London – Reino Unido

A Escola de Educação Médica GKT , da King’s College, ocupa a vigésima posição no ranking mundial, empatada com a escola de Medicina da Universidade da Califórnia em San Diego. Possui campi em três instituições, o Guy’s Hospital, o King’s College Hospital e o St. Thomas Hospital – com a inicial de cada hospital compondo o nome da escola. Cerca de 2200 alunos fazem parte dos quadros da instituição. É a escola de medicina do Reino Unido com o maior número de aplicações anuais de candidatos.

melhores-escolas-de-medicina-da-Europa

St. Thomas Hospital

7º Universidade de Edimburgo – Reino Unido

A Universidade de Edimburgo é a sétima melhor da Europa e 22ª melhor do mundo na área de Medicina. A Escola de Medicina da instituição faz parte da Faculdade de Medicina e Medicina Veterinária, e é uma das mais antigas do Reino Unido. A instituição aceita 218 estudantes britânicos por ano, além de 16 estrangeiros. A taxa de rejeição de candidatos é bastante alta: 85% entre britânicos e 92% entre candidatos internacionais.

Teviot-Place-campus-histórico-da-Faculdade-de-Medicina-da-Universidade-de-Edimburgo

Teviot Place, o campus histórico da Faculdade de Medicina da Universidade de Edimburgo

8º Escola de Higiene e Medicina Tropical de Londres – Reino Unido

Aqui temos mais um empate. A London School of Hygiene & Tropical Medicine aparece da 27ª posição do ranking mundial, junto com a Universidade de Washington, nos EUA. É uma universidade pública de pesquisa que faz parte da Universidade de Londres e é especializada em saúde pública e medicina tropical. Após a conclusão dos estudos, os seus alunos obtêm um diploma da Universidade de Londres. É uma das instituições mais bem avaliadas do mundo na área de saúde pública e doenças infecciosas.

9º Charité – Universitätsmedizin Berlin – Alemanha

O Charité na verdade é um hospital universitário compartilhado entre duas universidades de destaque: a Universidade Humboldt e a Universidade Livre de Berlim. O programa de Medicina da instituição é considerado o nono melhor da Europa e ocupa a 33ª colocação no ranking mundial. Com vários Centros de Pesquisa Colaborativa, é uma das instituições médicas mais intensivas em pesquisa da Alemanha, já tendo sido considerado por diversas vezes como o melhor hospital do país e do continente.  Para ter uma ideia da importância dessa instituição,  mais da metade de todos os vencedores do Prêmio Nobel da Alemanha em Fisiologia ou Medicina trabalharam no Charité. A fusão entre os hospitais universitários das duas universidades citadas e o Charité ocorreu entre 2010 e 2011 e hoje, a instituição conta com uma taxa de admissão de apenas 3,9%.

melhores-escolas-de-medicina-da-europa

Campus do Charité, com o prédio do hospital ao fundo.

10º Erasmus Universiteit Rotterdam – Holanda

Fechando as lista das 10 melhores escolas de Medicina da Europa temos o Centro Médico Universitário Erasmus (Erasmus MC), que á afiliado à Universidade Erasmus de Rotterdam, na Holanda, e aparece na 34ª posição. É o maior centro médico universitário da Europa e possui uma grande influência e autoridade científica em todo o continente. Também é o maior entre os oito centros médicos universitários da Holanda, tanto em termos de rotatividade quanto em número de leitos. Ocupa ainda a primeira posição na Europa no campo de Medicina Clínica.

Erasmus-Medical-Center

Erasmus Medical Center

Intercâmbio com a UDI

Agora que você já sabe quais são as melhores escolas de Medicina da Europa, bateu aquela vontade de estudar por lá? O segredo para conseguir realizar esse sonho é se preparar para isso e nós podemos te ajudar através da nossa mentoria especializada. Com aulas e atendimentos 100% online, você não precisa quebrar o isolamento social e ainda se organiza para conquistar uma oportunidade internacional. Faça agora mesmo o seu teste de perfil clicando aqui.

Cadastre seu e-mail aqui para receber nossa newsletter semanal e acompanhar tudo o que publicamos no Blog.


Rafael Cerqueira

Rafael Cerqueira

Jornalista de 26 anos que adora viajar. Baiano que já viveu em Minas, em São Paulo, em Portugal e na Argentina. Conhece 26 países e tem o sonho de conhecer muito mais. Acredita que o mundo é grande demais e o tempo muito curto pra ficarmos parados sempre no mesmo lugar.